NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

É CHEGADA A HORA

"E Jesus lhes respondeu, dizendo: É chegada a hora em que o Filho do homem há de ser glorificado. Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto." (João 12:23-24)

 Jesus cumpriu a sua missão com perfeição, como tudo o que Ele fez como homem carnal, durante o tempo em que esteve no nosso meio. Agora, prestes a ser preso e crucificado - e sabendo de tudo -, Ele não fugiu e nem se escondeu, ao contrário, caminhou para Jerusalém sabendo tudo o que Lhe aconteceria. E também revela tudo o que sabia a todos, para que, quando acontecesse, soubessem que Ele já sabia de tudo isso. Todo o tempo o que Cristo fez foi ensinar, mostrar o Reino, apresentar o Evangelho e nos dar mandamentos para que, se o praticarmos, por eles tenhamos vida. Aqui Ele fala sobre a sua morte e se compara a uma semente, mostrando que é necessário Ele passar pela morte para que haja vida, e todos nós tenhamos vida Nele. Se assim não acontecesse, não poderíamos ser salvos e não teríamos vida. Jesus estava no mundo como um homem carnal, e não como Deus, e a maneira de Ele agir com Poder é a mesma como qualquer um de nós poderá agir se vivermos como Ele. Cristo deixou bem claro que poderíamos fazer os mesmos milagres que Ele e, na verdade, até maiores, pois Ele ia para o Pai, como foi, e está sentado à destra de Deus. Mas, como homem carnal, Jesus tinha as mesmas necessidades que qualquer pessoa, tinha fome, sede, cansaço e tudo o mais, sentia dor, medo... "Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna." (João 12:25). O Senhor nos dá um ensinamento, mostrando que, quando temos a preocupação excessiva de nos preservar, de proteger a nossa vida, na verdade estamos indo contra a vida. Jesus sabia tudo o que ia acontecer, sabia que ia ser preso, humilhado, espancado, crucificado e que ia morrer na Cruz do Calvário, mas Ele não fugiu, ao contrário, caminhou em direção a Jerusalém de cabeça erguida, para que a vontade do Pai se cumprisse Nele, como se cumpriu. Portanto, Ele ainda nos ensina que não devemos nos preocupar com o que pode nos acontecer, e sim devemos cumprir a vontade Dele. Temos que praticar, ensinar, viver o Evangelho, mesmo que isso possa fazer com que nos maltratem ou até tirem a nossa vida.
 "Se alguém me serve, siga-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará." (João 12:26). Jesus usa o que Ele está fazendo, o que vai lhe acontecer para nos dar ensinamentos. Mostra que, assim como Ele caminhou em direção a Jerusalém para que a Palavra se cumprisse, nós também temos que caminhar em direção a Ele sem nos importar com o que pode nos acontecer. Não podemos ficar preocupados com os perigos, ou se vamos passar necessidades de alguma coisa. Se formos servos Dele como gostamos de afirmar, temos que segui-lo, caminhar nos seus passos, não ter medo do que os homens nos podem fazer. Temos que seguir o mesmo caminho que Jesus trilhou, temos que viver o Evangelho, sem nenhuma preocupação de, por sermos autênticos discípulos de Cristo, sermos criticados, perseguidos ou discriminados. Não temos a preocupação de agradar a ninguém, e nem de satisfazer a nossa vontade carnal. Se, por sermos discípulos de Jesus, perdermos o emprego, perdermos nossa morada, ou se formos expulsos de onde estivermos, se perdermos amigos, se a nossa família nos rejeitar, não importa, porque seguimos os passos de Jesus. E o Senhor já nos preveniu de que os nossos inimigos seriam os da nossa casa. Temos que buscar honra do Senhor, não de pessoas, não de seres humanos. "Agora a minha alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; mas para isto vim a esta hora."(João 12:27). Jesus não foi todo alegre, pulando de alegria para Jerusalém, muito pelo contrário, como Ele mesmo disse, a sua alma estava perturbada, porque Ele estava como humano, Ele tinha conhecimento do sofrimento que lhe esperava, mas por obediência, por amor ao Pai, por amor à Palavra, Ele foi e em nenhum momento pensou em não cumprir a sua missão. Como Ele poderia pedir a Deus para não cumprir sua missão, não acontecer o que iria acontecer se foi para isso que Ele veio, para sofrer e receber todas as humilhações, castigos que cabiam a nós? Jesus sabia a dor pela qual iria passar, mas permaneceu firme e cumpriu-se Nele tudo. Se somos seus discípulos, temos que seguir os mesmos caminhos, ou seja, não nos desviar de praticar a Palavra, porque isso nos pode trazer sofrimentos ou alguma dor. Não podemos deixar de praticar a Palavra pelo fato de vir a acontecerem fatos que nos aborrecem, trazem dores, incômodos ou perseguição.
 "Pai, glorifica o teu nome. Então veio uma voz do céu que dizia: Já o tenho glorificado, e outra vez o glorificarei." (João 12:28). Jesus tudo sabia e, caminhando em direção à prisão, humilhação, crucificação e morte, clama ao Pai para que o glorifique, e na mesma hora o Pai responde do Céu, afirmando que já o tinha glorificado. Jesus não pediu ao Pai para livrá-lo dos sofrimentos que o esperavam, mas simplesmente para ser glorificado pelo Pai. Esse é o comportamento que o Senhor nos ensinou, porque nós, quando há ameaça de qualquer luta, batalha, sofrimento, já clamamos ao Senhor, para nos livrar, socorrer, nos tirar do problema, da dor. Mas não entendemos, não queremos entender, aceitar que, talvez, seja o plano de Deus passarmos por aquela situação, e que, portanto, Ele não vai nos tirar dela, nos atender, e que podemos perder a oportunidade de sermos glorificados pelo Pai, porque não estamos passando por lutas com obediência, por amor, e sim reclamando, sendo que deveríamos glorificar, como Jesus glorificava. Não podemos ser religiosos, hipócritas, mentirosos, e querendo e fazendo crer que o Senhor quer que sejamos imensamente felizes aqui, que desfrutemos de tudo aqui, porque isso não é promessa Dele. Ao contrário, Jesus afirmou que teríamos lutas aqui. "Ora, a multidão que ali estava, e que a ouvira, dizia que havia sido um trovão. Outros diziam: Um anjo lhe falou. Respondeu Jesus, e disse: Não veio esta voz por amor de mim, mas por amor de vós." (João 12:29-30). As pessoas ouviram Deus Pai falar, responder a Jesus, confirmar que já o tinha glorificado, e Deus Pai respondeu de forma audível a todos, como uma espécie de trovão, não por causa de Jesus, mas por causa do povo, para saberem que Ele estava fazendo o que era certo, que estava obedecendo ao Pai, e por isso recebia a glória e a atenção total do Pai. Cristo mostrou tudo o que devemos fazer e como também seremos glorificados e aprovados pelo Pai se o seguirmos, mas, infelizmente, criaram um outro evangelho, em que se prega, se ensina que lutas, batalhas e sofrimentos são sinais de pecado e maldição. Devemos saber que quem oferece o engano de um paraíso terrestre não é o Senhor e sim o príncipe deste mundo. "Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo." (João 12:31). O diabo tem enganado muitos, induzindo e conduzindo-os a um estado, em que acreditam que a preocupação do Senhor é com o bem-estar aqui. Assim estão invalidando o sacrifício da Cruz, porque muitos creem que foi para dar regalias aqui que Cristo morreu, não entendem que é uma cilada do diabo, porque Cristo sofreu e morreu para nos dar vida, para nos salvar. Aqui não é o Paraíso, e, para alcançá-lo, devemos seguir Jesus, trilhar o mesmo caminho que Ele. "E eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a mim. E dizia isto, significando de que morte havia de morrer." (João 12:32-33). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário