NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

domingo, 27 de dezembro de 2015

RECONHECENDO O PODER DE DEUS

"E aconteceu que, quando voltou Jesus, a multidão o recebeu, porque todos o estavam esperando." (Lucas 8:40)

 Jesus tinha ido à região dos gerasenos e libertado um homem que vivia prisioneiro dos demônios havia anos. Após o libertarem, os moradores o mandaram se retirar do meio deles; na verdade preferiram o pecado, o erro e a prisão. Assim, o Senhor, após enviar o homem agora liberto para testemunhar e pregar o Evangelho na região, retorna e se depara com uma multidão que o aguardava. Aonde Jesus ia sempre havia uma multidão o acompanhando, e isso por vários motivos: uns em busca de um milagre, outros querendo ouvi-lo, aprender mais, e ainda havia os que queriam descobrir uma maneira de acusá-lo. Infelizmente, a maioria que o estava seguindo não o amava, prova tal que, quando o prenderam, todos fugiram, e Ele ficou só. Assim também vemos templos, igrejas lotadas, mas, a bem da verdade, somente a minoria que está ali ama o Senhor e o busca com o coração sincero, porque muitos são os que querem somente um milagre. Outros vão simplesmente para cumprir um rito, um ato religioso, e nem mesmo prestam atenção na mensagem. "E eis que chegou um homem de nome Jairo, que era príncipe da sinagoga; e, prostrando-se aos pés de Jesus, rogava-lhe que entrasse em sua casa; Porque tinha uma filha única, quase de doze anos, que estava à morte. E indo ele, apertava-o a multidão." (Lucas 8:41-42). O príncipe, um dos líderes da sinagoga, um dos que tinham a incumbência de pregar na sinagoga dos judeus, vem até Jesus e se atira aos seus pés clamando que o acompanhasse até a sua casa, pois a sua única filha estava enferma e quase falecendo. Não sabemos qual era a enfermidade daquela criança, mas sabemos que era algo muito sério, pois ela já estava desenganada; mas o mais importante é vermos esse líder dos judeus se curvar, se humilhar em público diante do Senhor. É fantástico, porque é o reconhecimento público de um líder judaico em Jesus como o Filho de Deus, confirmando, afirmando que Ele tinha todo o Poder. Mas, infelizmente, não vimos esse príncipe da sinagoga no futuro defendendo Jesus, quando o acusaram e o prenderam e o conduziram para ser executado. Muitos, na hora do desespero, da aflição, vêm em público, vêm ao Senhor clamar por socorro, para si ou para alguém próximo. Mas, depois que recebem o socorro, o abandonam, o esquecem e voltam à mesma vida de antes.
 "E uma mulher, que tinha um fluxo de sangue, havia doze anos, e gastara com os médicos todos os seus haveres, e por nenhum pudera ser curada, Chegando por detrás dele, tocou na orla do seu vestido, e logo estancou o fluxo do seu sangue." (Lucas 8:43-44). Não podemos esquecer que o escritor desse Evangelho era um médico. Lucas, como médico, faz uma afirmação clara de que essa senhora gastara tudo o que tinha com médicos e não tinha encontrado a cura para o mal que a afligia. Durante doze longos anos essa senhora sofreu com aquele sangramento, e pela lei ela não poderia estar junto ou no meio do povo. Na verdade, ela teria que ser apedrejada se estivesse em público, no meio das pessoas, porque a lei exigia que deveria viver isolada, separada, pois entendia que ela era imunda. Observamos que ela se arriscou e veio por trás de Jesus de uma forma meio furtiva e simplesmente tocou, pegou, encostou-se às roupas de Jesus. Temos que observar que a fé dessa mulher era enorme, porque ela arriscou a própria vida, e acreditava que, se somente tocasse no Senhor, receberia a sua bênção. Temos visto pessoas que sofrem há anos com enfermidades e toda espécie de mal, e, apesar de viverem dentro de templos recebendo orações, não recebem a cura, a libertação. Isso porque não têm fé, elas até querem a libertação, a cura, mas não têm fé para que possam recebê-las. "E disse Jesus: Quem é que me tocou? E, negando todos, disse Pedro e os que estavam com ele: Mestre, a multidão te aperta e te oprime, e dizes: Quem é que me tocou? E disse Jesus: Alguém me tocou, porque bem conheci que de mim saiu virtude." (Lucas 45-46). Jesus sabia quem tinha tocado Nele, mas queria fazê-la confessar, testemunhar em público, demonstrar coragem, assumir diante de todos. Jesus questiona e exige que se apresente quem o havia tocado, apesar dos seus discípulos tentarem apresentar uma desculpa dizendo que todos o estavam comprimindo, o apertando, assim era impossível saber quem o havia esbarrado. Mas Ele sabia e queria que a ela se apresentasse, porque Ele viu, percebeu que o Poder tinha saído dele e alcançado a pessoa. O Senhor quer, exige que nos apresentemos e testemunhemos o milagre, as bênçãos que recebemos Dele. O Senhor quer que mostremos a nossa fé, a nossa coragem em recorrer a Ele, receber as bênçãos e glorificar o seu Nome. Não se pode omitir, esconder o que recebemos do Senhor, pois é testemunho, é divulgação do Evangelho.
 "Então, vendo a mulher que não podia ocultar-se, aproximou-se tremendo e, prostrando-se ante ele, declarou-lhe diante de todo o povo a causa por que lhe havia tocado, e como logo sarara." (Lucas 8:47). A mulher então resolve confessar, pois ela viu que não tinha como se esconder, não havia mais possibilidade de se omitir. Ela estava com medo de revelar diante de todos que, mesmo com a hemorragia, ela estava no meio deles, e poderia ser apedrejada. Mas ela, mesmo com medo, confessou, confiou no Senhor, e assim ela revela toda a história, todo o sofrimento durante esses doze anos, e que tinha acabado de receber a cura só em tocar nas vestes de Jesus. Ela testemunhou, glorificou o Nome do Senhor, mostrando que todo o Poder pertence a Cristo, pois somente ela sabia que tinha tocado Nele. Não importam as circunstâncias ou o local onde estejamos, se recebemos uma bênção, um milagre do Senhor, deveremos testemunhar para Honra e Glória do Nome Dele, porque os milagres, as bênçãos são para pregar o Evangelho, e apresentar o Poder de Deus. Assim não se pode ficar escondido, não podemos omitir em testemunhar, porque estaremos pecando. "E ele lhe disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou; vai em paz." (Lucas 8:48). Essa mulher, após confessar, recebe a bênção, a confirmação e a absolvição, porque Jesus a despede em paz, ou seja, deu-lhe a bênção, e ainda exaltou a sua fé. Se não confessarmos, não testemunharmos a bênção, o milagre que recebemos do Senhor, não receberemos a confirmação, nem a bênção final, não seremos enviados em paz, não receberemos a Paz do Senhor, mesmo porque sabemos que receber uma bênção não é aprovação de conduta. Podemos receber uma bênção e continuarmos sem paz, na opressão, mas, se recebemos a Paz do Senhor, tudo é de paz. "Estando ele ainda falando, chegou um dos do príncipe da sinagoga, dizendo: A tua filha já está morta, não incomodes o Mestre." (Lucas 8:49). Enquanto isso, o príncipe da sinagoga estava ali, creio com impaciência, com medo de perder a sua filhinha, quando vem a notícia de que ela já falecera. Enquanto Jesus estava falando com o povo, ouvindo, exigindo o testemunho da mulher que fora curada, a sua filha faleceu. Vieram lhe dizer que deveria desistir e não mais incomodar, pois não tinha mais jeito."Jesus, porém, ouvindo-o, respondeu-lhe, dizendo: Não temas; crê somente, e será salva." (Lucas 8:50). Jesus interveio e disse que ainda não era o fim, que ele deveria apenas crer. Muitas vezes a pessoa vem nos trazer notícias tristes, dizendo que é o fim, mas Jesus ainda não disse isso, então continuemos lutando, clamando, pois o Senhor ressuscita o que morreu. Tudo o que estiver morto poderá ser ressuscitado se estiver de acordo com a Palavra de Deus, e se não desistirmos. A filha de Jairo foi ressuscitada, a bênção chegou, Jesus nos manda hoje, Ele nos diz. Creia somente. "E, entrando em casa, a ninguém deixou entrar, senão a Pedro, e a Tiago, e a João, e ao pai e a mãe da menina. E todos choravam, e a pranteavam; e ele disse: Não choreis; não está morta, mas dorme. E riam-se Dele, sabendo que estava morta. Mas Ele, pondo-os todos fora, e pegando-lhe na mão, clamou, dizendo: Levanta-te, menina. E o seu espírito voltou, e ela logo se levantou; e Jesus mandou que lhe dessem de comer.E seus pais ficaram maravilhados; e Ele lhes mandou que a ninguém dissessem o que havia sucedido." (Lucas 8:51-56). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário