NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

JULGAMENTO HIPÓCRITA

"Portanto, és inescusável quando julgas, ó homem, quem quer que sejas, porque te condenas a ti mesmo naquilo em que julgas a outro; pois tu, que julgas, fazes o mesmo." (Romanos 2:1)

 O que Paulo nos ensina é exatamente o mesmo que Jesus nos ensina, como está em Mateus 7:1, sobre o ato de julgar. Jesus não condenava o julgamento em si, e sim o julgamento hipócrita. Advertências de especial pertinência para os judeus que tendiam a desprezar os gentios pelo fato de desconhecerem a revelação de Deus no Antigo Testamento e por levarem vida imoral. Na verdade, temos que julgar sim, mesmo porque iremos julgar até os anjos descaídos, entretanto, para julgarmos, temos que estar vivendo segundo os preceitos do Senhor. O que não se pode fazer é apontar, condenar, ou criticar alguém quando estamos no mesmo erro, ou cometendo outros até piores. Somos indesculpáveis quando condenamos e praticamos os mesmos erros, porque a nossa função é condenar o pecado, mas jamais praticá-lo. As pessoas gostam de apontar o dedo, mas muitas vezes fazem isso e cometem erros, pecados, igualmente. Não existe pecadinho ou pecadão, o que existe é só o pecado, e por ele perderemos a nossa salvação. E é pecado condenar os pecados dos outros quando estamos em pecado. Jesus nos manda tirar primeiro a trave dos nossos olhos para só depois tirar a dos outros. "E bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade sobre os que tais coisas fazem." (Romanos 2:2). Todos serão julgados por Aquele que nunca pecou, por Aquele que sem pecado cometido por Ele assumiu todos os nossos. Sabemos que o seu julgamento é justo, e temos que imitá-lo, temos que também praticar a santidade, para que tenhamos condições de julgar. Para podermos condenar o erro, o pecado, é necessário não cometê-lo. "E tu, ó homem, que julgas os que fazem tais coisas, cuidas que, fazendo-as tu, escaparás ao juízo de Deus?" (Romanos 2:3). As pessoas às vezes se confundem, creio, porque muitas fazem questão de apontar erros dos outros mesmo sabendo que estão em erros. Não somos justificados pelas nossas palavras, e sim pelo temor ao Senhor, pela nossa obediência aos seus preceitos, e um deles é julgar, mas vivendo em santidade. Primeiro temos que nos limpar, para depois limpar os outros.
 "Ou desprezas tu as riquezas da sua benignidade, e paciência e longanimidade, ignorando que a benignidade de Deus te leva ao arrependimento?" (Romanos 2:4). A bondade de Deus tem por objetivo oferecer oportunidade de arrependimento, mas as pessoas têm interpretado erroneamente essa paciência, pois, para elas, trata-se de ausência da intenção de castigar, o que não é verdade. Se não houver arrependimento, mudança, conversão, com certeza receberemos o castigo necessário, portanto, antes de julgarmos quem quer que seja, temos que nos examinar à luz da Palavra de Deus. Não temos um Deus tolerante com pecados, não temos que nos firmar em uma eterna compaixão que nos permita agir em desobediência, pois ela não existe. Temos que ser sábios e observar a Palavra de Deus, para não sermos enganados por pregadores inescrupulosos, ou pela nossa carne, nossos desejos, porque só existe uma única maneira de sermos aprovados pelo Senhor, que é pelo temor ao seu nome, e por praticar a sua Palavra. "Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti no dia da ira e da manifestação do juízo de Deus; O qual recompensará cada um segundo as suas obras; a saber." (Romanos 2:5-6). Mas pelas nossas desobediências, pela falta de temor, por não querermos acreditar que temos um Deus que pune, vivemos em tormento, e muitos estão indo para o sofrimento e morte eterna. Por causa do desconhecimento da natureza daquele que chamam por Pai é que as pessoas recebem a punição, uma vez que não o temem. Temer é respeitar, ter medo de errar, de pecar, de desagradar, é saber que existem consequências dos nossos atos. Mas pelo desconhecimento transformam-se em religiosos, que ficam falando e fazendo orações vazias e jazendo em seus pecados, não percebendo que receberão a ira do Senhor. De Deus ninguém zomba, o que plantar colherá, portanto, devemos aprender a viver o Evangelho, nos moldar à Palavra de Deus. Todos receberemos do Senhor, de acordo com o nosso respeito e temor a sua Palavra. Não existe alternativa, porque só existem dois lugares em que podemos ir: ou ao encontro do Senhor, e viver eternamente ao seu lado desfrutando de vida, ou podemos ir para o sofrimento, dor e morte eterna, e quem vai nos enviar para lá é o Senhor, a quem chamamos de Pai hoje. Sim, porque, como eu disse, não são palavras bonitas que lhe agradam, mas comportamento, respeito e temor.
 "A vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, honra e incorrupção; Mas a indignação e a ira aos que são contenciosos, desobedientes à verdade e obedientes à iniquidade; Tribulação e angústia sobre toda a alma do homem que faz o mal; primeiramente do judeu e também do grego; Glória, porém, e honra e paz a qualquer que pratica o bem; primeiramente ao judeu e também ao grego; Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas."(Romanos 2:7-11). Não existe ninguém que escapa dos justos Juízos de Deus, e quem muito é dado muito é cobrado. Não é por estar frequentando algum templo, ou pertencer a alguma religião, nem por fazer caridade que alguém receberá aprovação do Senhor. Mas sim pela prática da Palavra, e os que a conhecem, mas a ignoram, os que sabem que não deveriam errar e erram estes serão os mais castigados. E quem nos castigará será o Senhor, quem nos enviará para o sofrimento é o Senhor, portanto não podemos ficar no engano clamando a Ele para nos defender, porque Ele já nos deu essa responsabilidade. Ele já nos defendeu e agora, para recebermos os seus cuidados, ver acontecer a sua proteção em nossas vidas, basta nos unirmos a Ele. Não existe escapatória, se não obedecermos, com certeza receberemos o castigo, e isto para todos, porque para Ele todos são iguais. Receberemos paz, alegria, vida em abundância se o obedecermos, seremos cuidados como filhos, se agirmos como filhos obedientes. "Porque todos os que sem lei pecaram, sem lei também perecerão; e todos os que sob a lei pecaram, pela lei serão julgados." (Romanos 2:12). Não existe ninguém que nunca pecou ou que não peca, o único que nunca pecou foi Jesus, mas nós nascemos no pecado, pela nossa origem adâmica. Já o Senhor não teve essa origem adâmica, assim, como permaneceu toda a sua vida sem pecado e em temor ao Pai, foi quem venceu e teve condições de nos resgatar. Sabendo a nossa origem, temos então que nos converter ao Senhor, nos entregar a Ele, e viver segundo os preceitos estabelecidos por Ele. Não é por conhecer ou desconhecer a Palavra de Deus que isso nos trará salvação ou condenação, e sim pela prática da Palavra. Sabemos que existem muitos que, conhecendo a vontade de Deus, não se submetem a ela. A Bíblia não é um livro que devemos somente ler, ou que devemos praticar um rito de ler ou tirar a sorte, mas para aprender e colocar em prática tudo o que está escrito ali, porque assim como encontramos as inúmeras bênçãos, promessas de salvação para nossas vidas, também encontramos as maldições e promessas de sofrimentos e morte para todos os desobedientes. A salvação é Jesus, e Jesus é o Verbo, é a Palavra. "Porque os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados. Porque, quando os gentios, que não têm lei, fazem naturalmente as coisas que são da lei, não tendo eles lei, para si mesmos são lei; Os quais mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência, e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os; No dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Jesus Cristo, segundo o meu evangelho." (Romanos 2:13-16).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário