NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

INDO A FESTA

"Depois disto havia uma festa entre os judeus, e Jesus subiu a Jerusalém." (João 5:1)

 Jesus tinha passado mais uma vez por Cana da Galileia, onde tinha iniciado seu ministério, porque foi onde Ele operou o primeiro milagre, que foi o de transformar água em vinho em uma festa. Desta vez Ele tinha curado um filho de um oficial que estava à beira da morte. Ele simplesmente mandou que o oficial retornasse para casa que o seu filho já estava curado, e assim foi. Agora Ele resolveu subir a Jerusalém porque estava acontecendo uma festa judaica - não sabemos exatamente qual era, mas entendemos que era uma das três festas de peregrinação de que todos os homens judeus deviam participar: a Páscoa, o Pentecostes ou Tabernáculos. Jesus não era uma pessoa antissocial, prova que sabemos que Ele compareceu a várias festas e residências. Como citamos anteriormente, Ele iniciou seu ministério foi uma festa. "Ora, em Jerusalém há, próximo à porta das ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Betesda, o qual tem cinco alpendres. Nestes jazia grande multidão de enfermos, cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento da água." (João 5:2-3). Em Jerusalém, no templo, em uma repartição, existiam tanques geminados perto de onde atualmente existe a igreja de Sant'Ana. Lá ficavam várias pessoas enfermas, jazendo, ou seja, morrendo em suas enfermidades à espera de um socorro. Portanto, sabemos que era um local de ajuntamento de enfermos. Todos os que tinham alguma enfermidade e que tinham esperança de receber a cura através de um milagre ali se encontravam, portanto os que ali se encontravam tinham fé. "Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque, e agitava a água; e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse." (João 5:4). Todos ali ficavam na expectativa da vinda do anjo e em ser o primeiro a entrar nas águas, porque a cura era somente para um por vez, quando o anjo vinha, somente para o primeiro que entrasse nas águas. Assim imaginamos a aflição, o desespero das pessoas, todos querendo ser o primeiro a entrar nessas águas. Acreditamos que deveria haver pessoas que ficavam ali na espera durante muito tempo, sem conseguirem se aproximar dessas águas milagrosas. E com certeza os que tinham enfermidades menores que não os impedia de se locomover, ou seja, deslocar-se com mais facilidade, eram os que primeiro entravam e conseguiam a sua vitória, e muitos que tinham maiores dificuldades ficavam para trás e com certeza até morriam ali mesmo, perto da cura, mas sem alcançá-la.
 "E estava ali um homem que, havia trinta e oito anos, se achava enfermo. E Jesus, vendo este deitado, e sabendo que estava neste estado havia muito tempo, disse-lhe: Queres ficar são?" (João 5:5-6). Um homem estava enfermo há trinta e oito anos, isto nos dá a entender que esse homem tinha mais do que os trinta e oito anos citados, porque, se fosse essa a sua idade, diria que era um enfermo de nascença. Mas o fato era que aquele homem padecia há quase quarenta anos de uma enfermidade que o impedia de se locomover. Não sabemos quanto tempo ele estava ali, mas com certeza não era pouco, possivelmente até mesmo já meio desanimado, por não ter a oportunidade, por nunca chegar a sua vez. Mas agora Jesus vem e se dirige àquele homem fazendo-lhe uma pergunta que todos sabiam a resposta. Mas a função da pergunta era despertar a fé, trazer ânimo, e também fazê-lo confessar o seu desejo, para assim ficar o registro, o testemunho. "O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim."(João 5:7). A resposta desse homem nos confirma, primeiro, que a sua enfermidade imobilizava, impossibilitava de se locomover, e, segundo, que ele também não tinha pessoas para cuidarem dele. Assim era quase impossível ele conseguir entrar nas águas em primeiro lugar e receber a cura, pois não tinha meios de alcançar as águas abençoadoras. Isto nos mostra que muitas vezes estamos olhando fixamente para algo que achamos que é a nossa cura, a solução dos problemas que estamos enfrentamos. Pensamos e esperamos a solução de uma maneira e esquecemo-nos de olhar para o Senhor, de clamar e saber que os caminhos do Senhor não são os mesmos que os nossos. Esquecemos que o Senhor não precisa de anjos, ou de água para curar alguém, Ele precisa que confessemos a Ele do que necessitamos, que falemos com Ele sobre os nossos problemas, nossas impossibilidades de os resolvermos por nós mesmos. O Senhor quer que confessemos que não temos ninguém para nos ajudar se não for Ele, que depositemos nossas esperanças Nele, porque, como Ele fará, não sabemos, mas temos certeza de que a resposta, o milagre, a bênção chegarão. Não como esperamos, mas de forma sobrenatural e formidável, o inesperado acontece.
 "Jesus disse-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda.
Logo aquele homem ficou são; e tomou o seu leito, e andava. E aquele dia era sábado." (João 5:8-9).
 Aquele homem que vivia em total sofrimento, impedido de se locomover e que era carregado, transportado pelos outros, agora recebe uma ordem direta para se levantar e apanhar a sua cama, o seu leito, e caminhar. Quem não podia nem mesmo rolar até as águas para receber a cura, ou pelo menos disputá-la com os outros, agora recebe a ordem de se colocar em pé, e ele obedece. A cura surgiu imediatamente, porque ele obedeceu à ordem de Jesus, não titubeou, não teve dúvida, fez o que o Senhor mandou, e ele nem sabia quem era Jesus. Vemos a ação do Senhor totalmente fora do contexto religioso, porque operou mais esse milagre em um dia em que os religiosos não permitiam que se fizesse alguma coisa, e, segundo, de maneira inesperada. Jesus tem mandado muitos se levantarem dos seus leitos onde jazem, mas eles não o ouvem, não acreditam na sua Palavra, por isso continuam nas derrotas. Jesus já veio e levou todas as nossas enfermidades, tanto físicas como espirituais, emocionais e nos mandou levantar e carregar o leito, mas, como não acreditamos, permanecemos em nossos sofrimentos. Basta crer na Palavra do Senhor e se verá o milagre, se verá a solução, porque quem crê obedece, e o Evangelho é obediência. "Então os judeus disseram àquele que tinha sido curado: É sábado, não te é lícito levar o leito." (João 5:10). Os religiosos sempre vão se importar com coisas e não com o Senhor, sempre vão se preocupar com rituais e não em ver o Senhor operar. Esses que deveriam se alegrar em ver o milagre, alguém ser curado, ser liberto de um mal, estavam agora preocupados em ele estar transportando o seu leito em um sábado. Muitos são os que querem obedecer a ritos, mandamentos, preceitos e doutrinas de homem e ignoram a Palavra de Deus. Por esse motivo, os religiosos são os que mais sofrem e padecem em suas mazelas, porque não creem no Senhor. Gostam de acusar, exigir, mas não ensinam a Verdade, a obediência aos preceitos do Senhor. "Ele respondeu-lhes: Aquele que me curou, ele próprio disse: Toma o teu leito, e anda." (João 5:11). Mas observemos a firmeza desse que foi doente, enfermo, porque Ele obedeceu a Jesus e disse que estava lhe obedecendo, porque Ele lhe tinha mandado carregar o seu leito, e ele o estava fazendo. Não teve medo de afirmar diante de todos que ele fazia o que Jesus lhemandava. Obediência e fé são o resultado de milagres, bênçãos e da ação de Cristo em nossas vidas."Perguntaram-lhe, pois: Quem é o homem que te disse: Toma o teu leito, e anda? E o que fora curado não sabia quem era; porque Jesus se havia retirado, em razão de naquele lugar haver grande multidão." (João 5:12-13). Os judeus queriam saber quem lhe mandara se levantar e levar o leito, quem o havia curado, não para agradecer, mas para o acusar. As pessoas não buscam Cristo para obedecer-lhe, nem por crerem Nele, mas porque vivem em suas mazelas e preferem acusá-lo como responsável. Não querem carregar os seus leitos, muito pelo contrário, preferem ficar deitados neles, clamar repetidas vezes, ficarem se lamentando. Mas Jesus continua dizendo:"Levanta, toma teu leito e anda". "Depois Jesus encontrou-o no templo, e disse-lhe: Eis que já estás são; não peques mais, para que não te suceda alguma coisa pior. E aquele homem foi, e anunciou aos judeus que Jesus era o que o curara. E por esta causa os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo, porque fazia estas coisas no sábado. E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também." (João 5:14-17). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário