NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

domingo, 29 de novembro de 2015

QUANDO CHEGOU

"E, achando-o no outro lado do mar, disseram-lhe: Rabi, quando chegaste aqui?" (João 6:25)

 Jesus tinha multiplicado pães e alimentado cinco mil pessoas com cinco pães de cevada e dois peixinhos. Por esse motivo, a multidão o estava seguindo, mesmo porque tinham a intenção de levantá-lo como rei físico de Israel, uma vez que, no momento, os hebreus atravessavam momentos difíceis, e nada melhor do que ter um rei poderoso que dava alimento a eles. Só que eles não entendiam que Jesus não era esse tipo de rei. Mas foram atrás de Jesus e o encontraram do outro lado do lago de Genesare, ou mar de Tiberíades, e os seus discípulos o tinham visto andar sobre as águas. Assim, pelos motivos errados, também muitas vezes muitos de nós têm ido ao Senhor, porque estamos preocupados com as coisas físicas, materiais. "Jesus respondeu-lhes e disse: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes." (João 6:26). Jesus lhes responde dizendo o porquê de eles o estarem procurando. Essa confrontação que o Senhor faz mostra os pensamentos destes. Muitos de nós buscamos o Senhor por causa de uma enfermidade, problemas nos relacionamentos, família, dificuldades na vida financeira ou em qualquer outra área. Isto faz com que muitos que vão em busca do Senhor por esses motivos, que são os motivos errados, geralmente não se convertam por inteiro, porque sempre acham que o Senhor tem a obrigação de atendê-los, abençoá-los, produzir milagres em suas vidas. Mas não pensam em praticar a obediência, em viver em santidade, em se entregar totalmente a suas vidas, porque temos que buscar o Senhor não pelo que Ele possa nos dar, mas por Ele ser Deus. Esquecem que não temos um Jesus bobinho ou tolinho, que podemos enganá-lo ou usá-lo, porque Ele conhece todos os nossos pensamentos e desejos, e, assim como Ele confrontou essas pessoas, também nos confrontará, e poderemos ser expulsos da sua presença por não sermos sinceros. "Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o selou." (João 6:27). Temos que trabalhar, lutar para estar em sua presença, para fazer a sua vontade, e, se Ele nos der alguma coisa, se Ele nos abençoar, é lucro, porque a maior bênção, o maior milagre que poderemos receber é a vida eterna ao seu lado. A nossa preocupação não pode ser com coisas materiais, com alimento perecível, mas com o alimento da alma.
 "Disseram-lhe, pois: Que faremos para executarmos as obras de Deus?" (João 6:28). As pessoas acham que o simples fato de estarem buscando o Senhor para receber uma bênção, buscando-o em momento de desespero já é o bastante. Mas fazer as obras de Deus é buscá-lo todo o tempo, é tudo fazer para agradá-lo, viver o Evangelho. Não é adoração, ou obras do Senhor, viver simplesmente pedindo, buscando alguma bênção. Não podemos ficar procurando o Senhor para receber alguma coisa, devemos buscá-lo para entregar a nossa verdadeira adoração, devoção, obediência. Temos que aprender a priorizá-lo, a entender que Ele é a nossa vida, e sem Ele nada somos ou temos, somos mortos vivos. "Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou." (João 6:29). A obra de Deus é crer em Jesus, é acreditar que Cristo veio ao mundo como homem para sofrer e morrer em nosso lugar, para levar todos os nossos pecados, e assim nos dar vida eterna. Quem acredita vive de acordo com os seus preceitos e ordenanças porque sabe que somente vivendo Nele é que terá condições de alcançar a vida eterna. Quem crê em Jesus o ama e demonstra isso guardando os seus mandamentos. As pessoas que só vêm até Ele buscando bênçãos e milagres não creem Nele, não acreditam Nele como Filho de Deus. Acreditam Nele somente como alguém que pode e tem a obrigação de abençoá-los. São tolos. "Disseram-lhe, pois: Que sinal, pois, fazes tu, para que o vejamos, e creiamos em ti? Que operas tu?" (João 6:30). Esses o questionaram, quando confrontados, e sabemos que eles não tinham motivo para isso, mesmo porque eles mesmos tinham acabado de presenciar um milagre espantoso, afinal, ninguém nunca tinha multiplicado pães e peixes daquela forma e os alimentado. Não poderiam pedir sinal maior do que esse. Como eles, muitos, quando dentro dos templos, os que vieram somente buscar bênçãos, que vieram para receber algo, quando se fala em santidade, também questionam. Será que Deus não quer que sejam felizes? - porque eles associam a felicidade à desobediência, à liberdade de poderem viver nos erros, pecados e ainda receber os cuidados do Senhor. Eles querem que Jesus os entenda e os aceite, e que providencie a felicidade total para eles, caso contrário, não é Deus para eles.
 "Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer o pão do céu." (João 6:31).Fizeram uma referência ao maná que os hebreus receberam durante quarenta anos no deserto, mas eles esqueceram que o maná, o alimento foi Deus quem enviou, e não Moisés, e mesmo assim a maioria que comeu desse alimento morreu no mesmo deserto por causa da rebeldia, da desobediência, por não crer no Senhor. O fato de recebermos uma bênção do Senhor, receber milagres, o seu cuidado, não é sinal de aprovação de conduta, e não quer dizer que seremos salvos. O Senhor ama todos, mas os que são seus filhos, filhos de Deus são somente os obedientes, os que o amam, os que vivem o seu Evangelho, aqueles que dão prioridade ao Senhor, aqueles que mesmo aqui vivem no Reino. "Disse-lhes, pois, Jesus: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu; mas meu Pai vos dá o verdadeiro Pão do céu." (João 6:32). Moisés ou qualquer outra pessoa não tinha condições de dar o pão do céu, somente Deus, porque o verdadeiro pão do céu é Jesus Cristo. Ninguém poderia nos dar o alimento verdadeiro, nos dar o Salvador, nos dar vida, e o único alimento que produz vida é Jesus. Tudo o que é necessário para alimentarmos, para termos vida em abundância se encontra em Jesus. Portanto, encontramos tudo de que necessitamos no Senhor, e, para termos vida, devemos nos alimentar Nele e Dele. "Porque o Pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo. Disseram-lhe, pois: Senhor, dá-nos sempre desse pão."(João 6;33-34). O pão, o alimento é Jesus, que veio ao mundo para dar vida, mas muitos ainda ficam pedindo o que já foi enviado, o que eles precisam é simplesmente se alimentar, porque está disponível a todos. As pessoas sabem do alimento, mas se recusam a comê-lo, não gostam, acham amargo e preferem comer porcaria. Não adianta ficar pedindo alimento e não comê-lo. Vemos as pessoas pedindo, mas não querem praticar o Evangelho, não querem praticar a Palavra de Deus, e, quando recusamos a obedecer-lhe, estamos recusando o alimento verdadeiro, estamos recusando Jesus. "E Jesus lhes disse: Eu Sou o Pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede." (João 6:35). Jesus é o alimento, e hoje o vemos no Evangelho, porque Ele é o Evangelho, Ele é o Verbo, é a Palavra, e, para nos alimentarmos, temos somente que lhe obedecer. Jesus é simples, o Evangelho é simples, basta querer se alimentar com o verdadeiro alimento, que desfrutará de vida. "Mas já vos disse que também vós me vistes, e contudo não credes. Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora." (João 6:36-37). Jesus continua nos falando, e muitos de nós, apesar de ouvi-lo, não aceitamos e desprezamos os seus ensinamentos. Jesus tem dito a todo o instante que Ele, somente Ele é a fonte genuína de alimento, mas muitos se recusam a comer. Mas os que ouvem, aceitam, atendem e se alimentam jamais serão rejeitados, pois só os que Deus realmente chama é que têm parte no Reino. Todos os que não aceitam a Verdade, a Palavra, não foram chamados por Deus."Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê Nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia." (João 6:38-40). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário