NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

SEM CONHECIMENTO DE DEUS

"Mas, quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são deuses." (Gálatas 4:8)

 Antes de conhecermos o Senhor, antes de nos convertermos a Ele, éramos cegos, tolos, e vivíamos ilusões, muitas delas hereditárias, vivíamos tradições maléficas. Sim, maléficas, porque tudo o que não vem do Senhor é maléfico, é destruidor, é confusão. Quando não conhecíamos o Senhor, apesar de falarmos, citarmos o seu nome e dizermos que era nosso Deus, que o amávamos, com as nossas atitudes mostrávamos o contrário. Vivíamos adorando objetos, sim imagens e ídolos que para nada servem a não ser para atrair demônios, espíritos enganadores e destruidores. Servíamos a tanta coisa, a santos, santas, padroeiros, protetores, supostos anjos da guarda, carregávamos amuletos, vivíamos cheios de superstições, acreditando em espíritos, vendo e ouvindo muita coisa. Éramos servos das trevas, mas o Senhor, na sua infinita bondade, seu Amor, permitiu que o conhecêssemos, que fôssemos a Ele e recebêssemos o conhecimento e, consequentemente, a libertação. Fomos libertos do mal e do engano e vimos que imagens de ídolos nada são, descobrimos que existe somente um Deus e que é abominação, pecado, desobediência contra o Senhor adorar ou se curvar diante de qualquer imagem. Éramos escravos, servos do mal, e vivíamos em confusão e nos sofrimentos, hoje adoramos Deus e somos servos do Criador de tudo. Não existe nenhum poder fora do Senhor, não existe nenhum outro deus, são apenas objetos e demônios, e as imagens são usadas de forma errada e contrária à Palavra de Deus. Por isso tanta destruição, dor, enfermidade e sofrimento, porque, quando cremos, conhecemos o Senhor, somos livres. Sabemos que Jesus já levou todo o jugo que estava sobre nós que nos fazia sofrer, e nos libertou do pecado e de todas as enfermidades, porque pelas feridas Dele fomos curados. Já fomos curados, já recebemos e, se ainda ela teima em permanecer, é porque também teimamos em desobedecer ao Senhor. E nenhum santo, entidade, imagem, amuleto pode libertar, porque somente um cura e liberta, e este é Jesus Cristo, que é Deus. Quando vivemos sem paz, é porque estamos longe do Senhor, uma vez que Jesus deixou a sua paz para os que crerem Nele. Mas a paz de Jesus não é a solução de tudo aquilo que achamos que é um problema em nossas vidas. A paz do Senhor é estarmos vivendo em uma batalha, luta, e estarmos em paz porque sabemos para onde vamos, e temos a certeza da nossa vitória.
 "Mas agora, conhecendo a Deus, ou, antes, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir?" (Gálatas 4:9). Agora que viemos à presença do Senhor, aprendemos que Nele há liberdade, há vitória, Nele há Vida, pois Ele é a própria vida. Conhecendo tudo isso, não podemos jamais voltar aos rudimentos do mundo, trazer uma religiosidade, uma prática que nada tem com o Senhor. Caso contrário, estamos voltando à imundície, à sujeira, a uma religião de engano e mentira. Não podemos falar do Evangelho e de objetos de adoração, de amuletos ou de qualquer outra coisa, porque a nossa fé está é no Senhor. Não podemos ficar confiando em amuletos, ou concordar com essas práticas que são contrárias à Palavra de Deus. Não são palitos, fitas, lenços, rosas, sal ou outra coisa qualquer que devem ser usados pelo Senhor, mas a sua Palavra. Não podemos escolher dia para libertação, adoração e outros, e sim saber que o Senhor é tudo em todos. Não é praticar a Palavra de Deus, ficarmos buscando garrafinhas de água, lencinho ou qualquer outra coisa em templos para usarmos na hora da oração, ou para fazermos pedidos. Quando fazemos essas práticas dentro do templo ou fora dele, quando, mesmo usando o nome do Senhor, começamos a respeitar objetos, dias, coisas, estamos nos afastando do Pai, porque tudo é somente criação Dele para utilizarmos, não para adorar, e a nossa dependência tem que ser exclusiva Dele. "Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Receio de vós, que não haja trabalhado em vão para convosco." (Gálatas 4:10-11). Se começarmos a ter essas práticas, simplesmente estamos voltando à religião do engano em que vivíamos antes, estamos retornando à adoração errada. Quando começamos a buscar ajuda, força em coisas, objetos, pessoas para nos firmarmos no Senhor, estamos sendo enganados pelo adversário da nossa alma e estamos fazendo o caminho inverso. Quando achamos que a solução de qualquer problema se dá através de campanhas, estamos voltando às religiões, às ladainhas em que vivíamos presos. Largamos o pecado, mas começamos a voltar para ele quando falamos mais no demônio do que no Senhor, falamos mais em enfermidades, em males do que na solução, que é o Senhor. Estamos voltando quando estamos esperando solução através de coisas, objetos, pessoas, esquecendo que o Senhor não precisa de nada para agir nas nossas vidas, porque Ele é o Senhor.
 "Irmãos, rogo-vos que sejais como eu, porque também eu sou como vós; nenhum mal me fizestes."(Gálatas 4:12). O apóstolo Paulo, esse abnegado pregador da Palavra de Deus, tem consciência de que serve somente ao Senhor, e, usado pelo Espírito, pede que os irmãos sejam como ele, que antes foi um religioso e se converteu totalmente a Jesus. Não importa onde andávamos no passado, a quem servíamos, mas, agora que ouvimos a voz do Senhor, o seu chamado, devemos responder com inteireza de coração, com fidelidade, e não tentando trazer práticas erradas e contaminadoras. Temos que ser como Paulo, que antes era Saulo, mas que em Cristo veio a ser uma nova criatura, um verdadeiro servo do Senhor, e não mais de religião ou engano. "E vós sabeis que primeiro vos anunciei o evangelho estando em fraqueza da carne; E não rejeitastes, nem desprezastes isso que era uma tentação na minha carne, antes me recebestes como um anjo de Deus, como Jesus Cristo mesmo." (Gálatas 4:13-14). Paulo, a primeira vez que pregou o Evangelho de Jesus Cristo aos gálatas, estava enfermo, e mesmo doente e impedido de prosseguir viagem ou grandes deslocamentos, usou esse tempo para ensinar a verdade. E a sua pregação, seus ensinamentos foram bem recebidos, e muitos abandonaram as práticas erradas, as imagens, os ídolos, abandonaram as religiões e vieram ao Senhor, converteram-se ao Pai. Mas agora, através de outros pregadores, de pessoas que se infiltraram no meio do povo, com ensinamentos contrários e heréticos, estavam começando a se desviar do Caminho. Começavam a fazer o que muitos fazem em muitos templos denominados evangélicos, como guardar dias para isso e para aquilo, chegando ao ponto de terem até dia especifico para expulsar demônios, além de venderem objetos de adoração. Pessoas recebem objetos, como toalha, garrafa de água, sal, rosa, palitos, como se fossem algo com poder. Pessoas recebem uma aliança de acrílico ou metal como se fosse um sinal visível do Senhor. "Qual é, logo, a vossa bem-aventurança? Porque vos dou testemunho de que, se possível fora, arrancaríeis os vossos olhos, e mos daríeis." (Gálatas 4:15).Sabemos do amor e do carinho das pessoas, assim como o apóstolo sabia. E, quando o receberam doente e enfermo, com problemas de visão, eles tudo fizeram por ele, e o principal: aceitaram bem a Palavra da verdade, mas, agora, pregadores mentirosos, aduladores estavam mudando a verdade e trazendo um novo evangelho religioso, assim como muitas igrejas, templos, têm pregadores especialistas em pregar um evangelho permissivo e tolerante com o pecado. Muitas, não poucas pessoas, estão caminhando para a morte por causa desses ensinamentos. "Fiz-me acaso vosso inimigo, dizendo a verdade?" (Gálatas 4:16). Será que por conhecer a verdade, por receber a verdade dos pregadores legítimos estão se fazendo nossos inimigos? Será que, por nos confrontar, apontar nossos erros e pecados estão se colocando como nosso inimigo, ou é o contrário?"Eles têm zelo por vós, não como convém; mas querem excluir-vos, para que vós tenhais zelo por eles. É bom ser zeloso, mas sempre do bem, e não somente quando estou presente convosco. Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós; Eu bem quisera agora estar presente convosco, e mudar a minha voz; porque estou perplexo a vosso respeito." (Gálatas 4:17-20).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário