NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

PERFEIÇÃO E SACERDÓCIO

"De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque, e não fosse chamado segundo a ordem de Arão?" (Hebreus 7:11)

 Muitos gostam de tentar seguir a lei, praticar os ensinamentos da lei mosaica, digo tentam, porque ninguém realmente consegue segui-la por completo, e, como a própria lei diz, maldito todo aquele que não a praticar por inteiro. Há várias religiões, seitas que tudo fazem para praticar parte da lei, apesar de acrescentarem novidades, e também da Graça, ou seja, fazem remendo e acham que estão corretos. Muitos criaram ensinamentos heréticos fundamentados em parte na lei mosaica. Mas o que temos que entender é que, se a lei dada por Moisés fosse perfeita, não haveria necessidade de Jesus ter vindo. Moisés, Arão eram da tribo de Levi, por tal motivo é que se fala ensinamentos levíticos. Jesus, o Supremo Sacerdote, não veio da família de Levi, mas Ele é chamado de Sacerdote da ordem de Melquisedeque, que foi um sacerdote enviado por Deus para abençoar e receber o dízimo de Abraão quando ainda não existia lei nem determinação sobre a obediência dos dízimos. Portanto, o sacerdócio não é da tribo de Levi, mas do Senhor, pois, quando Deus enviou Melquisedeque para abençoar Abrão, os patriarcas Isaque e Jacó não sonhavam em existir, havia somente a promessa do Senhor sobre Abrão. Existem diferenças gritantes entre a lei e a Graça. "Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei. Porque aquele de quem estas coisas se dizem pertence a outra tribo, da qual ninguém serviu ao altar.(Hebreus 7:12-13). Quando se muda a lei, obrigatoriamente se muda o sacerdócio; assim, quando Jesus veio na lei, e ela se cumpriu integralmente Nele, teve início uma nova lei, Novo Sacerdócio. A antiga aliança finalizou em Jesus, o Antigo Testamento, e começou o Novo Testamento, Nova aliança, que só teve valor a partir da morte daquele que a fez. Assim começou a Nova Aliança, que não procede de Levi, e ninguém jamais até então tinha servido no altar, porque o Sacerdócio Dele não tinha sido exercido no mundo.
 "Visto ser manifesto que nosso Senhor procedeu de Judá, e concernente a essa tribo nunca Moisés falou de sacerdócio." (Hebreus 7:14). A descendência terrena de Jesus era da tribo de Judá e não a de Levi, como era exigido para participar do sacerdócio. Segundo a lei, somente as pessoas da tribo de Levi podiam cuidar de qualquer coisa relacionada ao sacerdócio, assim todos os que ministravam, cuidavam, transportavam, todos os que faziam qualquer coisa pelo templo, ministério, eram da tribo de Levi. Jesus veio de outra tribo, exatamente para ficar claro que era um Novo Sacerdócio, mas que o antigo conduzia para Ele. Se observarmos, veremos que o Senhor extinguiu as observâncias do sábado e dos oferecimentos de sacrifícios e holocaustos, que eliminou a lei do olho por olho e dente por dente, o que na época da lei deveria ser cumprido sob pena de ser apedrejado até a morte. Portanto, não se pode querer cumprir parte da antiga lei que é obsoleta, mas praticar a Graça e os ensinamentos, o Evangelho de Jesus Cristo. Jesus deixou bem claro que não se pode colocar remendos novos em vestes velhas, nem vinho novo em odres velhos, pois se rompem. Assim, Ele está dizendo que não adianta, não se pode tentar cumprir a lei na época da Graça. "E muito mais manifesto é ainda, se à semelhança de Melquisedeque se levantar outro sacerdote, Que não foi feito segundo a lei do mandamento carnal, mas segundo a virtude da vida incorruptível." (Hebreus 7:15-16). Melquisedeque, que foi o sacerdote que surgiu para abençoar Abrão, não tinha genealogia conhecida, porque ele representava, prefigurava Jesus, que viria milhares de anos depois. Assim, a Nova aliança já estava determinada por Deus há muitos anos diante da fraqueza da lei que apontava o pecado, mas não o eliminava, e os seus mandamentos só serviam para os encobrir até a nova aliança. "Sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias nem fim de vida, mas sendo feito semelhante ao Filho de Deus, permanece sacerdote para sempre." (Hebreus 7:3). E mais: "E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; e era este sacerdote do Deus Altíssimo.E abençoou-o, e disse: Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra; E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos. E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo." (Gênesis 14:18-20). Jesus é o Sacerdote da ordem de Melquisedeque, porque, quando ainda não existiam os patriarcas, ou o patriarca Levi, Ele já existia, antes de Judá Ele já existia, e o primeiro sacerdote bíblico foi Jesus, que era Melquisedeque.
 "Porque ele assim testifica: Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque." (Hebreus 7:17). Jesus estava com Deus desde o início na Criação, e durante todo o tempo foi o primeiro Sacerdote. Cristo é Sacerdote Eterno, portanto, ao assumir o ministério terreno, invalidou a antiga lei, que foi criada posteriormente à inauguração do seu Sacerdócio. Por toda a eternidade, o nosso Sacerdote é o Senhor Jesus Cristo, que ofereceu o Sacrifício Real uma única vez por todos nós. Assim como na antiga lei só podia haver um supremo sacerdote, Jesus veio e mostrou que somente Ele é o Supremo Sacerdote. "Porque o precedente mandamento é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade (Pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou) e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus." (Hebreus 7:18-19). A ordenança anterior foi revogada, porque era inútil e fraca; revogação quer dizer cancelamento, extinção, e é exatamente isto que quer dizer ab-rogado. A antiga lei foi cancelada, ela se finalizou em Jesus, portanto não cabe a ninguém tentar praticá-la, mesmo porque sabemos que a lei e os profetas se cumpriram em Jesus. Temos que viver, praticar o Evangelho de Jesus Cristo e não buscar uma facilidade da antiga aliança, porque, para que se faça isso, é necessário que se cumpra ela por inteiro, como Jesus cumpriu. Se a lei fosse perfeita, não haveria necessidade de uma Nova Aliança, um Novo Testamento, mas exatamente pela sua falibilidade que foi necessária. A lei Mosaica não conduzia ninguém a Deus, mas a Nova é Deus, e é o único meio que se chega a Deus. Jesus é o único Caminho que nos conduz ao Pai, e, para irmos por Ele, é necessário simplesmente praticar o seu Evangelho, que é Ele próprio, porque Ele é o Verbo, a Palavra, e, se a cumprirmos, estamos obedecendo e andando no Caminho. Todo sacerdote baseia-se no seu juramento, e com Jesus não foi diferente, porque foi ungido, consagrado pelo Pai como Sumo Sacerdote para toda a eternidade e nos entregou a Ele." E visto como não é sem prestar juramento (porque certamente aqueles, sem juramento, foram feitos sacerdotes, Mas este com juramento por aquele que lhe disse: Jurou o Senhor, e não se arrependerá; Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque, De tanto melhor aliança Jesus foi feito fiador."(Hebreus 7:20-22).Jesus é o nosso fiador, e, como fomos entregues a Ele, seremos submetidos ao seu julgamento, e no Dia do Juízo todos compareceremos diante Dele. Assim, quem não aceitou a sua Aliança, seu Testamento será por Ele julgado e condenado, porque desprezou o Sacrifício da Cruz, o Sangue da Nova Aliança. "E, na verdade, aqueles foram feitos sacerdotes em grande número, porque pela morte foram impedidos de permanecer, Mas este, porque permanece eternamente, tem um sacerdócio perpétuo. Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por Ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles. Porque nos convinha tal Sumo Sacerdote, Santo, Inocente, Imaculado, Separado dos pecadores, e feito mais sublime do que os céus; Que não necessitasse, como os sumos sacerdotes, de oferecer cada dia sacrifícios, primeiramente por seus próprios pecados, e depois pelos do povo; porque isto fez Ele, uma vez, oferecendo-se a si mesmo. Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho, perfeito para sempre."(Hebreus 7:23-28). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário