NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

PELA VIRTUDE DO ESPÍRITO

"Então, pela virtude do Espírito, voltou Jesus para a Galiléia, e a sua fama correu por todas as terras em derredor." (Lucas 4:14)

 Jesus tinha sido batizado no rio Jordão pelo profeta João Batista, tinha também recebido o Espírito Santo, que veio sobre Ele em forma corpórea de uma pomba. Deus tinha falado do alto em voz audível para todos que Ele era o Filho Amado e que Nele tinha prazer. Depois disso, o próprio Espírito Santo de Deus tinha o conduzido ao deserto, onde foi tentado pelo diabo durante quarenta dias e resistiu a todas as tentações, saindo vencedor. Jesus volta agora cheio de Poder e vai para Galiléia, e por toda a parte já se falava Nele, porque operava milagres e maravilhas, curava enfermos, libertava as pessoas possuídas de espíritos malignos, e, principalmente, pregava o Evangelho. Falava sobre o Reino de Deus. Ele comunicava que o Reino havia chegado. Jesus não se afastou em nenhum momento da sua missão, que era ensinar o Evangelho e mostrar o Poder de Deus. "E ensinava nas suas sinagogas, e por todos era louvado. E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler." (Lucas 4:15-16). Jesus ensinava o Evangelho nos templos. Jesus pregava nos templos, nas igrejas dos judeus, ao contrário do que muitos dizem que Ele não pregava em igrejas. Sempre que possível, Jesus estava ensinando nos templos, claro que não foi onde fez a maioria das suas pregações, mesmo porque não existiam templos com a capacidade física de suportar a quantidade de pessoas que participaram de muitos de seus cultos. Jesus foi para Nazaré, onde foi criado e cresceu, portanto todos o conheciam e sabiam da sua origem humana. Sabiam que Ele era filho de Maria e José, a bem que essa não era a Verdade, pois Jesus era e é Filho de Deus para toda a eternidade. "E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito (Lucas 4:17). Jesus começou a ler o livro de Isaías no capítulo 61, não sabemos se foi Ele mesmo que escolheu ou se simplesmente era o texto escolhido para aquele dia, porque os livros do Antigo Testamento eram escritos em rolos e guardados em lugar especial na sinagoga e passados para o leitor por um funcionário específico. Portanto, não sabemos se foi Ele mesmo quem fez a escolha desse trecho ou se foi o escolhido para aquele dia, mas o fato foi que era a Palavra de Deus para os judeus falando do seu Filho amado.
 "O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração, A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do Senhor." (Lucas 4:18-19). Jesus leu exatamente no livro de Isaías, capítulo 61, os versículos 1 e 2 em que se fala sobre Ele, em que Isaías pelo Espírito fala de Jesus e quem é e sobre a sua missão, porque Jesus tinha a unção e poder para evangelizar, pregar para os pobres, uma vez que Ele não veio para os ricos espiritualmente, porque estes não precisavam Dele. Quem mais precisa conhecer o Senhor são os pobres de espírito, os que vivem em opressões. Jesus veio para curar os quebrantados de corações, os que buscam, os que têm sede da Verdade, que buscam o Senhor. Os que não estão satisfeitos com os sofrimentos, com a dor e a opressão do adversário, os que querem desfrutar da paz do Senhor. Jesus veio para libertar todos os oprimidos do nosso adversário, veio trazer a liberdade e inaugurar uma nova era, um novo século, baseado na fé e não nas obras da lei. Jesus veio para fazer os cegos espirituais enxergarem, fazer com que as escamas dos seus olhos caíssem e eles pudessem enxergar o amor de Deus e receber a salvação Nele. "E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos Nele.Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos." (Lucas 4:20-21). Jesus pegou o livro de Isaías, leu-o, depois o fechou e o entregou ao oficial encarregado de guardá-lo. Como Ele demorou um pouco para falar, fazer algum comentário, todos ficaram olhando, esperando o que Ele poderia falar. Possivelmente esperavam algum comentário rotineiro, como muitos faziam, mas com certeza não esperavam a revelação Dele dizendo que o que estava escrito ali se cumpria Nele.Aquele garoto que cresceu no meio deles, que o conheciam desde pequeno, agora faz uma afirmação de que Ele era o Messias, que a Palavra a que Isaías se referia era a seu respeito. Jesus afirma que a Palavra tinha se cumprido Nele, e que Ele é que tinha sido enviado para libertar os cativos, curar os quebrantados de coração, abrir os olhos dos cegos. Como eles já tinham sabido de muitos milagres que Jesus tinha feito em outros lugares, ficaram impressionados com essa revelação.
 "E todos lhe davam testemunho, e se maravilhavam das palavras de graça que saíam da sua boca; e diziam: Não é este o filho de José?" (Lucas 4:22).Todos ficaram atônitos com a revelação de que Ele era o Messias, o revelado por Isaías e os outros profetas do Antigo Testamento. Então começaram a questionar como poderia ser Ele, pois todos o conheciam, era o menino Jesus, crescido no meio deles, filho de José, o carpinteiro. É interessante como as pessoas gostam de se ater somente ao que lhes é conveniente entender, porque as Escrituras falavam de Jesus desde o nascimento, ou melhor, antes do nascimento. E se eles realmente observassem, veriam que em Jesus estava se cumprindo, mas preferiram olhar com olhos carnais e apontar o que viam de imediato. Assim somos nós, gostamos de falar de promessas de Deus para as nossas vidas, mas não queremos saber das obediências, esquecendo que uma coisa está ligada a outra. Como a bênção, os milagres não acontecem, não recebemos o que queremos ou pedimos, achamos que o Senhor falhou ou que a promessa não é para todos. Temos que abrir os nossos olhos e olhar de maneira espiritual, pois somos seres espirituais. "E ele lhes disse: Sem dúvida me direis este provérbio: Médico, cura-te a ti mesmo; faze também aqui na tua pátria tudo que ouvimos ter sido feito em Cafarnaum." (Lucas 4;23). Jesus, diante da incredulidade deles, cita um provérbio, porque eles sabiam, tinham ouvido tudo o que Jesus tinha feito em outros lugares. Sabiam dos milagres e prodígios que Ele tinha operado em Cafarnaum, e com certeza os queriam também. Mas não tinham fé para receber o milagre, e sabemos que sem fé é impossível agradar a Deus. Devemos entender que existe diferença entre fé e querer algo, querer é desejar, fé é ter a certeza de que vai receber, que vai acontecer. As pessoas queriam que Jesus provasse, mostrasse quem era e operasse o que falavam que Ele tinha feito em outros lugares, mas não acreditavam que ele poderia fazer. "E disse: Em verdade vos digo que nenhum profeta é bem recebido na sua pátria." (Lucas 4:24). Jesus mostra que o profeta não tem honra em casa, pois, como as pessoas o conheciam de antes, não creem na transformação e no Poder de Deus sobre Ele, uma vez que esperam algo sobrenatural, mágico, e não uma ação simples como as coisas do Senhor o são. "Em verdade vos digo que muitas viúvas existiam em Israel nos dias de Elias, quando o céu se cerrou por três anos e seis meses, de sorte que em toda a terra houve grande fome; E a nenhuma delas foi enviado Elias, senão a Sarepta de Sidom, a uma mulher viúva. E muitos leprosos havia em Israel no tempo do profeta Eliseu, e nenhum deles foi purificado, senão Naamã, o siro."(Lucas 4:25-27). Jesus cita então exemplos bíblicos da falta de fé do povo hebreu, dos judeus, e mostra que por esse motivo profetas usados por Deus operaram milagres em estrangeiros diante da incredulidade do seu povo. Assim ainda acontece, vemos pessoas de várias religiões e seitas receberem milagres, e os crentes não receberem, isso ocorre por não terem fé. Mas, quando são confrontados, mostrando que são pessoas que somente falam, mas não têm fé, elas reagem com violência e querem matar, como quiseram matar Jesus. "E todos, na sinagoga, ouvindo estas coisas, se encheram de ira. E, levantando-se, o expulsaram da cidade, e o levaram até ao cume do monte em que a cidade deles estava edificada, para dali o precipitarem. Ele, porém, passando pelo meio deles, retirou-se.(Lucas 4:28-29). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário