NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

INSENSATOS

"Ó insensatos gálatas! quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi evidenciado, crucificado, entre vós?"(Gálatas 3:1)

 Paulo chama atenção dos gálatas por eles se desviarem do Evangelho puro e seguirem os judaizantes com doutrinas baseadas na lei, e não na Graça. Paulo, ao chamá-los de insensatos, não está dizendo que eles tenham limitações mentais, mas simplesmente deixaram de empregar a capacidade de percepção. De igual forma podemos nos referir a muitos que frequentam igrejas denominacionais e se propõem a fazer sacrifícios, ou oferecer sacrifícios para obter algo. Algumas pessoas, para alcançarem uma bênção, um socorro, praticam a lei, praticam atos sacrificiais, desmerecendo o sacrifício da cruz. Vão a altares ofertando tudo o que têm e não têm; com o objetivo de restaurar um casamento, tiram a aliança do dedo e a ofertam no altar. Não percebem, primeiramente, que não deveriam tirar a aliança, pois Deus foi testemunha de todos os casamentos legalizados, foi testemunha da aliança. Portanto, ao tirar a aliança com desculpas de oferecer-Lhe, essas pessoas estão se desfazendo de um compromisso firmado por Ele. Segundo, não entendem que o Senhor não pede nada além do que está em sua Palavra; é mandamento devolver os dízimos, que pertencem a Ele, ofertar quando temos o que ofertar, mas jamais sacrifícios. O Senhor não é Deus de barganha, portanto todos os que participam de campanhas e, no final, oferecem ou se sacrificam para dar valores estão pecando. Isso é obra da carne, é sacrifício, é pecado. "Só quisera saber isto de vós: recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé?" (Gálatas 3:2). A lei se cumpriu em Jesus, e desde então vivemos na Graça. Jesus foi o único sacrifício vivo aceitável, e Nele tudo se finalizou e vivemos livres. Não recebemos o Espírito Santo, o Consolador de Deus, através de obras da nossa carne, mas o recebemos por Jesus. Estou falando do Espírito de Deus, que nos convence do erro, do juízo e do pecado, e mais ainda: quando recebemos o batismo, não é por obra da lei, mas é pela Graça. Jesus disse que Ele iria, mas enviaria o Consolador, o Espírito da parte do Pai, que nos guiaria em todos os caminhos. Foi promessa do Senhor e se cumpriu, e não temos que fazer nenhum sacrifício para sermos guiados pelo Espírito de Deus, temos que ouvi-Lo somente e obedecer-Lhe.
 "Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis agora pela carne?" (Gálatas 3:3). Somente agindo de forma insensata, de maneira emocional, é que alguém pode abandonar a vontade do Espírito para atender à vontade da carne. Quando entendemos que temos que fazer alguma coisa para que Deus nos ouça, nos atenda, quando resolvemos nos sacrificar, oferecer sacrifícios, estamos praticando obras da lei. Quando nos convertemos, quando aceitamos o Senhor, permitindo que Ele comandasse as nossas vidas, não foi através de obra da carne, não tivemos que fazer esforço algum, simplesmente nos entregar a Ele. Não importa se alguém nasceu em um lar evangélico, mesmo porque isso não a torna crente em Jesus, o que a faz é quando ela, por sua vontade, entrega-se ao Senhor. Portanto, depois que nos entregamos, nos rendemos a Ele, agora podemos querer sacrificar, ou negociar para obter algo. "Será em vão que tenhais padecido tanto? Se é que isso também foi em vão." (Gálatas 3:4) Quando nos convertemos ao Senhor, passamos por lutas, afrontas e perseguições, na maioria das vezes no nosso meio familiar. Amigos, conhecidos, no trabalho, e, como estamos no primeiro amor, não olhamos para isso, e seguimos em frente. Passamos por lutas internas, abandonando os pecados, as práticas erradas, e buscando nos moldar ao Evangelho. Depois de tudo isso não podemos nos curvar às obras da lei e tentar conquistar alguma coisa por nós mesmos. Não podemos participar somente de uma religião, de barganhas, não podemos tentar chamar a atenção do Senhor por qualquer ato nosso, devemos simplesmente praticar a sua Palavra."Aquele, pois, que vos dá o Espírito, e que opera maravilhas entre vós, o faz pelas obras da lei, ou pela pregação da fé?" (Gálatas 3:5). Quando nos convertemos ao Senhor, não o fizemos por nenhum sacrifício ou obra da lei, mas porque ouvimos a pregação da fé, ouvimos a Palavra viva. Podemos ouvir a Palavra de inúmeras maneiras, como assistir a uma pregação, ler a Bíblia, um livro, uma mensagem como essa. Pode ser através de uma pessoa que vem até nós falando do amor de Deus, de um convite para irmos a uma igreja, pode ser através até de uma criança, mas o fato é que, quando acontece, não é por obra da lei, é pela fé que nos convertemos ao Senhor. Quando ouvimos o Espírito, nos convencemos e nos rendemos, e Ele faz toda a obra.
 "Assim como Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça. Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão." (Gálatas 3:6-7). Somos todos descendentes de Abraão, o pai da fé, os que são praticantes da fé em Jesus, os que creem no Evangelho de Jesus Cristo. E crer, Jesus nos disse que é quem obedece aos seus preceitos e ordenanças, e essa obediência é pela fé. Assim, para falarmos que somos descendentes de Abraão, é necessário ser praticante da fé e viver pela fé em Jesus. Se vivemos pela fé, não vivemos pelas obras da carne e nem pela lei, então somos vencedores em Cristo. A justiça de Deus se manifesta em nossas vidas através da fé e não de outra maneira. "Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o Evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti."(Gálatas 3:8). Deus, tendo determinado que haveria de justificar, salvar todos pela fé, anunciou primeiro o Evangelho a Abraão, falou diretamente com ele, deu ordens que foram obedecidas pela fé. Mesmo porque naquela época não existia lei nem ordenanças, a não ser as que vinham diretamente da boca do Senhor. Como esse patriarca foi fiel, manteve-se firme na fé, alcançou a promessa e hoje toda a nação é bendita nele. "De sorte que os que são da fé são benditos com o crente Abraão." (Gálatas 3:9). Os que são da fé, que vivem e praticam a fé em Jesus Cristo, são benditos como o crente Abraão. Mas os que não praticam a fé, a Graça, que vivem pela lei, praticam desafios, são malditos, pois a palavra diz que é maldito todo aquele que não pratica toda a lei. Bênção e maldições, ser abençoado ou viver na maldição, a escolha é nossa. "Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las."(Gálatas 3:10). Todos os que querem alcançar o Senhor através de sacrifícios, desafios, estão debaixo de maldição, porque é obra da lei, que se extinguiu em Jesus. E para oferecerem sacrifícios e fazer desafios, têm que viver na totalidade da lei, e ninguém consegue, por isso é maldito. Teriam também que oferecer sacrifícios diariamente, holocaustos, guardar o sábado, e todas as ordenanças da antiga lei. Portanto, todas as pessoas que se submetem a ordenanças antigas praticadas e incentivadas por algumas denominações estão indo contra o Evangelho de Jesus Cristo. "E é evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela fé." (Gálatas 3:11). Ninguém consegue se justificar diante do Senhor praticando qualquer obra da lei. A nossa justificação vem pela fé em Jesus Cristo, e somente por Ele. Não existe fé em qualquer outra coisa que nos justifique diante do Senhor, somente Jesus. "Ora, a lei não é da fé; mas o homem, que fizer estas coisas, por elas viverá. Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; Para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo, e para que pela fé nós recebamos a promessa do Espírito." (Gálatas 3:12-14). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário