NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

SACERDOTE DA ORDEM DE MELQUISEDEQUE

"Porque todo o sumo sacerdote, tomado dentre os homens, é constituído a favor dos homens nas coisas concernentes a Deus, para que ofereça dons e sacrifícios pelos pecados; E possa compadecer-se ternamente dos ignorantes e errados; pois também ele mesmo está rodeado de fraqueza." (Hebreus 5:1-2)

 O sacerdote, pastor que foi chamado por Deus para representar o povo diante de Dele e mostrar a Sua vontade diante do povo, não pode ser qualquer um, somente aquele que realmente é chamado pelo Senhor. A função do pastor é ensinar as leis de Deus, é apresentar o Reino, mostrar o Caminho, que é Jesus. Também interceder em prol das suas ovelhas, apresentar os pedidos do povo ao Senhor, é clamar, rogar por perdão pelos pecadores. Pastores têm que pedir perdão constantemente por suas vidas e, principalmente, pelas vidas de cada ovelha que recebeu para cuidar e proteger. Pastor sacerdote não é um homem intocável, mas uma pessoa como qualquer outra, sujeita às mesmas aflições e lutas, passando por dificuldades como qualquer outro, e até mais. Ser sacerdote ou pastor é receber a qualificação do Senhor, não de uma escola de teologia, ou denominação, mas ser preparado pelo Pai para o representar. O Senhor escolhe, capacita e envia. Mas é claro que nos deparamos com muitos que se fizeram sacerdotes, pastores com objetivos e intenções gananciosas, pessoas que usam do carisma, cultura, pessoas que se preparam para usar as emoções, tudo com o objetivo de levar vantagens. Essas pessoas que se fazem sacerdotes e pastores são mercenários que não cuidam das ovelhas, muito pelo contrário, as enganam e extorquem, e o pior: as conduzem à perdição eterna. "E por esta causa deve ele, tanto pelo povo, como também por si mesmo, fazer oferta pelos pecados." (Hebreus 5:1). A função do sacerdote é clamar, rogar sempre ao Senhor por perdão por ele e pelo povo, porque a obrigação do sacerdote é oferecer sacrifícios pelo povo. Não sacrifício físico, material, mas clamar por perdão pelo povo, pois Deus cobrará cada alma que se perder do sacerdote. Portanto, o sacerdote ou pastor tem que ter a consciência disso, sabendo que não é número o que conta, mas o ensino verdadeiro, a conversão de suas ovelhas.
 "E ninguém toma para si esta honra, senão o que é chamado por Deus, como Arão." (Hebreus 5:4). Ninguém pode ser sacerdote, pastor do Senhor se não for realmente chamado, os que se assim fazem por conta própria ou por engano são conhecidos pelas suas pregações e ensinos emotivos e tolerantes. Os vários que estão à frente de ministérios grandes e pequenos, que se fizeram sacerdotes, apesar de falarem ou citarem o nome do Senhor, nada têm com Deus, e não representam Cristo. Os representantes de Cristo são conhecidos por agir, atuar igual a Ele, seguir a sua doutrina em todos os sentidos. Cantar, orar, rezar, fazer campanhas, dirigir igrejas nada disso é sinônimo de aprovação de Deus. Mas o representante do Reino vive o Evangelho, e nos seus templos nada é pregado, ensinado, que seja contrário ao Evangelho, à Bíblia, à Palavra de Deus. Deus não destruirá nenhum templo, igrejas que tenham esses falsos sacerdotes, pastores, assim como não destruirá nenhum templo de outra religião ou seita. Mas esses no momento certo prestarão contas por si e por todos os que fizeram errar. Sacerdotes do Senhor, legítimos, são poucos, digo os realmente chamados por Deus, os que pregam e ensinam a Verdade, os que são representantes do Reino e que representam suas ovelhas com legitimidade. "Assim também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, Hoje te gerei."(Hebreus 5:5). Deus foi quem elegeu Cristo, seu Filho amado, como o nosso Sumo Sacerdote, mesmo sabendo as implicações, os sofrimentos e as lutas que este teria que sofrer. Deus não escolheu nenhum anjo, ou arcanjo, e sim seu Filho amado para sofrer e morrer em nosso lugar. Não foi o próprio Jesus que se escolheu ou se levantou como nosso Pastor, Sacerdote; foi escolhido por Deus. Assim, o sacerdote tem que ser escolhido por Deus e não por homens. "Como também diz, noutro lugar: Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque." (Hebreus 5:6). Deus colocou seu Filho como nosso eterno Sacerdote, a ordem de Melquisedeque, rei de paz que recebe o seu povo após a luta para coroá-los. Melquisedeque, o sacerdote primeiro que Deus enviou para receber o dízimo de Abrão. O verdadeiro sacerdote do Senhor recebe o dízimo do Senhor, que é a obediência e adoração, compromisso com o Senhor, assim como o patriarca. Sacerdote e pastor não são feitos ou fabricados em curso de teologias, mas enviados pelo Pai.
 "O qual, nos dias da sua carne, oferecendo, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que o podia livrar da morte, foi ouvido quanto ao que temia." (Hebreus 5:7).Jesus, o nosso eterno Sacerdote, foi escolhido por Deus Pai e enviado para cumprir a missão. E durante o tempo em que viveu como homem, na sua carne, experimentou todo tipo de lutas, sofrimentos e perseguições. Deus não enviou seu Filho para ser sacerdote eterno, desfrutando de privilégios, muito pelo contrário, foi enviado para suportar sofrimentos, os quais a maioria de nós não conseguiríamos suportar. Jesus chorou, clamou ao Pai, tamanha foi a dor que seu suor se transformou em sangue, fenômeno explicado diante de grande sofrimento. Jesus clamava sempre pelo povo, intercedia pedindo perdão por eles; no final, fez o relatório dizendo ao Pai que nenhuma das ovelhas que o Pai tinha lhe dado, nenhuma se perdeu, somente o filho da perdição, que já era esperado. Sacerdote, pastor, tem obrigação de sofrer pelo povo, clamar e jamais perder ovelhas, também desmascarar os bodes, lobos, ursos, os hipócritas que procuram se infiltrar no meio das ovelhas. "Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu.
E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem; Chamado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.
"(Hebreus 5:8-10). 
Jesus era Filho de Deus e foi enviado como Sacerdote para sofrer, padecer por nós, pecadores. Jesus é o primogênito em tudo, e nós devemos segui-lo, imitá-lo, tanto no sacerdócio como também na ressurreição. Ser pastor, sacerdote é receber um chamado para lutar, interceder e sofrer pelo povo, pelas ovelhas que o Senhor envia para cuidar. Ser sacerdote não é viver de forma esplêndida e maravilhosa, pois quem assim vive não é sacerdote do Senhor, pode ser sacerdote, mas do adversário, e simplesmente cita o nome do Senhor. "Do qual muito temos que dizer, de difícil interpretação; porquanto vos fizestes negligentes para ouvir."(Hebreus 5:11).Possivelmente muitos não têm esse entendimento e não aceitam essa Palavra, por serem ainda imaturos na fé, não digo em tempo de igreja. Devemos abrir os nossos olhos para compreender com exatidão o Evangelho de Jesus Cristo, e não sermos enganados pelos falsos sacerdotes. "Porque, devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento." (Hebreus 5:12).Sejamos adultos na fé, não vivamos por emoções, sejamos verdadeiros adoradores do Senhor, sejamos praticantes do Evangelho, amemos o Senhor não só de palavras, mas em espírito e em verdade. Cresçamos no Evangelho. "Porque qualquer que ainda se alimenta de leite não está experimentado na Palavra da Justiça, porque é menino.Mas o mantimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal." (Hebreus 5:13-14). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário