NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 30 de abril de 2015

SANTIFICAÇÃO E SEPARAÇÃO

"Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor; Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem." (Hebreus 12;14-15)

 Jesus nos deixou a paz, e devemos lutar sempre contra nós mesmos, nossa carne, para nos mantermos e vivermos em paz, porque não existe cristão que viva em violência, em tumultos, confusões, brigas, pelejas. Para vermos o Senhor, desfrutarmos da sua companhia, é necessário estar em paz, receber e transmitir paz. Não podemos permitir que nenhuma raiz de amargura brote, nasça em nossos corações, não podemos permitir ser contaminados por essas coisas. Devemos em tudo dar glórias a Deus, não importa o que nos fizeram ou estejam nos fazendo, se possível, nos desviarmos, sairmos do que está nos fazendo mal, então que façamos. Mas devemos sair em paz, não podemos ficar com ódio ou remoendo algo que alguém nos fez, devemos perdoar todas as ofensas. Em todo o tempo, devemos nos santificar se queremos ver e viver na eternidade junto com Deus, porque o Senhor exige isto de nós. "Mas, como é Santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; Porquanto está escrito: Sede santos, porque Eu Sou Santo."(1 Pedro 1:15-16). Santidade não é uma opção, é uma exigência, um mandamento do Senhor, para todos os que querem vê-lo. Se queremos ver Deus agir em nossa casa em todas as áreas das nossas vidas, é necessário, obrigatório nos santificar. Santificar é se separar, para o Senhor agir, viver de acordo com a Palavra de Deus; é não se permitir viver de acordo com a vontade carnal, mas ser guiado pelo Evangelho. Quem se santifica ao Senhor não se permite agir com raiva ou ódio ou amargura, não vive lamentando, reclamando, porque sabe que tudo vem do Senhor. "E ninguém seja devasso, ou profano, como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura." (Hebreus 12:16). Não podemos ser como Esaú, que desprezou o seu direito de filho mais velho, o que fez por não apreciar os valores verdadeiros, e era profano no conceito de vida.
 "Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscou."(Hebreus12:17). Foi rejeitado porque apenas lastimava a sua perda, mas não se arrependeu de seu pecado. Sua tristeza não era "segundo a tristeza de Deus", a qual produz um arrependimento que leva à salvação, mas "a tristeza segundo o mundo", a qual produz a morte. Assim, quando perdemos algo, ou alguém, e na tristeza buscamos o Senhor para restaurar, para conseguirmos alcançar uma bênção somente e não nos arrependemos dos nossos erros, estamos agindo igual a Esaú, e também receberemos o mesmo que Ele. Mas trocar a primogenitura espiritual por alívio temporário neste mundo vai nos deixar privados da bênção de Cristo. Não podemos transgredir a fé nem mesmo para obter alívio em perseguições. Tudo neste mundo é passageiro, temporário, e nada, por melhor que possa parecer, pode ser trocado pela nossa bênção em Jesus. Nossa vida, nossa maneira de viver em separado não pode ser negociável, porque estaremos negociando, abrindo mão da nossa vida. "Porque não chegastes ao monte palpável, aceso em fogo, e à escuridão, e às trevas, e à tempestade, E ao sonido da trombeta, e à voz das palavras, a qual os que a ouviram pediram que se lhes não falasse mais; Porque não podiam suportar o que se lhes mandava: Se até um animal tocar o monte será apedrejado ou passado com um dardo. E tão terrível era a visão, que Moisés disse: Estou todo assombrado, e tremendo." (Hebreus 12:18:21). Esses versículos referem-se à ocasião inspiradora de reverente temor, em que a lei foi outorgada no monte Sinai. Essa referência focaliza a montanha intocável, as ordenanças, as advertências aterradoras e as penalidades severas que acompanhavam a antiga aliança. Os crentes em Jesus Cristo não têm aliança tão ameaçadora e não devem pensar em voltar a ela. "Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos" (Hebreus 12:22). Não ao monte Sião de verdade (Jerusalém ou a sua parte sudeste), mas à cidade Celestial de Deus e dos que ali habitam com Ele. As circunstâncias com que a antiga aliança foi outorgada e as características da nova aliança ressaltam o total contraste entre as duas alianças e lançam os alicerces para mais uma advertência e exortação aos que ainda pensam em voltar.
 "À universal assembleia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados." (Hebreus 12:23). Se temos como objetivo a Nova Sião, não podemos ser profanos, não podemos abrir mão de viver em santificação, porque os nossos nomes estão escritos no Céu e não podemos permitir que sejam riscados do livro da vida. Mas se mesmo frequentando um templo, uma igreja física, se não estivermos vivendo em constante santidade, não pertencemos à UNIVERSAL ASSEMBLEIA E IGREJA DOS PRIMOGÊNITOS. Para pertencermos, é necessário seguir a maior das exigências, que é santificar, caso contrário, não veremos Deus. "Sejam riscados do livro dos vivos, e não sejam inscritos com os justos." (Salmos 69:28). E mais:"Então disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei do meu livro."(Êxodo 32:33). Além de "E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo."(Apocalipse 20:15). Mas aos que se santificam "O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos."(Apocalipse 3:5). A exigência da santificação, da perseverança na prática da palavra de Deus, a separação do mundo e das coisas imundas só podem ser cumpridas pela fé em Jesus Cristo. Assim, não podemos abrir mão dessa exigência em prol de qualquer momento de felicidade ou de alegria aqui, uma vez que sabemos que a verdadeira satisfação está no Senhor. Não podemos ser como Esaú, que abriu mão por pouco tempo, mas não mais conseguiu. "E a Jesus, o Mediador de uma nova aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel." (Hebreus 12:24). O sangue de Abel clamava por justiça e retribuição, e o sangue de Jesus derramado na cruz fala de perdão e reconciliação. Jesus derramou o seu precioso sangue para que pudéssemos receber o perdão e alcançar a salvação, a verdadeira vida, mas os que rejeitam o sangue do Filho de Deus sofrerão o castigo eterno. "Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles que rejeitaram o que na terra os advertia, muito menos nós, se nos desviarmos daquele que é dos céus." (Hebreus 12:25). Aquele que nos adverte dos céus, Cristo veio dos céus e está nos céus. Como temos uma revelação maior, temos maior responsabilidade, e por isso passamos maior perigo. Não podemos brincar ou nos desviar do Evangelho, da separação para Cristo, para não cairmos na morte para sempre. "A voz do qual moveu então a terra, mas agora anunciou, dizendo: Ainda uma vez comoverei, não só a terra, senão também o céu. E esta palavra: Ainda uma vez, mostra a mudança das coisas móveis, como coisas feitas, para que as imóveis permaneçam.Por isso, tendo recebido um Reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente, com reverência e piedade; Porque o nosso Deus é um fogo consumidor." (Hebreus 12:26-29). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário