NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 24 de março de 2015

COMO PASSAR PELA PORTA

"E percorria as cidades e as aldeias, ensinando, e caminhando para Jerusalém." (Lucas 13:22)

   Jesus tinha pregado, ensinado sobre arrependimento, tinha curado uma mulher que andava encurvada havia dezoito anos, além de ter contado a parábola sobre grão de mostarda e fermento. Todo o ministério de Jesus foi essencialmente de ensino, de pregação, sobre o Reino de Deus, chamando o povo ao arrependimento. Inúmeras foram as parábolas que Ele citou, para exemplificar os seus ensinos. Jesus ensinava em reunião aberta a todos, ensinava nos templos e em particular para os seus discípulos. O Senhor percorria as cidades e povoados, mesmo os considerados inimigos, como Samaria, e pregava o Reino, mostrava o caminho da salvação. As pregações do Senhor não eram emotivas e nem tinham nenhum oferecimento de bênçãos ou milagres, mas os doentes que vinham ao seu encontro Ele os curava. O que temos de saber foi que o ministério de Jesus foi de ensino, ministrações, o que Ele fez de forma incansável durante três anos. Mesmo nos momentos de descanso, Ele estava ensinando, andando ou fazendo qualquer outra coisa, estava sempre nos ensinando. "E disse-lhe um: Senhor, são poucos os que se salvam? E ele lhe respondeu." (Lucas 13:23). Durante a sua pregação, enquanto se dirigia para Jerusalém, um dos ouvintes lhe pergunta se seriam poucos os que se salvariam. Essa pergunta demonstra a preocupação deste ao saber que o que conduz à salvação é obediência e santidade. Essa mesma pergunta muitos ainda fazem; são os que reconhecem a sua condição de pecador, e o que é pior, não estão dispostos a abrir mão de muita coisa, uns dizem que vão descansar nas misericórdias do Senhor. A salvação não depende do Senhor mais, porque Ele já nos deu direito e condições de sermos salvos, mas, para a conseguirmos, devemos nos unir a Ele. E essa união não se dá somente com orações, mas fundamentalmente com a prática do seu Evangelho, com obediência aos seus preceitos. Como muitos querem a salvação e querem também desfrutar do mundo, se transformam em religiosos, assim, quando ouvem o ensino verdadeiro, a pregação legítima sobre salvação, se preocupam não somente com eles próprios, mas com os demais, sabendo a condição da humanidade. Esse que fez a pergunta deve ter notado que, a despeito das grandes multidões que vinham ouvir a pregação de Jesus e receber a cura, havia bem poucos seguidores leais, assim como hoje.
   "Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão." (Lucas 13:24). Jesus não responde de modo direto, Ele adverte que muitos tentariam entrar depois de ser tarde demais. Como o Senhor disse, a porta é estreita, muito estreita E por ela não se passa levando nada, nenhuma bagagem mundana, passa-se muito espremido. Todos os que querem passar simplesmente através de orações nada conseguirão, os que pensam que podem negociar com o Senhor jamais entrarão. Só existe um caminho para entrar no Reino, e esse Caminho é Jesus, e andar por Ele é viver os seus ensinamentos. Quando se tenta ignorar alguma dessas ordenanças, por menor que seja, está se fechando a porta do Reino para si próprio. Só passarão pela porta estreita os discípulos de Jesus, os que o seguem praticando todos os seus ensinamentos. Vemos muitas pessoas falarem em sua salvação simplesmente por frequentarem uma igreja denominacional, um templo qualquer, por terem se batizado nas águas, ou terem levantado a mão em algum lugar dizendo que aceitam Jesus como seu Salvador. Elas não entendem que não é somente esse gesto que salva, não percebem que sem santidade ninguém verá Deus, sem o abandono de pecados não passarão pela porta estreita, independentemente do tanto que se ora ou reza. "Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois." (Lucas 13:25). Jesus cita um exemplo mostrando que não adianta uma vida de desobediência e religiosidade, porque não conseguirão alcançar o Reino de Deus. Por mais que sejam insistentes nos pedidos, não conseguirão demover o Senhor, pois a misericórdia do Senhor já foi liberada e aplicada com a vinda de Jesus, que padeceu por todos. Por isto não serão mais ouvidos e ou atendidos pedidos de misericórdia, pois seria desmerecer o sacrifício da cruz. A salvação está para todos, e, para alcançá-la, basta somente ser obediente aos preceitos do Senhor. Por esse motivo não adianta chorar, gritar, clamar por misericórdia ao Senhor para entrar no Reino se não tiver praticado a sua Palavra, porque somente ouvirá do Pai "eu não vos conheço".
   "Então começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas." (Lucas 13:26). Não adianta falar que orou muito, que pregou, que cantava, adorava, que ia à igreja três vezes por semana ou todos os domingos, nem que evangelizava ou que participava de santa ceia, que dizimava, ofertava. Não adianta falar que orou pelas pessoas, que expulsou demônios, ou que curou pessoas enfermas, porque nada disso terá valia se não viveu de forma obediente ao Senhor. O que adianta ganhar o mundo inteiro e perder a alma? Portanto, sejamos sábios e vivamos o Evangelho. Jesus não morreu na cruz para dar prosperidade para ninguém e nem para expulsar demônios, e sim para nos dar salvação. Podemos e devemos fazer todas as coisas, é nosso dever, mas jamais nos esquecer da santidade, porque uma coisa, uma ação não supre a outra. Muitos que, por serem religiosos, acham que já são salvos, não compreendem que a porta é muito estreita e poucos passarão por ela. "E ele vos responderá: Digo-vos que não vos conheço nem sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniquidade." (Lucas 13:27). Religiosidade e falar o nome de Deus em vão é quando as pessoas vivem em pecado e continuam falando o nome do Senhor; é querer associar a iniquidade ao Santo. Alguns acham que conquistarão o Reino por misericórdia e não sabem que a misericórdia já nos foi entregue, e que desde João Batista pessoas se esforçam para entrar no Reino. Esses pecadores disfarçados de cristãos ouvirão a dura resposta do Senhor dizendo não os conhecer e não saber quem são, portanto não entrarão no Reino. Creio que a maioria não tem consciência de que irá passar a eternidade no sofrimento, e isso por falta de pessoas capacitadas para ensinar sobre salvação, uma vez que a maioria dos mestres da atualidade se especializou em falar de bênçãos e milagres. "Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, e Isaque, e Jacó, e todos os profetas no Reino de Deus, e vós lançados fora." (Lucas 13:28). Muitos que acham que são alguma coisa, que garantem que já conquistaram a salvação, verão muitos que não esperavam, que achavam que não eram nada no Reino, e a porta ser fechadas para eles. Verão homens e mulheres de Deus, verão os profetas, os grandes nomes bíblicos, todos no Reino, mas a porta fechada para eles, e, por mais que gritem e peçam misericórdia, não conseguirão entrar. Serão lançados fora do Reino de Deus, serão impedidos de entrar, apesar da religiosidade com que viveram aqui. Podemos escolher, temos a misericórdia do Senhor aqui, agora, no sentido de nos curvarmos a Ele e nos convertermos por inteiro e vivermos segundo os seus preceitos, caso contrário, o que nos espera é dor e sofrimento, por toda a eternidade. Saibamos que o Caminho da salvação passa pela santificação e obediência ao Senhor. "E virão do oriente, e do ocidente, e do norte, e do sul, e assentar-se-ão à mesa no Reino de Deus. E eis que derradeiros há que serão os primeiros; e primeiros há que serão os derradeiros." (Lucas 13:29-30).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário