NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

O CASAMENTO É INDISSOLÚVEL

O Casamento é Indissolúvel

Não vê possibilidade Bíblica alguma para recasamento.
"Divórcio feito perante os homens não é reconhecido por Deus e nem desfaz o casamento. De modo que qualquer das partes que venha a recasar se tornará culpada de adultério contínuo. Sendo o celibato, a única opção para os repudiados. Que a igreja, não deve batizar nem aceitar membros recasados sob qualquer motivo, mas apenas aceitá-los como congregados até que o seu caso seja solucionado biblicamente.
1. O Casamento é indissolúvel ?
"Sim, o casamento é indissolúvel, porque o próprio Deus disse que o que Ele uniu não o separe o homem. O homem se divorcia indevidamente por causa da dureza de seu coração. 
"Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem... Então por que mandou, Moisés dar-lhe carta de divórcio e repudiá-la? Disse-lhes ele: Moisés, por causa da dureza dos vossos corações,
vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas ao princípio, não foi assim." (Mt 19:6- 8 ACF)

2. E divórcio desfaz o casamento?
"Não diante de Deus. Tanto, não desfaz o casamento perante Deus, que quem casar com a parte repudiada comete adultério" (Mt 19:9; Rom 7:1-3)3. Há diferença entre "repúdio" e "divórcio" ?
"REPÚDIO é a separação autorizada por Deus por causa de adultério, no caso de infidelidade conjugal; E DIVÓRCIO é o repúdio legalizado, e se houver recasamento torna-se em "adultério legalizado".
4. Há qualquer direito para qualquer uma das partes recasarem, seja
para a parte fiel ou para parte infiel ?
"Diante de Deus não. Nem a parte inocente tem direito a recasar. A vocação e a vontade de Deus para pessoas repudiadas é o celibato enquanto o cônjuge do primeiro casamento viver, se vier a recasar comete adultério.
Por causa desta posição de Cristo, os discípulos se escandalizaram e disseram: 
'Se assim é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar'. (Mt 19:10 ACF) - Então Cristo, mostrou o que ele esperava das pessoas que fossem repudiadas ou divorciadas: se fazer eunuco pelo Reino' - porém 'todos podem receber esta palavra', inclusive muitos pastores não aceitam esse "duro" conceito - Além disso, Cristo mostra que a situação diante de Deus em nada se altera, pelo fato dos homens não aceitarem o conceito de Deus, e acrescenta: "Quem pode receber isto, receba-o", ou seja, o problema é deles se não aceitarem este conceito e passando por cima de tudo recasarem". "Jesus, porém, lhes respondeu: Nem todos podem receber esta palavra, mas só aqueles a quem é concedido.Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o". (Mt 19:11-12 ACF) Isso mostra que algumas pessoas repudiadas, logo no início de seu repúdio, podem vir a aceitar a posição celibatária em obediência a Cristo, mas depois as conveniências pessoais poderão fazê-las mudar de opinião".
5. A parte fiel e a parte infiel que recasar enquanto o cônjuge estiver
vivo está em adultério contínuo?"Sim. Estão em adultério contínuo, porque é isso que a Bíblia diz".
6. O que terá de fazer a parte infiel que recasar para sair do adultério
contínuo e ser perdoada ?
"Separar-se do cônjuge com quem se casou sem autorização divina".
8. Se o divorciado e "recasado" fez isso quando ainda era descrente,
como fica a sua situação em relação a Deus e a igreja?
"Paulo confessa arrependido muitos pecados cometidos antes de sua conversão e diz que praticou tais pecados na ignorância, mas não praticou mais tais pecados, porque se converteu. Então, o mesmo se aplica, aos recasados de divórcio, que fizeram isso antes da conversão ou na ignorância, e a prova de que realmente se arrependeram, é que estão prontos a desfazer o pecado que fizeram durante a ignorância, ou seja, separar-se do adultério contínuo causado pelo casamento não autorizado por Deus. Se é mesmo um salvo, é também uma nova criatura, e se é nova criatura, as coisas velhas passaram, inclusive o adultério, também tem de passar".
9. Muitos pastores permitem os recasados continuarem em seus
segundos casamentos e dizem que Deus os perdoou e que portanto
não mais estão em adultério contínuo, isso por que eles se
arrependeram, e que não há pecado que Deus não perdoa - assim como
perdoou um assassino que praticou o assassinato antes da conversão
e ele pode ser aceito sem restrições na igreja e até no ministério,
porque Deus não faria o mesmo com os recasados de divórcio?
"O que cometeu assassinato antes de ser crente, e verdadeiramente se arrependeu, não está cometendo mais este pecado. Em Provérbios 28:13 - a Bíblia diz: 'O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia'. O mesmo pode ser aplicado aos divorciados e recasados, enquanto lutarem por encobrir a condição de adultério em que estão, e não o abandonarem, jamais poderão ter a misericórdia ou o perdão de Deus"
Leiam e pratiquem a Biblia. Que Deus abençoe. Um abraço

a na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário