NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

CREIA E DEPOIS CONFESSE

"Irmãos, o bom desejo do meu coração e a oração a Deus por Israel é para sua salvação. Porque lhes dou testemunho de que têm zelo de Deus, mas não com entendimento." (Romanos 10:1-2)

O apóstolo Paulo diz que o desejo dele e a oração que ele faz em prol de Israel, do seu povo, do povo escolhido de Deus,são pela salvação deles, porque falavam o nome de Deus e diziam que o amavam, e até faziam e lhe ofereciam sacrifícios, mas isso sem entendimento, sem conhecimento da verdadeira justiça de Deus. Falam em nome de Jesus, mas sem realmente conhecê-lo, sem viver ou praticar a Palavra Dele. Assim é o povo que se diz do Senhor, que fala em seu nome, que canta, ora, mas não com entendimento, pois não conhece a justiça e o amor de Deus. Povo que procura o Senhor somente em busca de bênçãos, de socorro, de milagres; povo que o adora de boca, mas cujo coração está longe; chora em sua presença, mas não lhe obedece. "Porquanto, não conhecendo a justiça de Deus, e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram à justiça de Deus." (Romanos 10:3). O povo hebreu não conhecia a justiça de Deus, simplesmente tentou criar adendos, justificar ações, trazendo novidades, e praticar obediências, não a Palavra de Deus,e sim a vontade dele. O que esse povo fez não é muito diferente do que os nossos compatriotas fazem hoje. Vemos e ouvimos o povo que se diz povo de Deus desafiá-lo, exigir bênção ou milagres, exigir que Ele vingue os seus inimigos, ou que socorra esse mesmo povo. Na verdade eles querem mandar, determinar, exigir que o Senhor faça assim ou assado, querem dar ordens, mandar no Criador. Por frequentarem um templo qualquer, ou ofertar, devolver o dízimo, já se acham no direito de exigir do Senhor; entendem que podem determinar bênçãos. É difícil compreender como funciona essa questão de determinar alguma coisa a Deus, porque, se temos um Deus no qual podemos mandar, este não poderá nos ajudar, pois outra pessoa também poderia determinar que nos destruíssem."Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê." (Romanos 10:4). Nossa justiça, lei, mandamento, é Jesus Cristo. Conseguimos nos aproximar do Pai por Ele, pela Graça. Tudo se encerra Nele, e é por Ele, para Ele. Somos salvos pela Graça, e não pela lei, ou por força, mas pelo favor, e, portanto, a Justiça é Ele, e Dele, e assim simplesmente nos cheguemos a Ele em amor, com amor.
"Ora Moisés descreve a justiça que é pela lei, dizendo: O homem que fizer estas coisas viverá por elas." (Romanos 10:5).Pela lei de Moisés, só se poderia obter salvação se toda a lei fosse cumprida, o que ninguém conseguia e,consequentemente, não se obtinha a salvação, ou seja, o perdão dos pecados. O único que cumpriu toda a lei foi Jesus Cristo. Nem mesmo Moisés, que trouxe a lei, cumpriu toda ela, portanto morreu sem entrar na terra prometida. "Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: Amém." (Deuteronômio 27:26). Mas com Jesus veio a Graça, porque Ele cumpriu a lei, que se encerrou Nele, portanto a Graça, a misericórdia é Jesus. Ele recebeu todo o poder sobre tudo e todos. Mas não podemos falar ou exigir coisa demais que não foi falada pelo Senhor para não incorrermos em erro. "Mas a justiça que é pela fé diz assim: Não digas em teu coração: Quem subirá ao céu? (isto é, a trazer do alto a Cristo) Ou: Quem descerá ao abismo? (isto é, a tornar a trazer dentre os mortos a Cristo)." (Romanos 10:6-7). Na Graça vivemos pela fé na Palavra, no Evangelho, em Jesus Cristo, e pela fé lhe obedecemos e praticamos a sua justiça. Pela fé sabemos quando erramos e pedimos perdão, e temos certeza do seu perdão. Não é cobrado sacrifício nosso, na verdade nem podemos fazer nenhum, porque estaríamos pecando, uma vez que o único sacrifício aceito foi o de Jesus, o Cordeiro de Deus, que se entregou por todos nós. Não podemos determinar, exigir que alguém se salve ou que pereça, pois vivemos na Graça, e todos sem exceção têm direito de serem salvos, basta buscar o Senhor Jesus Cristo. "Mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos, A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo." (Romanos 10:8-9).Temos de confessar Jesus como o nosso Salvador, mas, para isso, devemos ter essa certeza, crermos realmente que Ele nos salvou; os nossos corações devem estar voltados para Ele, para a sua Palavra. Nada adianta confessarmos de boca somente se não crermos, se no nosso coração não existir essa confissão. É necessário crer em Jesus, crer que Ele veio, sofreu, foi crucificado e morreu na cruz do Calvário, foi enterrado e depois de três dias ressuscitou e está assentado à direita de Deus Pai. Se crermos de coração, se tivermos essa certeza em nós e confessarmos com os nossos lábios, então pela fé viveremos em obediência a sua Palavra e seremos salvos.
"Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação." (Romanos 10:10). Não conseguiremos nada se somente falarmos sem realmente crermos,e a fé nasce em nosso coração, a nossa boca a usamos somente para expressar o que há dentro de nós, em nossa mente e coração. A confissão sem fé é pecado, e, para ter fé, é necessário conhecer, ouvir a Palavra, para que se possa entender a grandiosidade do Reino de Deus e da Graça. A confissão sem fé não é confissão, e a Palavra nos diz que tudo o que fazemos, se não for de fé, é maldição. Portanto, creia e depois confesse. "Porque a Escritura diz: Todo aquele que Nele crer não será confundido." (Romanos 10:11).Os que crerem não serão confundidos, a Palavra não fala os que confessam, mas sim os que creem, a boca é somente para confissão da nossa fé. Quando a fé nasce em nossos corações, tudo fazemos sem sofrimentos ou dores, mas com prazer, porque conhecemos a Verdade, conhecemos a Graça, conhecemos Jesus. E já não determinamos, marcamos prazo ou exigimos nada, porque sabemos que tudo acontecerá, sabemos que a Palavra se cumpre e que Jesus Cristo é real. E isto é para todos. "Porquanto não há diferença entre judeu e grego; porque um mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo." (Romanos 10:12-13). Todos os que invocarem, clamarem ao Senhor crendo que Ele existe e é galardoador dos que o buscam receberão a salvação. Não importa nacionalidade, cor ou qualquer coisa, o que é exigido é somente a fé e a confissão, porque, existindo a fé em Jesus, existe a prática do Evangelho, existe salvação. Ninguém pode dizer que crê no Senhor, que tem fé Nele, e agir com rebeldia a sua Palavra, porque a obediência é resultado da fé, na verdade provém da fé. "Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?"(Romanos 10:14). Não há condições de se clamar, pedir socorro a alguém em quem não acreditamos, não confiamos. Pedimos socorro a quem sabemos que pode nos socorrer. Mas, para crermos, é necessário conhecermos, ser apresentados, mas como poderemos crer se não conhecemos, se ninguém nos apresentou, nunca nos falou a Verdade de Cristo? Como alguém pode ouvir falar do amor verdadeiro de Jesus, como poderá crer no Evangelho se não tem quem fale, ensine, pregue, mostre a Verdade? Muitos perecem por falta de pregadores verdadeiros, que ensinem o Evangelho de Cristo, não as mentiras que proliferam por aí. "E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas." (Romanos 10:15). São muitos os que pregam qualquer coisa e não a Verdade única, porque não foram enviados, eles mesmos se enviaram e têm enganado muitos. Mas os verdadeiros evangelistas do Senhor, os que plantam a boa semente do Evangelho são conhecidos de todos e, principalmente, do Senhor que deles cuida. "Mas nem todos têm obedecido ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação?" (Romanos 10:16).Muitos têm preferido ouvir outro tipo de pregação, a de facilidades, de engano e a não verdade. "De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus." (Romanos 10:17).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário