NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

COMO SERÁ O AMANHÃ

E dizia também aos seus discípulos: Havia um certo homem rico, o qual tinha um mordomo; e este foi acusado perante ele de dissipar os seus bens. E ele, chamando-o, disse-lhe: Que é isto que ouço de ti? Dá contas da tua mordomia, porque já não poderás ser mais meu mordomo. (Lucas 16.1-2)
Jesus conta esta parábola e nos chama a atenção para o cuidado que devemos ter com as ordenanças do Senhor, como devemos agir para que possamos alcançar o Reino vindouro. Neste relato um mordomo, administrador dos bens de um rico homem ouviu dizer que o seu administrador já não era mais fiel, e, portanto pediu que o mesmo fizesse uma prestação de contas, pois estava despedindo-o; este é um procedimento normal de todos os que descobrem quando um funcionário é desonesto. Geralmente quando uma pessoa fica muito tempo exercendo uma função em uma mesma empresa acaba se relaxando e acostumando, foi o que aconteceu com este neste relato.
"E o mordomo disse consigo: Que farei, pois que o meu senhor me tira a mordomia? Cavar, não posso; de mendigar, tenho vergonha." (Lucas 16.3). Agora, quando o desemprego bate à porta, o desespero toma conta, já não sabe para onde ir ou o que fazer; deveria ser mais ou menos uma pessoa mais madura, de uma certa idade, foi despedido e deveria estar se sentindo como um peixe fora d'água. Atualmente temos um mercado exigente, e com profissionais cada vez mais jovem e ambientados com as novas tecnologias, essa parábola nos parece até uma historia atual, como acontecem várias.
"Eu sei o que hei de fazer, para que, quando for desapossado da mordomia, me recebam em suas casas." (Lucas 16.4). Aí vem em mente como proceder para agradar as pessoas, ou empresas para que o receba e o contrate, porque sabe que precisa trabalhar, pois, ainda faltam algum tempo para aposentadoria, e não tem reserva o suficiente para se manter apesar do muito que ganhou ou meteu a mão. Então trama e maquina um esquema.
"E, chamando a si cada um dos devedores do seu senhor, disse ao primeiro: Quanto deves ao meu senhor? E ele respondeu: Cem medidas de azeite. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e assentando-te já, escreve cinquenta." (Lucas 16.5-6). E assim, antes de entregar as contas começa a visitar clientes e fornecedores, envia e-mails, telefona, faz levantamento do que as pessoas e empresas devem ao seu patrão, e vai diminuindo os valores; uns corta pela metade, outros desconta trinta por cento, e por aí vai; agradando sempre a todos, pois como vivemos em um mundo que todos gostam de levar vantagens e ganhar sempre, ele conquista amizade e favor destas pessoas tornando amigas e deixando portas abertas para futuras ajudas, empregos, indicações; enfim consegue várias oportunidades de trabalhar, logo que sai deste.
"Disse depois a outro: E tu, quanto deves? E ele respondeu: Cem alqueires de trigo. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e escreve oitenta." (Lucas 16.7). Depois de visitar, falar com os principais devedores, e negociar as contas, ou seja, alterar as contas e adulterá-las, sabe que conseguiu vários amigos, mesmo porque eram valores grandes. Nós também vivemos em uma época que nada fica encoberto principalmente em termos empresariais e, portanto esta fraude será descoberta, mesmo por que são valores grandes e a discrepância anormal, e uma simples auditoria constataria a fraude, e neste caso, nesta história, parábola, ilustração o seu ex-patrão descobriu e ainda o elogiou; mas, é apenas nesta ilustração que isto acontece, mesmo porque roubo é crime, e deve ser preso imediatamente quem assim procede.
"E louvou aquele senhor o injusto mordomo por haver procedido prudentemente, porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz. "(Lucas 16.8). Este mordomo foi elogiado, porque ele, apesar de ser um ladrão, é mais perseverante do que os supostos filhos da luz, pois, ele lutou pelas coisas que acreditava, nas coisas do mundo, mas, nós que nos dizemos cristãos, não lutamos para alcançar as coisas do Reino, não lutamos com todos os esforços para alcançar a vontade, as bençãos e o poder de Deus, somos fracos e preguiçosos e desistimos no meio do caminho.
"E eu vos digo: Granjeai amigos com as riquezas da injustiça; para que, quando estas vos faltarem, vos recebam eles nos tabernáculos eternos." (Lucas 16.9). O mordomo conseguiu através da desonestidade, uma maneira de ser recebido depois; nós que lutamos com as armas espirituais, não lutamos o suficiente, não planejamos nada, não criamos estratégias para vencermos nossas vontades carnais e os demônios; não amamos o próximo como a nós mesmos, não amamos a Deus e, portanto, não nos aplicamos a jejuns para o fortalecimento espiritual, e no dia que morrermos aqui perdemos nossa salvação,  porque  nada fizemos para sermos recebidos no Céu.
"Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito; quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito." (Lucas 16.10). Se não somos fiéis em coisas simples, mundanas, se não somos fiéis nos simples mandamentos do Senhor, se nem mesmo oramos diariamente, como receberemos bençãos Dele?
"Pois, se nas riquezas injustas não fostes fiéis, quem vos confiará as verdadeiras?E, se no alheio não fostes fiéis, quem vos dará o que é vosso?" (Lucas 16.11-12). Se nem mesmos os dízimos do Senhor, os dez por cento Dele devolvemos, como podemos pedir algo a Ele? Se não temos coragem de ofertar nada, somos miseráveis e avarentos, e por isto que apesar de termos direitos às bençãos não as recebemos, pois somos infiéis.
"Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom" (Lucas 16.13).
Leiam e pratique a Bíblia.
Que Deus os abençoe.
Um abraço.
Pastor Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário