NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sábado, 25 de outubro de 2014

COMO OFERTAR AO SENHOR

"Portanto, tive por coisa necessária exortar estes irmãos, para que primeiro fossem ter convosco, e preparassem de antemão a vossa bênção, já antes anunciada, para que esteja pronta como bênção, e não como avareza." (2 Coríntios 9:5)

Paulo esclarece neste texto sobre ofertas que eram feitas na igreja e que estavam sendo encaminhadas para os macedônios diante da pobreza e dificuldades enfrentadas por eles. Mas aqui entenderemos que a função da oferta era para abençoar a quem realmente necessitava. Vamos entender que ofertas não têm valor estipulado, mas aquilo que as pessoas podiam e podem dar. Toda oferta tem que ser dada como uma bênção, e todos os que a recebem também receberem como uma bênção, uma dádiva. Por esse motivo não pode existir oferta com valores estipulados, porque nesse caso perderia o seu valor como bênção, como oferta, e passaria a ser uma coação, negociação ou qualquer outra coisa.Ofertar é o ato de dar, doar, gratificar aquilo que quer, por isso, quando se determinam valores, já não é mais uma oferta e sim uma determinação e coação, o que para o Senhor não terá valor de oferta. Oferta na igreja tem a função de manter o templo, socorrer os irmãos que passam por dificuldades, e principalmente atender a todos os que necessitam, e não pode ser usada para outro fim. Não podemos querer ofertar alguma coisa na casa do Senhor com avareza, miséria, porque já não é uma oferta, é exigência, oferta tem que ser espontânea. Temos que sentir a vontade, o desejo, a necessidade de ajudar, socorrer, não com o objetivo de receber algo em troca, mas simplesmente por querer ofertar. Com Deus não se negocia. "E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará." (2 Coríntios 9:6).Oferta é como uma semente que plantamos; se plantarmos muito, também colheremos muito, mas, se plantarmos pouco, colheremos pouco; se simplesmente jogarmos as nossas sementes de qualquer maneira sobre a terra, possivelmente perderemos todas, pois são queimadas pelo sol e pássaros as comem, ou outra coisa acontece com as sementes. Assim é a nossa oferta: quando a fazemos de coração e não por obrigação, quando nos sentimos felizes em poder ofertar, o Senhor cuidará para que sempre tenhamos condições de proceder assim. Mas, se plantarmos simplesmente pensando na colheita, nada conseguiremos.
"Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria."(2 Coríntios 9:7). O valor da oferta é o que Deus, o Espírito Santocolocaem nossos corações, e não um valor estipulado pela igreja ou por pastor, pregador, porque nesse caso não é oferta, é uma obrigação, coação, exigência, e, sendo assim, inválida como oferta, e não receberemos a bênção do Senhor como oferta, porque estamos praticando preceitos de homens, religião. Temos que nos sentir alegres e felizes em poder ofertar, e, quando fazemos assim, crescemos em espiritualidade, e em tudo em nossa vida. O Senhor cuidará para que nunca nos falte nada, sempre abrirá portas em todas as áreas das nossas vidas. Mas isto só acontecerá se ofertarmos não com esse objetivo, mas porque sentimos necessidade, e sabemos que devemos socorrer. Por isto todos os templos, igrejas, pastores que fazem campanhas nas igrejas estipulando valores estão indo contra a Palavra de Deus, e todos os que estão participando também nada recebem a não ser castigo por transformar Deus em um ser corrupto igual a nós. "E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre."(2 Coríntios 9:8-9). Temos que entender que oferta não é só a praticada na igreja, mas em toda parte onde houver pessoas necessitando. Os dízimos é que devemos sempre só devolver na igreja, mas ofertar podemos, e devemos sempre socorrer a quem necessita; o correto é sempre ofertar a todos os que vêm até nós pedindo ou que sabemos que necessitam. O único que é inegociável é o dízimo, pois este é propriedade do Senhor, este tem valor estipulado, é dez por cento de tudo o que vem as nossas mãos. Dízimo é obediência, adoração e deve ser entregue ao sacerdote para abençoar e manter a casa do Senhor.Ofertas são um gesto de espontaneidade, caridade, amor, compaixão, e nunca negócio, barganhas, exigências. Se no templo, na igreja, existe uma necessidade real, o pastor, pregador, deve levar ao conhecimento da igreja, e os que forem tocados ofertarão, mas jamais exigir valores ou determinar quantias, mesmo porque quem supre e mantém as necessidades do templo é o Senhor.
 "Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se deem graças a Deus."(2 Coríntios 9:10-11). Ora, se o nosso Deus, o nosso Painos dá condições de ofertarmos algo, não podemos nos preocupar com nada, pois Ele tem cuidado de cada um e ainda continuará a cuidar enquanto estivermos praticando a sua palavra. Quando estamos ofertando, estamos dando mais do que dinheiro, muito mais do que valores materiais, estamos expressando a bondade de Deus, estamos cumprindo o nosso papel como abençoadores e ministros do Senhor. Portanto, o Senhor sempre vai nos dar condições para que possamos continuar a obra. Mas se somos avarentos e o que vem as nossas mãos não gostamos de dividir, nem de ofertar ou socorrer os necessitados, então estamos deixando de mostrar o amor de Deus e, por tal motivo, Ele fará com que sintamos isso ao secar as nossas despensas físicas, materiais e, principalmente, espirituais. Quando praticamos a Palavra do Senhor, quando abrimos as nossas mãos na igreja ou às pessoas que necessitam, o Senhor abre também sobre as nossas vidas, e somos abençoados em todas as áreas, não somente na financeira, ou material, quando ofertamos, fazendo realmente oferta e não negociação. "Porque a administração deste serviço, não só supre as necessidades dos santos, mas também é abundante em muitas graças, que se dão a Deus."(2 Coríntios 9:12).A ofertanão é somente boa para quem estáas recebendo, pessoas ou templo, mas principalmente para nós, porque é uma maneira real de agradecer a Deus, de glorificar o Seu nome, é dar testemunho do amor de Deus para com todos e para com o templo, a igreja. A espontaneidade em ofertar é gerada no coração pelo Espírito Santo, e não através de boca de homens, ou necessidades de receber algo em troca, de barganha, isso não é oferta, é outra coisa, e não traz bênção, mas maldição. Ofertar é dar sem nada esperar em troca. Ofertar, socorrer os necessitados é apresentar o amor e a misericórdia do Senhor, é se colocar como anjo do Senhor para executar uma missão. "Visto como, na prova desta administração, glorificam a Deus pela submissão, que confessais quanto ao evangelho de Cristo, e pela liberalidade de vossos dons para com eles, e para com todos; E pela sua oração por vós, tendo de vós saudades, por causa da excelente graça de Deus que em vós há." (2 Coríntios 9:13-14). Quando ofertamos, mostramos que somos submissos a Ele, ao Evangelho de Jesus Cristo, e sabemos que o que fazemosé para o Senhor, e que a nossa principal recompensa a receberemos não aqui, mas no mundo vindouro. Ofertar é mostrar o amor e misericórdia do Senhor, ofertar é pregar o Evangelho "Graças a Deus, pois, pelo seu dom inefável." (2 Corintios 9:15).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir