NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

BENÇÃO NÃO GARANTE SALVAÇÃO

"Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos debaixo da nuvem, e todos passaram pelo mar." (1Coríntios 10:1)

O povo de Deus, os hebreus que eram prisioneiros, eram escravos no Egito e foram libertados através do poder sobrenatural e do amor de Deus. E principalmente pela sua Palavra, porque o Senhor antes tinha dito que isso tudo aconteceria, que eles ficariam presos durante 430 anos no Egito, mas que Ele os libertaria. Todos eles assistiram aos milagres do Senhor e participaram deles; foram protegidos das dez pragas, passaram pelo Mar Vermelho em seco. Foram guiados e protegidos durante o dia pela nuvem que era o Senhor, caso contrário, teriam padecido no calor insuportável que é o deserto; ou teriam se perdido. Todos eles foram iluminados e aquecidos pelo fogo que era o Senhor, nas noites geladas desse deserto. Ou seja, eles viviam no milagre, participavam do milagre e viam a todo instante a proteção e os cuidados do Senhor para com eles. "E todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar, E todos comeram de uma mesma comida espiritual, E beberam todos de uma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo." (1 Coríntios 10:2-4). Esse povo experimentou os cuidados do Senhor em tudo, porque, quando tiveram fome, clamaram ao Senhor e Ele enviou o seu maná, que os alimentava diariamente, pois todos os dias eles recebiam a porçãodo seu alimento. Quando quiseram comer carne, o Senhor providenciou e enviou codornizes, e comeram carne até se fartar. Quando tinham sede, o Senhor enviava a água que saía da Rocha que era Jesus, e que Moisés, em momento de ira, a feriu quando não poderia ou deveria, porque a Rocha era Jesus, por esse motivo foi impedido de entrar na terra prometida. A Rocha, que era Jesus, os acompanhava o tempo todo, e Dele receberam cuidados e foram saciados na sua sede. O Senhor cuidou de todos por igual e não fez exceção de nenhum, nem Moisés teve privilégios, muito pelo contrário, tinha mais responsabilidades, mas o castigo por desobediência foi o mesmo para todos. "Mas Deus não se agradou da maior parte deles, por isso foram prostrados no deserto." (1 Coríntios 10:5).Segundo o que relata a Bíblia - no livro de Êxodo 12.37 -, 600 mil homens deixaram o Egito, além das mulheres e crianças. O número total de israelitas que partiu deve ter ultrapassado dois milhões. E desses mais dois milhões somente duas pessoas entraram na terra prometida: Josué e Calebe, porque todo o restante padeceu no deserto, inclusive Moisés, e somente os seus filhos tomaram posse da promessa. E eles não entraram somente por terem sido desobedientes, incrédulos.
"E estas coisas foram-nos feitas em figura, para que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram." (1 Coríntios 10:6). E tudo isto aconteceu e está registrado para que conheçamos e não pratiquemos as mesmas obras desse povo, que tinha a proteção e a presença do Senhor o tempo todo, mas que lhe desobedecia e nem mesmo o respeitava. Durante todos os anos que estiveram no deserto, esse povo recebia o cuidado do Senhor, mas o afrontava, Dele duvidava, reclamava e cometia inúmeros pecados. Por tal motivo, o Senhor jurou na sua ira que eles não entrariam no seu descanso, e sabemos que isso aconteceu, e somente os seus filhos é que entraram. Mas, mesmo sabendo o castigo que aconteceu com os seus pais, eles também, já na terra prometida, cometeram pecados piores, e como castigo inúmeras vezes foram conduzidos à morte e ao cativeiro, e um dos maiores foi o babilônico, onde ficaram 70 anos. "Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles, conforme está escrito: O povo assentou-se a comer e a beber, e levantou-se para folgar." (1 Coríntios 10:7). Esse povo, que tinha a proteção e cuidado de Deus, cometeu pecados de idolatria e tentou o Senhor, assim como muitos também o fazem. Pessoas frequentam igrejas, falam o nome do Senhor, mas depois que saem do templo cometem todos os tipos de pecados, porque estão comprometidas com as coisas do mundo, com diversões. Acham que devem buscar diversões, alegria, conforto e prazeres, independentemente de qualquer coisa, e querem que o Senhor as aceite e com elas concorde. São pessoas que já receberam muito do Senhor, na sua casa, família, vida sentimental, financeira, mas nunca estão satisfeitas, e sempre querem mais. Essas pessoas que não respeitam nem obedecem ao Senhor, apesar dos seus cuidados, também padecem, e outras vão padecer assim como os hebreus, pois são exemplos que não devemos imitar. "E não nos prostituamos, como alguns deles fizeram; e caíram num dia vinte e três mil."(1 Coríntios 10:8). A Bíblia nos relata que, quando Moisés estava no monte falando com o Senhor e recebendo as pedras da lei, o povo embaixo fez um bezerro de ouro e se prostituiu. Eles fizeram um bacanal, uma festa,adoraram uma imagem e se prostituíram. Muitos hoje estão se prostituindo de inúmeras maneiras com um ou vários parceiros; estão adorando imagens e ídolos, e ainda falam no nome do Senhor. Estes também padecerão como os hebreus padeceram.
"E não tentemos a Cristo, como alguns deles também tentaram, e pereceram pelas serpentes." (1 Coríntios 10:9).Prostituíram-se quando Balaque, a conselho de Balaão,fez com que as suas belas mulheres se envolvessem com os hebreus. Homens casados ou não se aventuraram com essas mulheres, permitiram que sentimentos humanos, que carência sentimental, desejo sexual fossem mais fortes do que a Palavra do Senhor. Cometeram todos os tipos de prostituições e muitos morreram, e só não aconteceu mais porque o Senhor atendeu a oração de Moisés e deu um escape. O povo continua a mesma coisa, buscando prazeres mundanos a qualquer custo, dedicando-se a satisfazer os seus desejos sexuais, e isso de várias maneiras, como ações homossexuais, sexo com vários parceiros, sendo ou não casados, cometendo adultérios, e mesmo assim gostam de se identificar como povo de Deus. Mas,assim como os hebreus, os que tais atos cometem irão padecer no deserto. "E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor."(1 Coríntios 10:10). Murmuravam, reclamavam de tudo, e, por mais que recebessem do Senhor, sempre era pouco e exigiam mais, como se fosse obrigação e dever do Senhor atender os seus caprichos. Mas de igual maneira o nosso povo, que só sabe reclamar por todos os motivos, reclama do marido, da esposa, dos filhos, dos pais, dos irmãos, da igreja, da saúde, do governo, do trabalho, do salário, reclamam de tudo. As visitas desse povo às igrejas, ao templo é somente para pedir, clamar e reclamar, e quase nunca para a adorar, e isso quando não cantam, mas reclamam tudo ao mesmo tempo. Mas esse povo também irá padecer e não vai entrar na terra prometida, não verá a promessa se cumprir. "Ora, tudo isto lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos."(1 Coríntios 10:11). Tudo o que está escrito, relatado é para nos avisar, para que não cometamos os mesmos erros, é para nos alertar, para que aprendamos aviver segundo a vontade do Senhor, e não satisfazendo as nossas vontades, e nem dando vazão as nossas emoções. A Palavra de Deus não muda e continua para sempre, e todos os desobedientes receberão o castigo. Receber milagres não é aprovação de conduta. O motivo de muitos não alcançarem a promessa é a desobediência."Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia." (1 Coríntios 10:12). Todos os que acham que Deus os entende, ou que se acham espirituais, que são forte e que Deus os ama, cuidado, muito cuidado, veja que nem Moisés entrou na terra prometida. Resista ao diabo e ele fugirá de vós. "Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar." (1 Coríntios 10:13).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário