NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

LOUCURA E POSSESSÃO

“E navegaram para a terra dos gadarenos, que está defronte da Galiléia. E, quando desceu para terra, saiu-lhe ao encontro, vindo da cidade, um homem que desde muito tempo estava possesso de demônios, e não andava vestido, nem habitava em qualquer casa, mas nos sepulcros.” (Lucas 8:26-27)

            Jesus tinha acabado de repreender o mar, ou seja, acalmado uma tempestade literalmente falando, e agora Ele desembarca em Gandara. Tão logo chegou àquela terra veio correndo ao seu encontro um homem possesso de espíritos malignos, um endemoniado. Assim como encontramos vários pelas ruas e estradas, era um homem que não andava vestido, não ficava em casa alguma e vivia em cemitérios, nos sepulcros. Esse tipo de pessoa vemos constantemente, pessoas que andam pelas ruas catando lixo, roupas rasgadas, falando sós, cabelos e unhas grandes, maus cheirosos, e essas pessoas, quando vêm até nós, apesar de falarmos que somos cristãos e que Jesus vive em nós, geralmente nos afastamos delas, ou as expulsamos e fazemos comentários maldosos. Mas veremos como Jesus agiu com este para nos dar exemplo. “E, quando viu a Jesus, prostrou-se diante dele, exclamando, e dizendo com grande voz: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Peço-te que não me atormentes.” (Lucas 8:28). Vemos que, ao ver Jesus, ele correu e prostrou aos pés de Jesus e O reconheceu como sendo o Filho de Deus, e pediu que Jesus não o atormentasse. Os cristãos da atualidade, os pregadores, quando os demônios os enganam, ou reconhecem que são homens de Deus, eles então se ensoberbecem, se acham santos, pois até os demônios os reconhecem, e fazem questão de galantear isto para todos, e não percebem que acabaram de ser enganados e caíram nas ciladas do diabo. “Porque tinha ordenado ao espírito imundo que saísse daquele homem; pois já havia muito tempo que o arrebatava. E guardavam-no preso, com grilhões e cadeias; mas, quebrando as prisões, era impelido pelo demônio para os desertos.” (Lucas 8:29). Jesus já tinha dado a ordem para os demônios desocuparem o espaço, tinha ordenado para saírem; sabemos que aquele era um homem que se tornava violento pela ação demoníaca, e nem com correntes conseguiam prendê-lo, e ele vivia pelos desertos andando e gritando. Mas Jesus já tinha dado a ordem, e sabemos que, quando a ordem é dada por Jesus ou no nome Dele, com autoridade, todos os demônios têm que se submeter.
            “E perguntou-lhe Jesus, dizendo: Qual é o teu nome? E ele disse: Legião; porque tinham entrado nele muitos demônios. E rogavam-lhe que os não mandassem para o abismo.” (Lucas 8:30-31). Jesus fez uma pergunta a esse demônio exatamente para mostrar a todos que o que fazia aquele homem agir daquela maneira era uma ação demoníaca, e que não era a pessoa carnal em si, mas espíritos malignos que tinham se apossado dela. Os demônios é que o faziam ter aquele procedimento. E os demônios, ao se identificarem, mostraram a quantidade, ou seja, entre seis a oito mil, pois essa é a quantidade referente a uma legião, que pode ser tanto de demônios como de anjos ou soldados. Os demônios sempre vão implorar e pedir para que não sejam mandados embora, ou expulsos, e neste caso não foi diferente. “E andava ali pastando no monte uma vara de muitos porcos; e rogaram-lhe que lhes concedesse entrar neles; e concedeu-lho.” (Lucas 8:32). Jesus permitiu, mandou que aqueles demônios entrassem na vara de porcos. Isto nos deixa dois grandes ensinamentos: um deles é que demônios, ou espíritos malignos, podem entrar e se manifestar em animais. Vemos que Jesus enviou todos os demônios para os porcos para que compreendêssemos esse assunto. E segundo Jesus nos mostra e mostrou a todos ali, a razão do mal naquela região, que era o pecado, a desobediência, porque naquela época era proibido criar, comer carne de porco, e isso desde da lei de Moisés, e como era uma lei que não tinha sido abolida ainda, então a desobediência a Deus é permissão para o adversário atacar. Então Jesus, ao enviar os demônios para os porcos, estava mostrando uma das fontes do pecado. “E, tendo saído os demônios do homem, entraram nos porcos, e a manada precipitou-se de um despenhadeiro no lago, e afogou-se.” (Lucas 8:33). Quando os demônios saíram do homem e entraram nos porcos, eles se precipitaram, se jogaram no despenhadeiro e morreram todos. Jesus tinha acabado não só de apontar esse pecado, a desobediência, como também de destruí-la, eliminá-la, em outras palavras, ou Senhor estava dizendo vai e não peques mais.
            “E aqueles que os guardavam, vendo o que acontecera, fugiram, e foram anunciá-lo na cidade e nos campos. E saíram a ver o que tinha acontecido, e vieram ter com Jesus. Acharam então o homem, de quem haviam saído os demônios, vestido, e em seu juízo, assentado aos pés de Jesus; e temeram. E os que tinham visto contaram-lhes também como fora salvo aquele endemoninhado. (Lucas 8:34-36). Os pecadores, ou melhor, os donos, os cuidadores dos porcos, os que não respeitavam a lei de Deus, quando viram o que aconteceu, ficaram com medo, correram e foram para a cidade e contaram tudo o que acontecera. E, quando as pessoas ficaram sabendo, saíram e foram ver se realmente era como haviam ficado sabendo. Ao chegarem, encontraram aquele que era considerado, doido, louco irrecuperável, sentado, limpo de roupa, junto com Jesus. Ficaram preocupados, e sabendo que Jesus o tinha libertado, então temeram; e sabemos que quem está no erro, no pecado sempre vai temer. Os testemunhos dos milagres e libertações feitas no nome de Jesus acontecem a todo o tempo, mas muitos, quando ficam sabendo, não creem, ou têm medo, e isto é exatamente por viverem no pecado, por amarem o pecado. “E toda a multidão da terra dos gadarenos ao redor lhe rogou que se retirasse deles; porque estavam possuídos de grande temor. E entrando ele no barco, voltou.” (Lucas 8:37). O povo, ao constatar o milagre de Jesus, rogou que o Senhor se ausentasse, que saísse dali, que os deixassem em paz, ou seja, que os deixasse, pois eles preferiam o pecado, a desobediência, as trevas. Assim como os demônios rogaram para não saírem daquele homem, agora eles rogavam que Jesus saísse e os deixasse. Conhecemos várias pessoas que sabem que estão em pecado e erro e dizem de forma aberta que não querem abandonar, ou tentam justificar dizendo que não têm meios para abandoná-los, ou não o querem. As pessoas, assim como esses, constantemente estão expulsando Jesus da vida delas e aceitando o diabo, os demônios, pelas suas ações. “E aquele homem, de quem haviam saído os demônios, rogou-lhe que o deixasse estar com ele; mas Jesus o despediu, dizendo: Torna para tua casa, e conta quão grandes coisas te fez Deus. E ele foi apregoando por toda a cidade quão grandes coisas Jesus lhe tinha feito.” (Lucas 8:38-39). O homem, agora liberto, queria acompanhar o Senhor, mas Jesus o enviou para testemunhar o milagre, o mandou pregar o Evangelho, mostrando que este é Poder, é transformação.
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
         Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário