NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

JESUS E O SÁBADO

"E outra vez entrou na sinagoga, e estava ali um homem que tinha uma das mãos mirrada. E estavam observando-o se curaria no sábado, para o acusarem." (Marcos 3:1-2)

            Jesus foi em um dia de sábado à sinagoga, ao templo. Os judeus tinham a tradição de lerem todos os sábados o Torá (os cincos primeiros livros da Bíblia). Lá chegando, Elese depara com um homem que tinha um problema em uma das mãos, que era atrofiada. Como os milagres de Jesus já eram muito conhecidos, pois onde Ele chegava, se existisse alguém enfermo, imediatamente Ele o curava, por esse motivo, os sacerdotes, os fariseus ficaram observando se Jesus iria curá-lo, pois, se assim procedesse, poderiam acusar Jesus de descumprir a lei. Infelizmente, esses legalistas da época não entendiam de Deus, nem de amor ou Poder de Deus, não conheciam as Escrituras, apesar de todos os sábados as lerem, porque nelas estava escrito a respeito do Messias. O objetivo desses fariseus era somente destruir, matar Jesus. Também vemos esse tipo de legalismo nas igrejas, porque existem pregadores e denominações que não oram com imposição de mãos, mesmo com pessoas indo em busca, necessitando, eles se limitam a fazer oraçãozinha água com açúcar, e mandam elas frequentarem a igreja e participarem de correntes, mas se preocupam com as vestes das pessoas, com as joias, cabelos, com a oferta, com os dízimos, e não com o corpo e alma das pessoas. "E disse ao homem que tinha a mão mirrada: Levanta-te e vem para o meio. "(Marcos 3:3). Jesus sabia o que eles estavam pensando, mas mesmo assim Ele manda aquele homem que tinha a mão atrofiada vir para o meio. O Senhor não iria deixar ninguém sofrer simplesmente porque o inimigo, o adversário, não queria ou tentaria impedir ou armar ciladas. Não podemos deixar de atender quem necessite porque alguém não quer, ou porque alguma denominação ou o líder não quer, todo o tempo devemos praticar a Palavra de Deus. "E perguntou-lhes: É lícito no sábado fazer bem, ou fazer mal? Salvar a vida, ou matar? E eles calaram-se." (Marcos 3:4). Jesus faz a pergunta a eles exatamente por conhecer a maneira como pensavam e o que desejavam. O questionamento é se é correto fazer o bem ou o mal no dia de sábado, porque, se não curasse aquele homem, estaria fazendo o mal. "Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado" (Tiago 4:17).Jesus, deixando de curar aquele homem, estaria fazendo o mal, por isto sabemos o que o Senhor vai fazer logo em seguida. Temos visto várias igrejas, denominações, líderes, pregadores errando, pecando, por não fazerem o que deveriam fazer.  
            "E, olhando para eles em redor com indignação, condoendo-se da dureza do seu coração, disse ao homem: Estende a tua mão. E ele a estendeu, e foi-lhe restituída a sua mão, sã como a outra." (Marcos 3:5).Jesus simplesmente curou o homem da mão atrofiada, porque Ele é amor, e segundo Ele não poderia ir contra a própria Palavra, independentemente de ameaças dos sacerdotes e fariseus. Devemos cumprir com a nossa obrigação, curar os enfermos, libertar os cativos, pregar o Evangelho, sempre e em toda parte, mas muitas vezes não o fazemos porque achamos que não é o lugar nem o momento propício; não queremos orar pelas pessoas na rua, no trabalho ou em qualquer lugar. E as pessoas ficam sofrendo. Quando assim procedemos, estamos pecando, estamos deixando de cumprir uma ordem direta do Senhor. "E enviou-os a pregar o reino de Deus, e a curar os enfermos." (Lucas 9:2). Mas por medo, vergonha, preguiça e maldades, a ordem do Senhor não é cumprida, ou pouco praticada, e as pessoas não têm conhecimento de que estão pecando, ao se omitirem. "E, tendo saído os fariseus, tomaram logo conselho com os herodianos contra ele, procurando ver como o matariam." (Marcos 3:6).Herodianos era uma facção que apoiava as ações, a política de Herodes, os que apoiavam o seu governo. Vemos que os fariseus foram tramar para tirar a vida de Jesus, porque ele tinha curado uma pessoa. Servir ao Senhor, ser discípulo de Jesus é andar no mesmo caminho que Ele, é não ter medo de fazer o bem em momento algum, é não arrumar desculpas ou pretextos para se omitir. É sempre fazer o bem, pois não precisamos fazer o mal para pecarmos, mas só em deixarmos de fazer o bem já incorremos no pecado. "E retirou-se Jesus com os seus discípulos para o mar, e seguia-o uma grande multidão da Galiléia e da Judéia, E de Jerusalém, e da Iduméia, e de além do Jordão, e de perto de Tiro e de Sidom; uma grande multidão que, ouvindo quão grandes coisas fazia, vinha ter com ele." (Marcos 3:7-8). Jesus simplesmente saiu dali e, claro, muita gente o seguia, pois ninguém nunca tinha visto tão grandes milagres acontecerem. Portanto, muitos queriam ouvi-lo, absorver suas palavras, seus ensinamentos, e outros buscavam cura e milagres, além dos curiosos e pessoas com os mais diversos motivos; mas o fato é que muitos estavam seguindo Jesus, assim como hoje, e pelos mais diversos motivos, uns legítimos outros nem tanto.
            "E ele disse aos seus discípulos que lhe tivessem sempre pronto um barquinho junto Dele, por causa da multidão, para que o não oprimisse, Porque tinha curado a muitos, de tal maneira que todos quantos tinham algum mal se arrojavam sobre ele, para lhe tocarem." (Marcos 3:9-10). Jesus ficava no meio da multidão sempre ensinando, pregando, curando, expulsando demônios, mas o povo apertava. É a mesma coisa quando um cantor, um ídolo, um artista qualquer aparece, e o povo fica ali no desespero, sufocando e apertando. Vendo isso, Jesus pediu os discípulos que aprontassem um barquinho, para que Ele tivesse uma escapatória, ou seja, entrar na embarcação, se necessário fosse, e ficar pregando, ensinando de dentro dele nas águas, onde o povo não poderia ir. O povo queria tocá-lo, porque achava que só de tocar Jesus receberia a cura, o mal sairia, assim como aconteceu com a mulher do fluxo de sangue. "E certa mulher que, havia doze anos, tinha um fluxo de sangue,E que havia padecido muito com muitos médicos, e despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo apior;Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste.Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei.E logo se lhe secou a fonte do seu sangue; e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal."(Marcos 5:25-29).  Diante de tudo isso, Jesus tinha necessidade de ter esse escape pronto, não que Ele não quisesse ficar com o povo e curá-lo, mas, quando a coisa complicava, era necessário Ele se ausentar um pouco, mesmo porque Ele era Deus, mas estava como homem. "E os espíritos imundos vendo-o, prostravam-se diante dele, e clamavam, dizendo: Tu és o Filho de Deus. E ele os ameaçava muito, para que não o manifestassem." (Marcos 3:11-12). Jesus expulsava todos os demônios e não permitia nenhum louvor deles, não os interrogava, nem queria nenhum reconhecimento da parte deles, como vemos muitos fazerem. Jesus, ao contrário, os proibia de falarem, simplesmente os mandava embora. Se somos seus discípulos, temos que fazer o mesmo. "E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira." (Lucas 10:37). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria." II Co 9:7 Doar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus.  
MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário