NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

DEUS DOS VIVOS

“Dizendo: Eu sou o Deus de teus pais, o Deus de Abraão, e o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó. E Moisés, todo trêmulo, não ousava olhar. E disse-lhe o Senhor: Tira as alparcas dos teus pés, porque o lugar em que estás é terra santa.” (Atos 7:32-33)

            Deus apareceu para Moisés estando ele no deserto de Midiã para convocá-lo, para enviá-lo em uma missão após capacitá-lo, porque, por querer antecipar as coisas, Moisés tinha fugido e permanecido durante 40 anos no deserto, sendo capacitado pelo Senhor. Mas agora o Senhor o chama e se apresenta dizendo que Ele é Deus dos vivos e não dos mortos, e Ele se identifica como o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, que já tinham falecido havia centenas de anos. Com isso o Senhor estava se identificando como o Deus de promessa, e também dizendo que esses três viviam.  E é esse mesmo Deus das promessas que prometeu que toda a terra, ou seja, os seus habitantes seriam benditos em Abraão, que Ele no momento certo enviaria um libertador para libertar o povo, e sabemos quando isso aconteceu, pois Ele enviou Jesus, seu Filho amado, para libertar todos nós. “Tenho visto atentamente a aflição do meu povo que está no Egito, e ouvi os seus gemidos, e desci a livrá-los. Agora, pois, vem, e enviar-te-ei ao Egito.” (Atos 7:34). O Senhor chama Moisés e lhe informa que o enviará para salvar, libertar o povo que vivia oprimido, nas mãos dos egípcios. Deus sempre vê a aflição do povo, sempre ouve os seus lamentos e, no momento certo, envia socorro, envia alguém para socorrer e libertar da opressão. Muitas vezes o Senhor envia alguém para nos socorrer, nos falar do Evangelho, do seu amor, e esse alguém é quem criticávamos. Há casos em que criticamos pregadores, pastores, falamos contra eles, mas em momento de desespero os procuramos, buscamos aquela igreja que mais odiávamos e lá somos salvos, somos libertos de opressão, de enfermidade e de todo o mal. Não quer dizer que aquela pessoa é diferente, mas ela foi treinada, capacitada por Deus para socorrer as pessoas no momento certo. Isso não quer dizer que esse libertador seja infalível, pois vemos que Moisés também não o foi e, por desobedecer ao Senhor, não entrou na terra prometida, mas ele conduziu o povo pelo deserto a mando do Senhor, e Deus era com ele e o usou poderosamente. Por isto saiba que Deus usa quem quer a hora que quiser e como quiser.
            “A este Moisés, ao qual haviam negado, dizendo: Quem te constituiu príncipe e juiz? a este enviou Deus como príncipe e libertador, pela mão do anjo que lhe aparecera na sarça.” (Atos 7:35). Assim como no início e depois mesmo no meio do deserto negaram e queriam destituí-lo da autoridade que Deus tinha colocado sobre ele, esse mesmo Moisés foi quem Deus usou para estar com eles no deserto, guiando, e só depois é que o recolheu e passou a missão a Josué, somente para entrar na terra prometida, porque Moisés não pôde entrar por não ter total obediência. Assim são vários pastores que Deus levanta para socorrer o povo que está em opressão, mas, como eles mesmos não vigiam, acabam se desviando da fé e não entrando na promessa. Devemos sempre olhar para a Palavra, pois todos os homens são falhos, toda carne é fraca. Devemos seguir sempre a Palavra, e aquela pessoa que o Senhor enviou para nos libertar merece a nossa obediência e respeito, não por ele, mas por quem o enviou, porque ele está a serviço do Reino de Deus, e, se lhe desobedecermos, com certeza receberemos castigo. Portanto, olhemos para a Palavra, se o que ele ensina, fala, orienta estiver de acordo com a Palavra, devemos simplesmente obedecer. “Foi este que os conduziu para fora, fazendo prodígios e sinais na terra do Egito, e no Mar Vermelho, e no deserto, por quarenta anos.” (Atos 7:36).Moisés, que era um homem semelhante a qualquer outro, mas que, após capacitado por Deus, e no Nome do Senhor, operou milagres e prodígios como nunca se viu, foi quem abriu o Mar Vermelho, que alimentou o povo e cuidou dele durante quarenta anos, e mesmo antes e por algumas vezes foi rejeitado por esse mesmo povo. Não podemos rejeitar ninguém a despeito da religião; devemos observar se o que a pessoa fala, ensina está de acordo com a Palavra de Deus, porque não é a religião que liberta, a libertação vem através de Jesus, e Jesus é o Verbo, é a Palavra, e o Senhor pode usar quem ele quiser para nos falar, devemos ser praticantes de Jesus. “Este é aquele Moisés que disse aos filhos de Israel: O Senhor vosso Deus vos levantará dentre vossos irmãos um profeta como eu; a ele ouvireis.” (Atos 7:37). O próprio Moisés disse, alertou, profetizou, revelou que o Senhor levantaria um outro libertador, que a ele todos nós deveríamos ouvir. Moisés estava falando do nosso Eterno Libertador que é Jesus, que é o Verbo, e no tempo determinado Jesus veio em fraquezas da carne e nos libertou,e todos os que Dele se aproximam são libertos, e Ele os conduz para a terra prometida.
            “Este é o que esteve entre a congregação no deserto, com o anjo que lhe falava no Monte Sinai, e com nossos pais, o qual recebeu as palavras de vida para no-las dar.” (Atos 7:38). Moisés foi o homem que peregrinou no deserto de Midiã, que cuidou do povo durante 40 anos no deserto, e por esse mesmo povo foi afrontado, ameaçado, ofendido, mas o Senhor era com ele e a sua Palavra se cumpriu. Deus falava diretamente Moisés e lhe deu ensinamentos e mandamentos para que nos revelasse, e nos falou da verdadeira liberdade. Moisés era imperfeito, mas falou Daquele que é Perfeito, que é Jesus. Assim também muitos de nós, que somos imperfeitos, somos usados por Deus para falar do amor de Deus, para falar de Jesus, o verdadeiro Libertador, por isto não devemos jamais julgar a Palavra, pois a Palavra é Jesus. Temos que observar a todo tempo se o que estamos ouvindo, aprendendo, é a Palavra; as imperfeições do pregador Deus as julgará e condenará, como fez com Moisés.“Ao qual nossos pais não quiseram obedecer, antes o rejeitaram e em seu coração se tornaram ao Egito, Dizendo a Arão: Faze-nos deuses que vão adiante de nós; porque a esse Moisés, que nos tirou da terra do Egito, não sabemos o que lhe aconteceu.” (Atos 7:39-40). Não podemos agir de maneira semelhante aos hebreus, que rejeitaram o libertador de Deus e em seus corações e mentes planejaram voltar ao Egito, a terra de opressão e escravidão. Não podemos olhar para trás, sempre olhar para o Autor e Consumador da nossa fé. Se estivermos firmes no Senhor, sempre seremos gratos a Ele por aquela pessoa imperfeita que nos enviou para nos libertar e conduzir a Jesus no momento em que mais precisávamos.
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário