NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

AMAMOS O SENHOR?


E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros. (João 21:15).

            Veja aqui que Jesus já ressurreto quando aparece para os discípulos, pela terceira vez, faz questão primeiro de mostrar que não era um fantasma, e janta, se alimenta com eles, pois todos sabem que fantasma não se alimenta. Ele estava mostrando o seu corpo glorificado, e após o momento de comunhão com eles, faz o questionamento a Pedro. Aqui o discípulo não titubeou e respondeu logo afirmando ama-lo, mas Jesus não estava satisfeito com esta resposta; pois de igual modo todos gostam de afirmar que amam ao Senhor, mas na verdade este amor é só de boca. “Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.”(João 21:16). Diante da resposta apressada de Pedro Jesus volta a insistir, e por incrível que possa parecer ele ainda respondeu afirmando que sim, mas no seu intimo esse amor não era tão grande assim, então Jesus o comissiona a cuidar das ovelhas; mas este comissionamento é para todos nós, porque se o amamos demonstramos isto com gesto, atitudes e obras, e assim procedendo, damos testemunhos do seu amor e poder, e por este testemunho muitos se convertem, abandonam os erros e pecados e saem do sofrimento e vem para a paz, o refrigério chamado Jesus.
            “Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito  pela terceira vez: Amas-me? E disse: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.”(João 21:17). Na terceira vez, Pedro apesar de chateado, diz , o Senhor conhece tudo, ele medita, e começa a então a entender que faltava ainda alguma coisa para ele demonstrar este amor. Assim somos nós, oramos, choramos na presença do Senhor, vamos às igrejas, dizimamos, ofertamos, até fazemos jejum, mas tem algumas coisas que não conseguimos obedecer, cpmetemos erros, praticamos coisas erradas que mesmo sabendo que não devemos cometê-las, insistimos e achamos que Deus perdoará sempre, isto porque não o amamos como deveria, como falamos. “Na verdade, na verdade te digo que, quando eras mais moço, te cingias a ti mesmo e andavas por onde querias: mas, quando já fores velho, estenderás as mãos, e outro te cingirá e te levará para onde tu não queiras.”(João 21:18).O Senhor aqui o mostra que antes ele podia fazer o que bem entendia por não conhecer a Verdade, mas agora não tem escapatória, tem simplesmente que cumprir as ordenanças do Senhor, e o mostra como ele seria morto.
            “E disse isso significando com que morte havia ele de glorificar a Deus. E, dito isso, disse-lhe: Segue-me.”(João 21:19). Até nas nossas lutas, sofrimento e morte devemos glorificar ao Senhor, devemos ser imitadores de Jesus que por amor e obediência a palavra do Pai. Pedro se submeteu a tudo e a morte e morte de cruz. Jesus depois de fazer Pedro entender estas coisas,  o chama Para segui-lo. Assim também o Senhor nos chama, pois Ele não prometeu paz, mas lutas, e disse que teríamos aflições, mas que as venceríamos e nos chama para segui-lo, para demonstrar o nosso amor além de simples palavras. “E Pedro, voltando-se, viu que o seguia aquele discípulo a quem Jesus amava, e que na ceia se recostara também sobre o peito, e que dissera: Senhor, quem é que te há de triar?” (João 21:120). Pedro  observou que já tinha um discípulo seguindo Jesus, que João já o seguia, ou seja já tinha se entregado de corpo e alma ao Senhor, que o amava mais do que somente de lábios. Devemos amar ao Senhor Jesus e veremos que muitos o ama e o segue,  e não são os que estão vivendo de forma nababescas, mas sim de acordo com os preceitos estabelecidos pelo próprio Deus, pessoas que são imitadoras de Jesus. Leiam e pratique a Bíblia. Que Deus abençoe.
Um abraço.
                                                 Pr.Henrique Lino

Nenhum comentário:

Postar um comentário