Pular para o conteúdo principal

SOBRENOME

“Eis que tu que tens por sobrenome judeu, e repousas na lei, e te glorias em Deus; E sabes a sua vontade e aprovas as coisas excelentes, sendo instruído por lei; E confias que és guia dos cegos, luz dos que estão em trevas, Instruidor dos néscios, mestre de crianças, que tens a forma da ciência e da verdade na lei; Tu, pois, que ensinas a outro, não te ensinas a ti mesmo? Tu, que pregas que não se deve furtar, furtas?” (Romanos 2:17-21)

          Para nossa infelicidade, para o nosso horror, vemos pessoas que se dizem crentes, evangélicas cometerem erros, ofensas diretas ao Evangelho de Jesus Cristo de maneira rotineira. Pessoas que se dizem pastores, líderes evangélicos, agem, pregam, ensinam contra a própria Palavra, eles que têm a função, a obrigação de ensinar sobre o Reino de Deus, de ensinar não só com palavras, mas, principalmente, sendo exemplo, agindo em conformidade. Infelizmente, vemos essas pessoas ensinarem heresias, pregarem, afirmarem o que Cristo não afirmou, prometerem o que Cristo não prometeu, na verdade condenou. Encontramos supostos pastores em segundo e terceiro casamentos, divorciados, sendo adúlteros, traindo as esposas com as secretárias, com membros da própria igreja que lideram. Vemos esses homens vivendo no homossexualismo, e o mais comum: na desonestidade. É rotina eles praticarem a desonestidade e a extorsão dentro dos templos, usando ardis, mentiras. Esses que têm por obrigação ensinar o Evangelho de Jesus Cristo, na verdade, estão ensinando outra coisa, pois praticam o comércio desenfreado dentro dos seus templos, criam campanhas mentirosas com a finalidade de arrecadar fundos; inventam desafios, fazem com que as pessoas se comprometam a ofertar mensalmente, além dos dízimos, que é mandamento do Senhor. São arrogantes, presunçosos e se acham até mesmo superiores ao próprio Cristo, pois o que não consideram importante no Evangelho eles mudam a seu bel-prazer. Infelizmente, vivemos em uma época em que os que se dizem crentes, pastores, bispos, apóstolos, estão envergonhando o Evangelho de Jesus Cristo, pois com as suas atitudes não estão atraindo as pessoas a Cristo, mas a elas mesmas, e sujando o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém).
     “Tu, que dizes que não se deve adulterar, adulteras? Tu, que abominas os ídolos, cometes sacrilégio? Tu, que te glorias na lei, desonras a Deus pela transgressão da lei?” (Romanos 2:22-23). Nunca vimos tantos líderes evangélicos, pastores cometerem tantos adultérios como vemos nessa geração, pois se tornou comum eles se divorciarem por qualquer motivo e recasarem novamente, e ainda dizem que o Senhor permite; procuram usar versículos da Bíblia de maneira errada para se autojustificarem. Pastores estão trocando as suas esposas por mulheres mais jovens e ainda induzindo a igreja, os seus membros, seguidores a fazerem o mesmo. Além de pregarem, ensinarem, aconselharem que podem se divorciar, se não estiverem felizes, estão apoiando o adultério, incentivando, indo contra o próprio Cristo, que afirmou que o casamento é indissolúvel. As pessoas que frequentam templos denominados evangélicos deveriam abrir os seus olhos e se ater ao Evangelho, meditar mais na Bíblia e colocá-la em prática, e não ficarem somente aceitando o que esses pregadores falam, pois, na verdade, estão conduzindo o rebanho do Senhor à morte eterna. Falam da religião católica por causa das idolatrias, mas eles mesmos cometem igual ou pior, pois fazem com que os povos idolatrem lenços, toalhas, garrafinhas de água, sal, fitas e outras bugigangas mais, que dizem ser ungidas. Mentem falando que trouxeram este ou aquele objeto ou água de Israel, quando na verdade a compraram ou apanharam aqui mesmo. Também mentem afirmando que vão levar nomes e fotos, quando queimam, destroem e jogam fora aqui mesmo. “Porque, como está escrito, o Nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vós.” (Romanos 2:24). Assim estão difamando o Nome do Senhor, e pessoas bem-intencionadas, que amam o Senhor e querem conhecê-lo acabam se afastando e tomam aversão aos evangélicos. As pessoas não querem mais frequentar os templos que se dizem evangélicos, porque veem o comportamento desonesto e adúltero dos seus líderes. Assim eles estão afastando, impedindo as pessoas de serem salvas, estão fechando as portas do céu para elas, mas eles, com certeza, não escaparão e prestarão contas de cada alma que se extraviou por causa deles. Por tal motivo, proclamamos todos os que querem conhecer mais o Senhor que leiam a Bíblia, que meditem nos Evangelhos, que não aceitem nenhum estudo contrário à Palavra de Deus, que não deem ouvidos a esses pregadores heréticos, e que se voltem para o Senhor, pois Cristo não permite e nem autoriza nada que não esteja em sua Palavra. Não podemos esquecer que o Senhor age de acordo com a sua Palavra e não pelo o que as pessoas falam ou pensam. Não podemos estar envolvidos com pessoas que se dizem pastores, mas que estão em erro, indo contra a Palavra de Deus, não podemos frequentar e nem apoiar templos que estão agindo contrariamente à Palavra de Deus, pois estaríamos concordando, apoiando o erro, o pecado, e com certeza também receberíamos a devida punição e seríamos enviados para o sofrimento eterno. “Porque a circuncisão é, na verdade, proveitosa, se tu guardares a lei; mas, se tu és transgressor da lei, a tua circuncisão se torna em incircuncisão. Se, pois, a incircuncisão guardar os preceitos da lei, porventura a incircuncisão não será reputada como circuncisão? E a incircuncisão que por natureza o é, se cumpre a lei, não te julgará porventura a ti, que pela letra e circuncisão és transgressor da lei? Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne. Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no Espírito, não na letra; cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus.”(Romanos 2:25-29).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …