Pular para o conteúdo principal

A GRAÇA E A PAZ

“Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus Cristo: Graça e paz tenhais de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo.” (1 Tessalonicenses 1:1)

          Sempre observamos o apóstolo Paulo cumprimentar as igrejas com o verdadeiro cumprimento, a saudação cristã, sempre orando e desejando o crescimento e a perseverança na fé. Paulo juntamente com seus companheiros Timóteo e Silvano, escrevendo esta carta à igreja na Tessalônica, faz a mesma coisa. Na verdade, é uma pequena oração, porque expressa os desejos do seu coração, além de um pedido ao Senhor para que os irmãos permaneçam firmes na fé, uma vez que não era fácil ser cristão naquela época, onde a religião predominava, os fariseus os perseguiam. Não encontramos Paulo pedindo que eles tenham dinheiro, mordomias ou regalias, mas que sejam perseverantes em meio às lutas, e, principalmente, para tomarem cuidado com os falsos cristãos, com os hipócritas, com os falsos evangelhos. Paulo ora e deseja que eles tenham paz e Graça da parte de Deus Pai e de Jesus Cristo, e sabemos que a paz de Cristo é a que transcende todo o nosso entendimento, é a paz de que desfrutamos mesmo estando em plena luta, enfrentando problemas. Mesmo assim temos paz, porque sabemos em quem temos crido. Todos os que se se dizem crentes, evangélicos, os que se identificam usando o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém) devem agir de igual modo, devem orar pelas igrejas, independentemente da denominação. Digo orar pelas igrejas do Senhor, pois muitas só usam o seu nome, já que agem e ensinam contra o Evangelho, fazendo com que as pessoas que estão buscando a Verdade se desviem dela. “Sempre damos graças a Deus por vós todos, fazendo menção de vós em nossas orações, Lembrando-nos sem cessar da obra da vossa fé, do trabalho do amor, e da paciência da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, diante de nosso Deus e Pai.” (1 Tessalonicenses 1:2-3). Quando encontramos pessoas e igrejas sérias comprometidas com o Evangelho ou ficamos sabendo delas, devemos orar para os irmãos permanecerem firmes na fé, apesar de enfrentarem tribulações. Sabemos que os cristãos verdadeiros passam por lutas e perseguições, mas devemos perseverar cada vez mais, pois a nossa recompensa não está aqui, e sim guardada no Senhor.
    “Sabendo, amados irmãos, que a vossa eleição é de Deus; Porque o nosso Evangelho não foi a vós somente em palavras, mas também em poder, e no Espírito Santo, e em muita certeza, como bem sabeis quais fomos entre vós, por amor de vós.” (1 Tessalonicenses 1:4-5). Devemos atentar ao tipo de evangelho que as igrejas estão pregando, estão ensinando e vivendo, porque se for o evangelho da famigerada teologia da prosperidade, não é o Evangelho de Jesus Cristo. Temos que atentar para podermos discernir entre tantos evangelhos que sugiram e surgem pelo mundo, porque hoje temos os das festas, dos shows, dos eventos, das campanhas, dos desafios, das bênçãos sem medidas, da alegria, das danças, dos amuletos, e muito mais. O Evangelho de Jesus nos cobra arrependimento, conversão, santidade, prática da Palavra de Deus e renúncia. Jesus em nenhum momento nos prometeu facilidades aqui e nem prometeu riquezas, ao contrário, nos mandou pegar as nossas cruzes e segui-lo, nos falou que aqui teríamos aflições, lutas. Portanto, o Evangelho que pregamos e procuramos viver, que é o Evangelho de Jesus Cristo, é com ele que mostramos o Poder de Deus, é nele que apresentamos o próprio Senhor Jesus Cristo, e falamos, ensinamos como segui-lo. Falamos e mostramos como devemos apanhar as nossas cruzes para acompanhá-lo, porque Ele é o Caminho, e se passarmos por Ele, entraremos e obteremos descanso para a nossa alma cansada. “E vós fostes feitos nossos imitadores, e do Senhor, recebendo a Palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo. De maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na macedônia e Acaia.” (1 Tessalonicenses 1:6-7). Não procuramos agradar a ninguém, somente Àquele que nos recrutou; só pensamos em agradar a nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo. Ficamos felizes quando encontramos irmãos, igrejas que estão na prática do Evangelho de Jesus Cristo e por eles oramos. Desejamos que cada vez mais pessoas saiam das religiões e venham para o Senhor Jesus Cristo. Queremos ver pessoas convertidas a Ele e não a uma denominação, a uma religião, mas ao Salvador. Ficamos alegres quando deparamos com pessoas que são exemplos de cristãos e que pela sua maneira de viver estão conduzindo outras à presença do Senhor, porque o cristão verdadeiro demonstra isto agindo, vivendo como um cristão, como um discípulo de Jesus. O cristão não vive reclamando de lutas e perseguições, ao contrário, testemunha como é bom viver no Evangelho, viver com Jesus Cristo, o Autor da Vida. “Porque por vós soou a Palavra do Senhor, não somente na macedônia e Acaia, mas também em todos os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou, de tal maneira que já dela não temos necessidade de falar coisa alguma; Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir o Deus vivo e verdadeiro, E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura.”(1 Tessalonicenses 1:8-10).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …