Pular para o conteúdo principal

SÃS PALAVRAS

“Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade.” (1 Timóteo 6:3)

         Há muitos templos, denominações, igrejas físicas, pastores, pregadores, profissionais que estão ensinando uma doutrina diferente, melhor dizendo, doutrinas diferentes da que o Senhor Jesus Cristo nos deixou. Citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), mas, ao mesmo tempo, falam contra o Evangelho. São campanhas, desafios, barganhas, comercialização de objetos supostamente consagrados, ou não, e muitas outras coisas que vemos que não têm nenhum fundamento bíblico. Infelizmente, o mundo entrou em certos templos, e o procedimento desde os líderes até a última ovelha é pior do que o mundano. Falam o Nome do Senhor, mas não vivem e nem ensinam o seu Evangelho, assim como pregadores que ensinam e pregam a famigerada teologia da prosperidade, que somente serve de argumentação da barganha, para extorquir, tomar dinheiro do povo, pedir ofertas, e assim enriquecê-los cada vez mais. Pregam qualquer coisa que agrade o povo, que os alegre e conforte, para que assim eles se fidelizem em seus templos, ofertando cada vez mais. Esses pregadores aceitam e concordam com os pecados desde que as pessoas continuem nos seus templos ofertando e dizimando. Assim eles incentivam o divórcio e o recasamento, aceitam e apoiam o homossexualismo, a mentira é algo normal e rotineiro, a fornicação é compreensível, e a desonestidade é praticada por eles mesmos como exemplos. “É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, perversas contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais.” (1 Timóteo 6:4-5). Esses pregadores, esses líderes desses templos que assim procedem estão correndo para o sofrimento e a destruição eterna, e todos os que os acompanham, todas as ovelhas, os frequentadores desses locais, se não abrirem os olhos, se não voltarem para o Evangelho de Jesus Cristo, serão também destruídos por toda a eternidade. A bem da verdade, essas pessoas que frequentam esses templos não estão buscando o Senhor, elas querem somente as bênçãos, querem somente prosperidade, e não se voltam para Jesus, que é o Verbo, que é a Palavra, e que eles têm, pois a Bíblia nos mostra qual é a vontade do Senhor para nós, e com o que Ele se comprometeu, e temos a certeza de que não foi com riquezas.
         “Mas é grande ganho a piedade com contentamento. Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.” (1 Timóteo 6:6-8). Temos que compreender e aceitar que Jesus em nenhum momento prometeu riquezas a nós, não prometeu prosperidade, e sim o seu Maná, ou seja, o sustento ou seu cuidado. Jesus não morreu para que tivéssemos dinheiro, casas, carros ou luxo, Ele morreu para que pudéssemos ter vida em abundância, isso é vida eterna. Assim, o Senhor determinou que devemos buscar em primeiro lugar o Reino Dele, que as demais coisas Ele acrescentará. Portanto, é nosso dever buscar cada vez mais conhecer, nos envolver mais com as coisas do Reino, sabendo que Ele é quem nos sustenta, que é Ele quem nos mantém, tudo provém Dele. Só o fato de estarmos vivos, de estarmos respirando neste momento é motivo de alegrias e júbilo, por termos algo para comer, por não estarmos pelados, tudo é motivo para agradecermos ao Senhor. Não devemos buscar riquezas terrenas, e sim buscar as riquezas que duram para toda a eternidade, pois as daqui são passageiras. “Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.” (1 Timóteo 6:9). Esses pregadores que estão tentando fazer o povo crer que Deus irá enriquecê-los estão mentindo e pregando contra Jesus Cristo, porque a única riqueza prometida é a nossa vida, nossa salvação. Portanto, temos que ser sábios, temos que ser inteligentes e colocar em prática o Evangelho, pois a nossa vida depende Dele. As pessoas que vivem em busca de riquezas, de prosperidades são pessoas carnais, pessoas que estão no mundo, apesar de estarem frequentando algum templo, porque não buscam o Senhor, querem somente uma realização qualquer, e toda riqueza nos afasta, nos distancia do Senhor. Não podemos esquecer que a avareza é idolatria, e os que tudo fazem para se tornarem ricos são avarentos naturalmente. As pessoas se perdem, cometem crimes, pecados vários para conseguirem conquistar bens materiais, para progredirem materialmente, e não fazem nada para crescerem espiritualmente, para conhecerem mais o Senhor, por isto sofrem, se perdem e depois padecem por toda a eternidade. “Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.” (1 Timóteo 6:10). Todos os que amam o dinheiro, todos que tudo fazem para terem boa vida, conforto, luxo, ou quem sabe estão preocupados com a aposentadoria, com o futuro não conhecem o Senhor e não confiam Nele, pois é Ele quem nos mantém e nos sustenta. Templos denominacionais, que fazem questão de ter aplicações, poupanças, aposentadoria para os seus pastores, ao contrário de socorrer quem precisa, os necessitados, estão frontalmente contra a Palavra de Deus. Não podemos esquecer que quem nos sustenta, quem nos mantém é o Senhor. “Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão. Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas. Mando-te diante de Deus, que todas as coisas vivificam, e de Cristo Jesus, que diante de Pôncio Pilatos deu o testemunho de boa confissão, que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo; A qual a seu tempo mostrará o bem-aventurado, e único poderoso Senhor, Rei dos reis e Senhor dos senhores; Aquele que tem, Ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém.” (1 Timóteo 6:11-16).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr. Henrique Lino

 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …