EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 9 de julho de 2018

O SERVO CHAMAMDO

“Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o Evangelho de Deus.” (Romanos 1:1)

          O apóstolo Paulo realmente era um homem admirável, porque as suas pregações, os seus ensinamentos, fundamentados na Palavra de Deus, serviram, ainda servem e servirão para todos nós compreendermos melhor o Evangelho de Jesus Cristo. Incialmente vimos a humildade desse homem que era um fariseu, um religioso, que, depois que se converteu, tornou-se um dos mais humildes apóstolos. Paulo foi chamado pelo Senhor quando estava indo a caminho de Damasco para prender os crentes de lá e os trazer para Jerusalém, mas o Senhor apareceu a Ele e o convocou. Desde então ele passou a ser um fervoroso pregador e defensor do Evangelho de Jesus Cristo. Nada o impedia de levar a mensagem de Cristo: ameaças, prisões, espancamentos, fome, traições, apedrejamentos, tudo isso era rotina em sua vida. Jesus o separou para ser um pregador da Palavra, e ele foi fiel até a morte, quando foi executado em Roma. Lendo e meditando sobre esse abnegado apóstolo, fico tentando compará-lo com os nossos pregadores da atualidade, que são medrosos, covardes e gananciosos, pois tudo fazem por dinheiro. A preocupação deles é com a arrecadação e com o lucro. Querem ofertas para pregar, querem salário fixo para ficarem à frente de uma congregação, querem participação na arrecadação. Quando viajam, exigem luxo, conforto, primeira classe, hotéis cinco estrelas, alimentação e cuidados diferenciados; julgam-se especiais, estrelas. Mas a maioria não foi chamada, eles não foram escolhidos, eles é que se fizeram pregadores com o único objetivo de se darem bem. Por serem pessoas fracassadas em outras áreas, por serem preguiçosos, acharam melhor explorar a fé das pessoas. Paulo foi convocado e seguiu em frente, e, como ele mesmo disse, não tinha sua vida por apreço, mas a sua prioridade era fazer a vontade de Cristo. Devemos ser fiéis a quem nos arregimentou, a quem nos convocou e passarmos a viver para Ele, pregar, levar a sua mensagem, e não ficarmos preocupados em nos promover, ou com disputas. Devemos nos preocupar somente com cumprir a nossa obrigação, porque, se somos pregadores do Evangelho de Jesus Cristo, então sabemos que a nossa prioridade é lhe obedecermos para que sejamos dignos de viver ao seu lado e de adentrar o Reino, e não nos preocuparmos em reinar aqui. O Evangelho é obediência, e quem é o centro da mensagem é Cristo e não nós, pois nada somos ou podemos oferecer, temos que ensinar as pessoas a se renderem, a se humilharem diante do Senhor.
 “O qual antes prometeu pelos seus profetas nas Santas Escrituras, acerca de seu Filho, que nasceu da descendência de Davi segundo a carne, Declarado Filho de Deus em poder, segundo o Espírito de santificação, pela ressurreição dentre os mortos, Jesus Cristo, nosso Senhor, Pelo qual recebemos a Graça e o apostolado, para a obediência da fé entre todas as gentes pelo seu Nome, Entre as quais sois também vós chamados para serdes de Jesus Cristo.” (Romanos 1:2-6).Recebemos do Senhor o chamado para pregarmos o Evangelho, e também recebemos a incumbência de pegar as nossas cruzes e o seguirmos, portanto sabemos o que nos espera aqui: perseguições, acusações, afrontas e escárnios, mas também sabemos que a nossa coroa da vida está guardada se permanecermos firmes Nele. Temos a obrigação de cumprir as nossas missões, isto se tivermos compromisso com Cristo, porque a obra do Senhor é feita com zelo, cuidado, amor e obediências, porque, se tentarmos fazê-la de qualquer maneira, se o nosso interesse for outro a não ser agradar a Cristo, com certeza padeceremos por toda a eternidade. Recebemos do Senhor a missão, a determinação de pregarmos o Evangelho a toda criatura. Com os que aceitarem, damos Glórias a Deus, mas com os que rejeitarem, não insistimos, nós seguimos em frente, porque sabemos que eles prestarão contas ao Senhor. Não podemos tentar nem por força nem por violência que aceitem o Evangelho de Jesus Cristo, então não insistimos, não tentamos obrigar ninguém, ao contrário, somente apresentá-lo às pessoas, elas é que decidem se o querem ou não. “A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados santos: Graça e paz de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Primeiramente dou graças ao meu Deus por Jesus Cristo, acerca de vós todos, porque em todo o mundo é anunciada a vossa fé.” (Romanos 1:7-8). Todos os crentes, os cristãos verdadeiros que estão em qualquer parte do mundo, todos, em todos lugares, todos os que vivem de acordo com a Palavra de Deus, esses que são exemplos por viverem e pregarem a Verdade do Evangelho, temos que incentivá-los a permanecer firmes e não deixarem se abater pelas necessidades ou perseguições, sabendo que receberemos a nossa compensação no porvir. Não somente por pregarem, mas pelos seus exemplos de vida santa que muitos se convertem, muitas almas se rendem ao Senhor. Portanto, oremos e clamemos a Deus por todos os cristãos legítimos espalhados por toda a terra, e rendamos graças ao Senhor por eles. “Porque Deus, a quem sirvo em meu espírito, no Evangelho de seu Filho, me é testemunha de como incessantemente faço menção de vós, Pedindo sempre em minhas orações que nalgum tempo, pela vontade de Deus, se me ofereça boa ocasião de ir ter convosco. Porque desejo ver-vos, para vos comunicar algum dom espiritual, a fim de que sejais confortados; Isto é, para que juntamente convosco eu seja consolado pela fé mútua, assim vossa como minha. Não quero, porém, irmãos, que ignoreis que muitas vezes propus ir ter convosco (mas até agora tenho sido impedido) para também ter entre vós algum fruto, como também entre os demais gentios. Eu sou devedor, tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes. E assim, quanto está em mim, estou pronto para também vos anunciar o Evangelho, a vós que estais em Roma. Porque não me envergonho do Evangelho de Cristo, pois é o Poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Porque Nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá pela fé.” (Romanos 1:9-17).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário