NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

DURO DE OUVIR

"Muitos, pois, dos seus discípulos, ouvindo isto, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir?" (João 6:60)

         Quando Jesus falou sobre obediência, sobre se alimentar da sua Palavra, do seu Evangelho, da sua Carne, os que diziam ser seus discípulos, seus seguidores reclamaram. Isto porque eles queriam ver somente curas, milagres, multiplicação de pães e peixes, queriam ver somente bênçãos. Mas na hora em que Jesus falou em obediência, mostrando que Ele era o Verdadeiro Milagre, o Verdadeiro Alimento - porque Ele disse que era o Pão que tinha descido do céu e afirmou que quem não comesse da sua Carne e nem bebesse do seu Sangue não tinha parte com Ele -, logo grande parte dos seus discípulos achou ruim, rejeitou esse discurso, esse ensinamento, e eles reclamaram dizendo que não podiam ouvir aquilo. Ainda hoje continua a mesma coisa, e com muito mais constância, porque nos templos, nos púlpitos, pessoas que se dizem pregadores não querem saber de falar ou ouvir sobre obediências. Basta vermos os chamamentos dos templos denominacionais, dos pregadores para os seus cultos, reuniões carnais, porque chamam oferecendo bênçãos, milagres, curas, chamam para fazer campanhas para isto e para aquilo, mas não chamam para o Senhor, para se alimentarem da Palavra. E quando alguém, um pregador sério, comprometido com o Evangelho, começa a falar de arrependimento, de santificação, de conversão, de salvação, logo esses pregadores são os primeiros a dizer que está errado. E apresentam um cristo diferente, tolerante com o pecado, um cristo que é somente misericórdia e que nada cobra ou exige. Não vemos Jesus apoiando ou concordando com erros, pecados ou rebeldia, mas, ao contrário, sempre condenando, exigindo o abandono dos pecados e dizendo: "vá e não peques mais". Portanto, observamos que os falsos discípulos, os falsos crentes, os falsos evangélicos que lotam os templos são todos os que não buscam o Senhor, mas somente bênçãos; são os que rejeitam a Palavra, a Verdade, o Alimento. Não querem ouvir a Verdade, não querem ouvir Jesus, assim como os que reclamaram de Jesus naquela época, que não eram pagãos ou descrentes, mas os supostos discípulos. Da mesma maneira, os que não aceitam a pregação legítima e verdadeira, os que não querem a Verdade na nossa atualidade não são os pagãos, os que estão no mundo, mas os que se dizem crentes. São os que vivem em templos e sempre com citações bíblicas nos lábios, são os que gostam de cantar hinos ou músicas que citam o Senhor. Os que se dizem crentes, evangélicos, gospel, esses continuam reclamando da pregação de Jesus, não aceitam comer da Carne de Cristo. Eles não querem saber de obediência, querem somente bênçãos.
 "Sabendo, pois, Jesus em si mesmo que os seus discípulos murmuravam disto, disse-lhes: Isto escandaliza-vos? Que seria, pois, se vísseis subir o Filho do homem para onde primeiro estava? O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos digo são espírito e vida." (João 6:61-63). Jesus, sabendo o que esses discípulos falavam ou pensavam a seu respeito, Ele agrava ainda mais o pensamento, o entendimento desses porque questiona, pergunta o que eles pensariam se o vissem subir de volta para o Pai, porque Ele veio do Pai e para Ele voltará. Assim como esses discípulos não acreditavam Nele como o Messias, mas somente como um profeta, não acreditavam que Ele era o Filho de Deus, o nosso Salvador. Assim Jesus choca os seus pensamentos ao lhes perguntar se eles o verão subir ao Céu, mas é claro que eles não acreditavam nisso, e só vieram a crer quando viram isso acontecer. Jesus fala que Ele é fala, é a Palavra da Vida, é o que conduz à Vida verdadeira, mostrando que não devemos nos preocupar em agradar a nossa vontade carnal. Não podemos ficar preocupados em atender as nossas vontades humanas, mas devemos andar em espírito, que é andar de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo. O que Jesus falava e fala pelo seu Evangelho é o que nos conduz à vida, é a nossa salvação, porque o nosso coração, sentimentos e desejos humanos só nos conduzem para a morte, para o afastamento do Senhor. Temos que aprender a buscar o Senhor porque Ele é Cristo, é o nosso Salvador, é quem ocupou o nosso lugar, que assumiu o nosso lugar. Temos que amá-lo, respeitá-lo e obedecer-lhe, porque Ele é Deus, e Ele mesmo poderá nos enviar para a morte eterna, para o inferno se não o temermos. Temos que buscá-lo não em troca de recompensas materiais e imediatas, não em busca de quaisquer coisas aqui, mas buscá-lo em troca de alcançarmos vida. E só existe uma maneira de buscar o Senhor, que é pela obediência, é comendo a sua Carne e bebendo o seu Sangue. "Mas há alguns de vós que não creem. Porque bem sabia Jesus, desde o princípio, quem eram os que não criam, e quem era o que o havia de entregar. E dizia: Por isso eu vos disse que ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido." (João 6:64-65). Jesus conhecia e conhece cada um de nós muito bem, Ele sabe o que pensamos e desejamos. Ele conhece o nosso coração, nossa sinceridade para com Ele, e não crê somente no que expressamos com os nossos lábios. Portanto, não conseguimos enganá-lo, Ele sabe quem o ama e quem não o ama. Jesus sabe quem quer somente uma bênção, quem quer somente receber e quem está mais no mundo do que em sua presença. Jesus sabe quem são os traidores, e esses com certeza irão pagar um alto preço, assim como Judas pagou. Os que são mundanos, falsos discípulos, falsos cristãos podem estar lotando templos, podem estar nos púlpitos, mas não foram chamados pelo Senhor, não foram escolhidos, portanto esses carnais só lhes resta o sofrimento eterno. "Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com Ele." (João 6:66). Não é por acaso que está no versículo 66 do capítulo 6 quando esses discípulos abandonaram Jesus, porque é o número da desobediência, o número das trevas, o número do diabo. O número 666, como vemos em Apocalipse, é o número do inimigo das nossas almas. Aqui vemos os falsos discípulos abandonando Jesus, e também não vimos Jesus pedindo para eles ficarem ou permanecerem, ao contrário, veremos que Ele continua com a sua pregação dura e verdadeira, porque Ele irá perguntar aos doze que restarão se eles também não querem ir. O que vemos hoje nos falsos templos, com falsos pregadores, são as falsas pregações de bajulações, e por isso tantos mortos-vivos. "Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos? Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna. E nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo, o Filho do Deus vivente. Respondeu-lhe Jesus: Não vos escolhi a vós os doze? e um de vós é um diabo. E isto dizia ele de Judas Iscariotes, filho de Simão; porque este o havia de entregar, sendo um dos doze." (João 6:67-71). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário