NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

GRAÇA ABUNDANTE

"Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?" (Romanos 6:1-2)

         São muitos os que falam da Graça, mas sem entendê-la ou compreendê-la. Muitos falam e ensinam como se a Graça fosse uma liberação para se viver como bem entendem, pois já estariam salvos. As pessoas estão crendo que a Graça é uma permissão para pecarem, para fazerem o que bem entenderem, porque Deus sempre irá perdoar, e a salvação já existe para elas. Ou creem que podemos viver no pecado, para que a Graça se mostre, apresente-se de maneira grandiosa. Mas a Graça do Senhor é outra coisa, é uma porta aberta que todos têm que escolher: entrar por ela ou se recusar a ir para a desonra, porque a Graça nos livrou dos pecados adâmicos e nos deu a condição de escolhermos obedecer ao Senhor e viver para Ele e assim entrarmos pela porta estreita e obtermos vida abundante. A Graça é não vivermos submetidos à lei que não conseguia tirar o pecado, é viver de acordo com as nossas escolhas, não sermos obrigados, mas tendo a certeza de que receberemos de acordo com as nossas escolhas. Na Graça o pecador, morrendo ainda no pecado, com certeza vai para a desonra, o sofrimento e a morte eterna, ou seja, vai para o inferno. E não existe essa de que a Graça vai impedir alguém de ir para o inferno, que o Senhor vai tolerar, aceitar, porque o Senhor é Santo e exige santidade de quem se aproxima Dele. Quando aceitamos o Senhor, a Graça, quando decidimos viver no Senhor, automaticamente abandonamos todo tipo de pecado, voltamo-nos para Ele, submetemo-nos à sua Vontade, e passamos a viver de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo. Assim mortificamos o nosso corpo para o mundo, não mais vivemos de acordo com os preceitos e lógica mundanos, mas de acordo com as ordenanças da Graça, para que possamos alcançar a Salvação. Temos que morrer para o pecado, saber que não podemos mais pecar, que nada mais é do que a rebeldia à Palavra de Deus, e então somos obedientes em tudo, isto é aceitar a Graça de Deus. Se queremos ser salvos, devemos nos submeter às leis da Graça, porque, para recebermos o perdão, devemos nos arrepender, confessar e mortificar os nossos corpos, nossas vontades para as coisas do mundo. Na Graça não importa a gravidade do pecado, mas se existir o arrependimento, a conversão, então se receberá o dom da vida. Mas se a pessoa permanecer no pecado, pode ser religiosa, pode estar citando o Nome do Senhor o tempo todo, ela irá para a desonra eterna. Sem santificação, ninguém verá Deus. Portanto, sabemos que a Graça, a salvação está disponível para todos os que se arrependem e se submetem ao Senhor.
 "Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com Ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela Glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida." (Romanos 6:3-4). Todos nós nos submetemos ao batismo - falo de batismo nas águas, batismo sob imersão, e não aspersão, pois este nada vale. O batismo a que devemos nos submeter é o mesmo a que o nosso Mestre se submeteu ali com João Batista, é imersão, e esse batismo é também para que enterremos o velho homem, a velha mulher. Isso não quer dizer que a água ali é mágica, mas, quando aceitamos ser batizados, assumimos o compromisso de viver a morte de Jesus em nosso corpo, sepultamos as coisas mundanas e passamos a viver em espírito e verdade, porque, assim como Jesus foi sepultado e ressuscitou e Vive e Reina para sempre, nós também o seremos duplamente. Primeiro, devemos nos batizar em sua morte, sepultando o velho homem, a velha mulher, e fazendo renascer ali um novo homem, uma nova mulher, dispostos a viver o Evangelho de Jesus Cristo. Depois, quando chegar a nossa hora, a nossa partida, sabemos que, se vivermos em conformidade com os seus preceitos, então no momento certo, no seu retorno, no seu Dia, seremos ressuscitados por Ele e viveremos para todo o sempre. "Porque, se fomos plantados juntamente com Ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição; sabendo isto, que o nosso homem velho foi com Ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado." (Romanos 6:5-6). Portanto, é necessário sepultar, matar a nossa velha natureza; a nossa origem adâmica tem que ser aniquilada, temos que assumir o nosso lugar em Cristo, e isso só podemos fazer assumindo a sua morte. Sabemos que quem realmente assumiu Cristo não vive pecando, não vive preocupado com as coisas mundanas, não se preocupa em ser alguma coisa aqui, porque sabe, tem consciência de que aqui não é a nossa casa, não é nosso território, uma vez que só estamos de passagem, estamos somente peregrinando. Apesar de estarmos no mundo, vivemos no Reino, e estamos mortos para o mundo, porque, se ainda estivermos vivos para o mundo, estaremos mortos para Deus, e o nosso lugar será com os mortos. Devemos ser inteligentes, saber que só podemos viver em Cristo se morrermos aqui, se formos sepultados com Ele, porque a Graça é a condição de podermos escolher vida ou morte, e não a garantia de que temos vida. Vida só temos se estivermos em Jesus. O Senhor é Santo e não aceita pecador, porque é necessário abandonarmos os pecados para chegarmos a Ele. Não existe o amor incondicional, como muitos falam e fazem crer, porque, para recebermos, desfrutarmos do amor de Cristo, temos que abandonar os pecados, isto é uma condição sine qua non. "Porque aquele que está morto está justificado do pecado. Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com Ele viveremos; Sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre Ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos certamente mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniquidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da Graça." (Romanos 6:7-14). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário