NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

ASSIM DIZ O SENHOR.

"Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da tentação no deserto." (Hebreus 3:7-8)

         O Senhor está constantemente nos avisando, alertando sobre a dureza dos nossos corações, porque sempre encontramos motivos para rejeitar a sua Palavra. Infelizmente, as pessoas estão preocupadas em viver bem aqui, estão compromissadas consigo mesmas e com os prazeres do mundo, e ainda acreditam ou querem acreditar que Deus tem compromisso com um estilo de vida negligente aqui. Nós temos a sua Palavra que tudo nos ensina e nos dá exemplos, nos mostra o que aconteceu e acontecerá com os que são desobedientes e rebeldes aos mandamentos do Senhor. Temos o Antigo Testamento, que nos mostra o início de tudo e nos conta a história de Israel e sobre como o Senhor amou todo aquele povo, que por desobediência padeceu e ainda padece, mas a Palavra se cumpriu, o Testamento se cumpriu em Jesus. Temos também o Novo Testamento. A Graça é para todos nós, é o que vivemos atualmente, e, antes, o que era visto de maneira física, vemos agora de maneira espiritual. Temos as leis, os preceitos que o Senhor Jesus nos deixou, e, se não obedecermos a eles, seremos todos eliminados da sua presença. Mas tudo isto acontece pela dureza dos nossos corações e por buscarmos moleza, prazeres aqui, e não obedecermos ao que o Senhor nos manda; somos como a Eva no Paraíso, que tinha fartura de tudo, tinha todo o tipo de fruta para comer, mas entendeu de comer a única que não poderia. Eva não estava passando fome, não tinha necessidade de nada, mas entendeu de ser desobediente; ela, de coração duro, não ouviu o Senhor, e as consequências todos nós sabemos quais foram. Assim somos nós, temos um Reino para vivermos, temos a Porta para entrarmos, mas os rejeitamos, porque escolhemos fazer as nossas vontades; rejeitamos a verdade, endurecemos os nossos corações, e assim como todo aquele povo morreu no deserto, se continuarmos com os nossos corações duros, com certeza morreremos. Não é o diabo que vai nos matar, na verdade, somos nós mesmos, nossos atos, nossas desobediências que fazem com que o Senhor não tenha outra alternativa a não ser nos enviar para o sofrimento e morte eterna, porque Ele vive pela sua Palavra, e ela se cumpre tanto para o nosso bem como para o nosso mal. Muitos estão se enganando, porque no Passado, no Antigo Testamento, o que acontecia era a morte física, para que servisse de exemplo para nós agora, no Novo Testamento. Mas o que acontece agora é pior, pois é a morte espiritual, e quem nos envia é o Senhor, por tal motivo, vivemos uma geração de mortos vivos, templos, denominações estão cheias de mortos vivos, vivos carnais e mortos espiritualmente falando.
 "Onde vossos pais me tentaram, me provaram, E viram por quarenta anos as minhas obras. Por isso me indignei contra esta geração, E disse: Estes sempre erram em seu coração, E não conheceram os meus caminhos. (Hebreus 3:9-10). Todo um povo que o Senhor tinha tirado da escravidão do Egito, agindo, operando com mão poderosa, com vários sinais e prodígios, esse povo viu o que ninguém nunca tinha visto e possivelmente jamais algum de nós verá aqui, porque viu o Senhor matar os filhos primogênitos do Egito, viu todos os tipos de sinais e ainda, diante de todos, o Senhor interrompeu as águas do mar, para que eles atravessassem o mar em terra seca. Alimentaram-se do alimento que o Senhor enviava do Seco, e beberam da água que viram sair da Rocha para matar a sede de todos, e Ele ainda cuidou de suas roupas e calçados para que durante quarenta anos não se estragassem. Esse povo tinha a proteção do Senhor durante o dia para fazer sombra e os guiar no deserto escaldante, e à noite tinham calor e iluminação, nada faltou, pois o Senhor estava presente, mas desobedeceram e se rebelaram, por isso morreram. Assim somos nós, que temos recebido os cuidados, a proteção de Deus, mas preferimos não reconhecer isso e ficarmos somente pedindo e pedindo. As pessoas nunca se contentam com nada; são como os hebreus, que morreram no deserto, porque querem luxo, querem conforto, querem alegrias, querem prazeres, mas não querem obedecer, não querem viver o Evangelho de Jesus Cristo. Por isso criaram um evangelho ou evangelhos diferentes para elas, e acham que Deus tem a obrigação de atender a seus pedidos e fazer as suas vontades. "Assim jurei na minha ira Que não entrarão no meu repouso." (Hebreus 3:11). Deus jurou, afirmou, garantiu que nenhum dos que agem com rebeldia a sua Palavra entrará no descanso, no Reino, e que padecerão por toda a eternidade. Mas, mesmo tendo conhecimento disso, muitos pregadores ensinam e agem de maneira contrária, por tal motivo Jesus disse que seriam poucos os que se salvariam. O povo tem endurecido o coração para o Evangelho verdadeiro, o Evangelho de Jesus Cristo, e buscado um evangelho condizente com as suas vontades carnais, porque não quer batalhar, não quer guerrear, não quer seguir Jesus, somente deseja uma religião, um afago, um consolo, um incentivo, quer orientações de autoajuda. Mas, por causa do endurecimento do coração de muitos, a morte está prevalecendo; acontece simplesmente como os que rodaram no deserto aguardando a morte que Deus já tinha decretado. O Senhor sempre nos chama, nos alerta, e agora neste momento está nos dizendo que estamos ouvindo a sua Palavra e, portanto, não podemos endurecer os nossos corações, porque, se persistirmos, com certeza padeceremos por toda a eternidade. Assim Ele nos mostra que ainda há tempo de nos arrepender, de abandonarmos a rebeldia, a dureza de coração e irmos até Ele em humildade e obediência para que possamos obter vida Nele. "Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo. Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; Porque nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim. Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação. Porque, havendo-a alguns ouvidos, o provocaram; mas não todos os que saíram do Egito por meio de Moisés. Mas com quem se indignou por quarenta anos? Não foi porventura com os que pecaram, cujos corpos caíram no deserto? E a quem jurou que não entrariam no seu repouso, senão aos que foram desobedientes? E vemos que não puderam entrar por causa da sua incredulidade." (Hebreus 3:12-19). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário