NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 8 de maio de 2017

CRISTO CRUCIFICADO

"E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor." (1 Coríntios 2:1-3)

         Quando analisamos a Palavra de Deus e a comparamos com o que vemos hoje em dia nos templos, percebemos o quão longe estão do Evangelho. Aqui o apóstolo Paulo fala para os coríntios, fazendo-os lembrar que não esteve no meio deles como um grande e sábio pregador, não esteve ali como um homem culto, mas ao contrário. Conhecemos a história de Paulo, que foi um perseguidor da igreja, de Cristo, e que se converteu quando estava indo a Damasco para prender os irmãos daquele lugar. Jesus apareceu para ele, o chamou e o convocou para pregar o Evangelho e para sofrer pelo seu Nome, e ele aceitou, abraçou aquela missão e foi o maior pregador do Evangelho depois de Jesus. E é o maior escritor, o que tem mais livros no Novo Testamento, e continua até hoje nos ensinando, trazendo a Palavra, a mensagem de Salvação, o Evangelho de Jesus Cristo. Devemos observar que Paulo, após ser chamado por Jesus, não foi para nenhum lugar fazer nenhum curso teológico, ou buscar aprendizado, ele simplesmente começou a pregar com o que o Senhor lhe revelou, e em Damasco mesmo ele já estava ensinando o Evangelho, e teve que sair de lá fugido, porque queriam matá-lo. Paulo pregava, ensinava o que Jesus lhe ensinou, lhe mostrou, falava com linguagem simples, direta, exortando todos a abandonarem os erros e pecados e se converterem a Jesus, mas, principalmente, testemunhava sobre Jesus e sobre a sua conversão. Hoje os pregadores estudam, fazem cursos de teologias e outros para aprenderem a mentir, a enganar, a falar das coisas do mundo. São pregadores que têm um linguajar sofisticado, um português correto, utilizam-se da emoção, do jogo de palavras, fazem caras e bocas, e tudo para atrair, agradar as pessoas, mas não pregam Jesus, mesmo porque o que pregam, quando analisamos à luz da Bíblia, vemos que nada tem com a pregação original. O povo dá glória, aplaude, fala e faz tudo o que eles mandam; as pessoas não percebem que estão sendo apenas religiosas e não estão praticando a Palavra de Deus. Mesmo porque pregadores modernos falam de prosperidade, de bênçãos, de quaisquer coisas, mas não falam e nem apresentam Jesus, eles apenas citam o seu Nome.
 "E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." (1Corintios 2:4-5). Paulo fazia questão de mostrar que não pregava insistindo, pedindo para as pessoas aceitarem Jesus, ele simplesmente o apresentava, e quem quisesse se convertia. Esse apóstolo não ficava tentando persuadir ninguém a aceitar Jesus e nem ir a sua denominação. Ele apresentava o Senhor Jesus e não usava nenhum artifício para atrair as pessoas. Não utilizava a arte do engano para conduzir as pessoas para a sua igreja, e nem pregava oferecendo bênçãos ou curas; não fazia campanhas, em nenhum momento falava em prosperidade. Falava do Reino de Deus e não se envolvia em coisas do mundo, não ficava pregando sobre coisas materiais e físicas, ele falava de Jesus. Hoje vemos pregadores refinados, sofisticados, em luxuosos templos, com pregações carnais, materiais, e o povo analfabeto de Bíblia dando glórias. Para pregarmos o Evangelho, não precisamos de nada a não ser o próprio Jesus, e devemos pregar, falar em linguagem simples e direta, sem engano ou mentiras, sem atrativo, a não ser Jesus. Temos que falar para todos sobre Jesus, sobre aquele que sofreu e morreu na cruz do Calvário para nos dar salvação. Temos que apresentar Jesus, que em breve estará voltando para buscar os seus; temos que falar sobre santidade, sobre abandono de erros e de pecados. E não temos que fazer nada para atrair as pessoas, não temos que fazer shows ou outra coisa qualquer, temos que apresentar Jesus, e as pessoas têm que ouvir a Palavra para conhecerem Jesus, e não por outro motivo qualquer. "Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam; Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória; A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da Glória." (1 Coríntios 2:6-8). A nossa capacitação não vem do mundo, mas do Senhor, mesmo porque o mundo não conhece o Senhor e, portanto, não pode ensinar sobre Ele. Assim, não podemos ter a preocupação de aprender alguma coisa no mundo para ensinar, devemos ir diretamente à Fonte, que é o Senhor, e deixar que rios de Águas Vivas saiam de nós. Somente Jesus é o Caminho, somente Ele tem condições de nos ensinar, e, portanto, para falarmos Dele, apresentarmos Ele, não necessitamos de nada, de nenhuma sofisticação, engodo, ou de palavras bonitas. Não falamos para sermos atraentes, falamos somente a Verdade, e assim apresentamos o Caminho da Vida, da Salvação, e não coisas do mundo. Voltemos ao Evangelho legítimo e abandonemos o engano, as religiões e seitas. "Mas, como está escrito: Às coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo." (1 Coríntios 2:9-16). 
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário