NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

SENDO MANTIDO

"E depois disto partiu Paulo de Atenas, e chegou a Corinto. E, achando um certo judeu por nome Áquila, natural do Ponto, que havia pouco tinha vindo da Itália, e Priscila, sua mulher (pois Cláudio tinha mandado que todos os judeus saíssem de Roma), ajuntou-se com eles, E, como era do mesmo ofício, ficou com eles, e trabalhava; pois tinham por ofício fazer tendas." (Atos 18:1-3)

         Paulo, quando chegou a Corinto, teve que trabalhar para se manter, mesmo porque ainda não havia igreja naquele local. Assim, ele se reuniu com um casal cristão, que tinha a mesma profissão, e, juntos, trabalhavam durante a semana para se manter, e nos dias de sábado pregavam evangelizando, falando de Jesus. "E todos os sábados disputava na sinagoga, e convencia a judeus e gregos." (Atos 18:4). Vejo muitas pessoas afirmarem que os pastores deveriam trabalhar em tempo integral para se manter e que não deveriam ser mantidos pela congregação ou igreja. Mas, quando observamos essas pessoas falarem, notamos as suas contradições, acima de tudo, falam contrariando a Palavra de Deus, porque a Palavra de Deus, desde o início, determina que os pastores, aqueles que cuidam do rebanho do Senhor, os responsáveis pela congregação, vivam do próprio ministério. Prova tal que a tribo escolhida para ministrar e cuidar do tabernáculo do Senhor não teve direito à herança, pois tinha que viver do templo. A tribo de Levi não recebeu nenhuma herança e vivia exclusivamente da obra do Senhor, e tinha que se dedicar integralmente à obra. Paulo aqui foi trabalhar fazendo tendas, porque não havia igreja ainda naquele local, a obra estava no início. Mas ele mesmo determinou que os que trabalhassem na obra vivessem por ela. "Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar? Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o Evangelho, que vivam do Evangelho." (1 Coríntios 9:13-14). Portanto, quando as pessoas falam ao contrário, estão enganadas ou simplesmente estão sendo maldosas. Temos que entender sobre viver do Evangelho, se manter, e não buscar riquezas, posses, porque viver do Evangelho é ser sustentado somente. É somente ter o necessário para viver fazendo a obra do Senhor, porque sabemos que o pastor tem que ser pastor em tempo integral, afinal, ovelhas não têm hora para precisar do socorro. O pastor tem que estar disponível para atender as suas ovelhas todo o tempo, assim não se sobra tempo para se estar em um trabalho mundano para se sustentar. O pastor vive do templo e no templo para atender as ovelhas e, portanto, se alimenta no templo.
 "E, quando Silas e Timóteo desceram da Macedônia, foi Paulo impulsionado no espírito, testificando aos judeus que Jesus era o Cristo. Mas, resistindo e blasfemando eles, sacudiu as vestes, e disse-lhes: O vosso sangue seja sobre a vossa cabeça; eu estou limpo, e desde agora parto para os gentios." (Atos 18:5-6). Paulo trabalhava durante a semana fazendo tendas, e nos dias de sábado pregava, evangelizando, mostrando, provando que Jesus Cristo era o Messias que a lei citava. Mas os judeus não o aceitavam, porque eles queriam continuar vivendo na lei, não aceitavam a Graça do Senhor Jesus, e isto até hoje, prova que muitos ainda estão presos no ensino de Moisés. Infelizmente, em Israel, os judeus ainda amam muito mais Davi do que Jesus Cristo e muitos não aceitam Jesus como o Salvador e o citam como um profeta somente. Assim, muitos não aceitaram a pregação e o ensino de Paulo e blasfemaram e o insultaram, fazendo com que ele saísse da sinagoga deles. Depois que Silas e Timóteo chegaram, Paulo dedicou-se em tempo integral ao ministério e já não mais fazia tendas, mas se dedicava ao evangelismo e à pregação em tempo integral. Quando os judeus se recusaram a ouvir, a aceitar a Palavra da Verdade, Paulo simplesmente sacudiu as suas vestes, dizendo que eles mesmos eram responsáveis pela decisão tomada, e saiu. Sabemos que não é por força nem por violência que devemos fazer com que as pessoas se convertam, devemos pregar, falar a Verdade, se as pessoas a aceitarem, Glória a Deus, mas, se elas se recusarem, não devemos insistir e nem tentar obrigá-las. Compreendemos à luz da Palavra que quem convence é o Espírito Santo e não nós, porque devemos simplesmente semear a Palavra, a Boa Semente. Paulo, agora, dedicando-se ao ministério em tempo integral, porque estava recebendo ajuda, manutenção dos macedônios, dos irmãos da igreja da Macedônia, deixa os judeus, os religiosos e vai ao encontro dos gentios. "E, saindo dali, entrou em casa de um homem chamado Justo, que servia a Deus, e cuja casa estava junto da sinagoga. E Crispo, principal da sinagoga, creu no Senhor com toda a sua casa; e muitos dos coríntios, ouvindo-o, creram e foram batizados." (Atos 18:7-8) Agora várias pessoas ouvem e aceitam o ensino e compreendem que Jesus é o Messias e o Senhor. Assim muitos se entregam a Ele e são batizados em Nome de Jesus. Não podemos desistir, se, em algum local, as pessoas recusarem o Evangelho, devemos simplesmente seguir em frente e continuar pregando, porque existem muitas almas sedentas da Palavra genuína, da Verdade absoluta. Pastor tem que estar disponível para levar a mensagem da Cruz a toda parte, para perseverar em cumprir o Ide de Jesus. Paulo ficava o tempo todo pregando, evangelizando, visitando, e o Senhor lhe determinou que deveria continuar, e então muitos coríntios se renderam ao Senhor graças à insistência de Paulo e à disponibilidade de seu tempo. Inclusive, Paulo abriu uma espécie de seminário, e todos os dias ensinava, ministrava ali, e de lá, na época, saíram vários pregadores do Evangelho. "E disse o Senhor em visão a Paulo: Não temas, mas fala, e não te cales; Porque eu sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal, pois tenho muito povo nesta cidade. E ficou ali um ano e seis meses, ensinando entre eles a Palavra de Deus." (Atos 18:9-11). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário