NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

PASSADO O SÁBADO

"E, passado o sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo. E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro, de manhã cedo, ao nascer do sol." (Marcos 16:1-2)

         Jesus tinha sido crucificado e tinha morrido ali na Cruz do Calvário, e também foi colocado em um sepulcro de acordo com os costumes dos hebreus daquela época. As mulheres do seu ministério esperaram passar o dia de sábado em que, segundo a lei, era proibido fazer qualquer coisa - inclusive a punição era severa, podia ser apedrejado até a morte quem não respeitasse essa tradição. Portanto, as mulheres esperaram passar o dia de sábado e logo pela madrugada, quando o comércio voltava a abrir as portas, elas compraram aromas, perfumes, para levar e colocar no corpo de Jesus, o qual esperavam encontrar no sepulcro. No primeiro dia da semana, que é o domingo, assim que o dia começou a amanhecer, elas se dirigiram ao sepulcro levando os perfumes para preparar o corpo de Cristo. Mas faziam isso porque não tinham entendido a Palavra, quando Jesus disse que ressuscitaria ao terceiro dia. Elas estavam demonstrando amor e preocupação, mas de maneira emotiva e não de acordo com a fé, porque, se fosse, não iriam, porque saberiam que o Senhor tinha ressuscitado, pois foi o que Ele disse em vida que aconteceria. Jesus tinha dito que ao terceiro dia Ele ressuscitaria e iria adiante deles para a Galileia, e como morreu na sexta-feira, com certeza Ele ressuscitaria no domingo, e foi o que aconteceu como vemos aqui. "E diziam umas às outras: Quem nos revolverá a pedra da porta do sepulcro? E, olhando, viram que já a pedra estava revolvida; e era ela muito grande." (Marcos 16:3-4). As mulheres então caminharam para o local, mas com uma preocupação: quem é que poderia tirar a pedra que estava fechando a porta, ou melhor, a entrada do sepulcro? Porque, após colocarem o corpo de Jesus naquele sepulcro, foi colocada uma grande pedra sobre a entrada, fechando-a. Mas, quando elas se aproximaram, perceberam que a pedra já não estava mais no lugar em que estava, que tinha sido removida. A entrada ou saída do sepulcro estava livre, alguém tinha tirado, removido a grande pedra. "E, entrando no sepulcro, viram um jovem assentado à direita, vestido de uma roupa comprida, branca; e ficaram espantadas." (Marcos 16:5). Elas, assustadas, preocupadas, e com a imaginação total, se perguntando o que teria acontecido, entraram no sepulcro e se depararam com um jovem sentado onde antes estivera o corpo de Jesus Cristo. Esse jovem estava vestido de maneira diferente, pois estava com uma roupa branca e comprida, e elas perceberam que não era algo comum.
 "Ele, porém, disse-lhes: Não vos assusteis; buscais a Jesus Nazareno, que foi crucificado; já ressuscitou, não está aqui; eis aqui o lugar onde o puseram. Mas ide, dizei a seus discípulos, e a Pedro, que Ele vai adiante de vós para a Galileia; ali o vereis, como Ele vos disse." (Marcos 16:6-7). Esse jovem trajado com as vestes brancas e longas era um anjo do Senhor. Ele conversa com elas e lhes dá a informação sobre o paradeiro do Senhor. Pede a elas que não se assustem, que não fiquem com medo, que ele sabe que elas buscam Jesus Cristo, que foi crucificado e morreu. Disse que já foi ressuscitado. Isso mostra que Jesus não se autorressuscitou, mas cumpriu aquilo que a Palavra diz: que Deus Pai o ressuscitaria e que não deixaria o seu corpo passar por decomposição. Então, o anjo manda que elas verifiquem o lugar onde o corpo estivera, para saber que não mais estava ali. Mostra-lhes que o local está vazio, que Jesus estava vivo, tinha ressuscitado. E dá uma ordem a elas, manda-as ao encontro dos discípulos de Pedro e que digam que o Senhor ressuscitou e que a Palavra se cumpriu e que Ele vai à frente para a Galileia, assim como tinha dito ainda antes de ser morto. Pede-lhes para dizer a Pedro e aos outros que se dirijam para a Galileia, porque ali o encontrariam, como tinha dito antes. "E, saindo elas apressadamente, fugiram do sepulcro, porque estavam possuídas de temor e assombro; e nada diziam a ninguém porque temiam. E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios. E, partindo ela, anunciou-o àqueles que tinham estado com Ele, os quais estavam tristes, e chorando." (Marcos 16:8-10). Então essas mulheres saíram apressadamente, correram do sepulcro, porque estavam com muito medo, e sem conseguir entender bem tudo o que estava acontecendo. Estavam tão apavoradas que não falaram nada com ninguém nem entre si, até chegar aonde estavam os discípulos, lhes revelar o que tinha acontecido e informar-lhes que Jesus estava vivo, que tinha ressuscitado. Jesus ressuscitou no domingo, que como sabemos é o primeiro dia da semana, e a primeira pessoa a vê-lo foi Maria Madalena, a qual Ele tinha libertado de demônios. E ela juntamente com as outras informou aos discípulos e a todos que Jesus estava vivo, que tinha ressuscitado, apesar de que a maioria não acreditava nela. "E, ouvindo eles que vivia, e que tinha sido visto por ela, não o creram. E depois manifestou-se de outra forma a dois deles, que iam de caminho para o campo. E, indo estes, anunciaram-no aos outros, mas nem ainda estes creram. Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado." (Marcos 16:11-14). Mas depois Ele mesmo se apresentou aos discípulos de várias maneiras e lugares, e logo no início chamou-lhes a atenção por causa da incredulidade, por não crerem na ressurreição Dele até eles verem com os seus próprios olhos, por não crerem nas mulheres e por não terem crido na Palavra que Ele mesmo tinha lhes falado. Jesus, depois que ressuscitou, apareceu onze vezes em um espaço de quarenta dias em vários lugares, e várias pessoas o viram. Em uma dessas vezes apareceu quando havia mais de quinhentas pessoas reunidas. Jesus, depois de ressurreto, fez questão de comer com eles para que soubessem que não era um fantasma, e certa feita mandou que tocassem em suas feridas, sempre ensinando, e no final deu a missão para que todos nós, cristãos, fôssemos pregadores do seu Evangelho. "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu Nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão. Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu, e assentou-se à direita de Deus. E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a Palavra com os sinais que se seguiram. Amém." (Marcos 16:15-20). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário