NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

domingo, 11 de dezembro de 2016

JUÍZO INJUSTO

"Ousa algum de vós, tendo algum negócio contra outro, ir a juízo perante os injustos, e não perante os santos?" (1 Coríntios 6:1)

 A Palavra de Deus nos mostra que não devemos ter litígios, questões, disputas entre os irmãos de fé, e, principalmente, que em hipótese alguma seja levada qualquer questão ao mundo. Isto porque somos a luz do mundo, somos o sal, o tempero, portanto, temos que todo o tempo e em todas as circunstâncias dar exemplo de paz e justiça. Se somos conhecedores e praticantes do Evangelho, então não andamos em disputas, não vivemos guerreando entre nós. Mas, para nossa tristeza, para nossa vergonha, nos deparamos com supostos irmãos, com pessoas que se identificam como crentes, como evangélicos, que estão abrindo disputas com os seus pares. Igrejas denominacionais estão se destruindo, se matando por questões políticas, por espaço em horário, em meios de comunicação, brigam por causa de ovelhas, por locais e regiões, e ainda de maneira pública. Vão a juízo, sim, abrem processos um contra outro. Estou falando de pastores, de líderes evangélicos, pelo menos assim se identificam, denominações que estão guerreando, fazendo trocas de acusações e ameaças. Vemos também pessoas supostamente evangélicas indo à justiça contra denominações em busca de direitos, procurando levar vantagem financeira de alguma forma. O problema é que essas se dizem evangélicas, gospel, se dizem crentes, dizem que conhecem o Senhor, falam que são o corpo de Cristo, que são a igreja do Senhor, mas estão se destruindo. Não consigo entender como, sendo o corpo de Cristo, procuram de todos os meios destruir esse mesmo corpo. "Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas?" (1 Coríntios 6:2). É difícil compreender como os crentes conseguem levar as questões para serem resolvidas, solucionadas em juízo pagão, expondo, denegrindo o Evangelho de Jesus Cristo. Não consigo entender como os supostos líderes dessas congregações, dessas denominações não têm sabedoria para julgar essas questões de acordo com a Palavra de Deus. Na verdade, não deveria haver questão alguma, mas, se houver, que seja levada a homens sábios, cheios do Espírito Santo, para que esses decidam, orientem, aconselhem e resolvam qualquer mal-entendido. Digo mal-entendido porque, com certeza, não são legítimas disputas entre irmãos, entre o Corpo de Cristo. E, principalmente, levar a juízo um irmão, isso é agir, trabalhar contra Cristo, contra a igreja de Cristo. Não que devamos tolerar ou aceitar erros de irmãos, mas que nós mesmos os julguemos e que solucionemos as questões de acordo com a Palavra.
 "Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida? Então, se tiverdes negócios em juízo, pertencentes a esta vida, pondes para julga-los os que são de menos estima na igreja?" (1 Coríntios 6:3-4). Como podemos falar que somos cristãos se não conseguimos julgar as questões simples em nosso meio, não conseguimos colocar ordem em nossa casa? Se precisamos recorrer a um juízo, a um tribunal mundano para solucionar qualquer disputa entre irmãos, é porque somos incapazes de solucionar por nós mesmos, porque, como crentes, temos o dever de julgar o mundo, e não somente isso, também julgaremos os anjos descaídos, ou seja, os demônios. Mas como fazer isso se nós vamos a juízo em busca de solução, querendo que julguem a nossa causa, e, na maioria das vezes, estão querendo simplesmente levar vantagens sobre o outro? Vemos brigas por causa de nomes denominacionais, por ponto de pregação, por congregações, por cargos, por questões trabalhistas, por difamação e por mais um monte de coisas. Dizem que têm direito, mas esquecem que, se somos crentes, vivemos e aplicamos a justiça de Deus e não a dos homens. "Para vos envergonhar o digo. Não há, pois, entre vós sábios, nem mesmo um, que possa julgar entre seus irmãos? Mas o irmão vai a juízo com o irmão, e isto perante infiéis." (1 Coríntios 6:5-6). Se não existe em nosso meio um líder que possa julgar essas pequenas questões dos irmãos, então estamos perdidos, porque não temos e não somos cristãos, não somos crentes e não conhecemos Jesus, porque, se o conhecemos, é só aplicar o seu Evangelho sobre qualquer questão, porque Nele há resposta para tudo. Se não sabemos a resposta, é porque não o conhecemos, se no nosso meio não há ninguém que possa decidir essa questão, é porque não temos um líder, um pastor de acordo com a Palavra de Deus. Mesmo porque, se somos crentes, se somos convertidos, com certeza não teremos questões, embates com irmão algum, mesmo porque, se algum quiser disputas, nós, por sermos sábios no Senhor, não vamos aceitá-las, podemos até tomar prejuízo, ser ofendidos, mas, sendo praticantes do Evangelho de Cristo, jamais levaremos qualquer questão para ser julgada diante do mundo, jamais iremos dar motivo para que um juízo profano julgue ou acuse um crente, porque somos capacitados para julgar todas essas questões, afinal, temos a sabedoria do Evangelho de Jesus Cristo. "Na verdade é já realmente uma falta entre vós, terdes demandas uns contra os outros. Por que não sofreis antes a injustiça? Por que não sofreis antes o dano? Mas vós mesmos fazeis a injustiça e fazeis o dano, e isto aos irmãos. Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus?" (1 Coríntios 6:7-9). Não devemos estar preocupados se tomamos prejuízo material ou físico, o que não podemos é tomar prejuízo espiritual, porque as disputas entre irmãos são perdas espirituais para ambos os lados. Todos os que abrem disputas contra um irmão em juízo profano são injustos, independentemente da situação, e os que assim procedem não herdarão o Reino de Deus. Nós temos que entender que, como crentes em Jesus, só temos um direito, que é o de servir, de obedecer ao Senhor, porque, se formos buscar outros direitos, com certeza iremos descobrir que não temos direito a herdar a vida eterna. "Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus. E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em Nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus." (1 Coríntios 6:10-11). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário