NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

SOBRE PARÁBOLAS

"E contou-lhes também uma parábola sobre o dever de orar sempre, e nunca desfalecer." (Lucas 18:1)

 Jesus conta uma parábola, que é uma maneira ilustrada de dar um ensinamento, um exemplo. Essa parábola, que conta sobre uma senhora que insistiu tanto até conseguir o que desejava de um juiz, serve para nos mostrar que, se insistirmos, se perseverarmos, receberemos o que pedimos, se estiver de acordo com a Palavra do grande Juiz. Vemos muitos casos de pessoas que dizem que lutaram muito tempo para alcançarem uma bênção, um pedido e, como demorou, desistiram. São pessoas que dizem que são cristãs, mas, na verdade, nunca o foram e nunca conheceram o Senhor. Muitos vão para templos, para igrejas denominacionais com o objetivo de conseguir algo, vão em busca de bênção, e, como não a conseguem logo de imediato, então desistem e voltam para o mundo de maneira declarada, porque, a bem da verdade, nunca saíram dele. Mas as pessoas esquecem, ou não sabem, que o nosso Juiz, o Senhor, o nosso Deus, tudo sabe e conhece, principalmente as intenções dos nossos corações. Podemos enganar a tudo e a todos, mas o Senhor conhece os nossos pensamentos até mesmo antes de nós mesmos. Por isso, muitos que fazem votos, promessas, jejuns e mais um monte de coisas não conseguem o que pedem, porque o Senhor sabe que não são pessoas comprometidas com Ele, querem somente bênçãos. Há casos em que o Senhor atende aos pedidos, mesmo sabendo que a pessoa não tem nenhum compromisso com o Evangelho, para somente mostrar, desmascarar aquela pessoa, e assim se manifestar a ira de Deus sobre ela. Também são vários os casos de pessoas que vão em busca do Senhor, fazendo pedidos simplesmente porque não têm mais ninguém a quem recorrer, e não porque creiam, e sim porque, na verdade, aquela é a última alternativa. Mas, se formos cristãos verdadeiros, sabemos que estamos apresentando um pedido ao Senhor que temos a certeza de que está de acordo com a sua Palavra, então perseveramos e não descansamos até conseguirmos, porque temos fé, cremos que Ele pode e vai nos atender. Sabemos que Ele responde a orações e que é galardoador dos que o buscam. Também sabemos que sem santidade é impossível agradar a Deus; portanto, nós tudo fazemos para nos afastar do pecado, do erro, e perseveramos, porque sabemos que no momento certo receberemos a nossa bênção, e mesmo se não a recebermos, continuaremos, porque temos a certeza do cumprimento da Promessa maior, que é a nossa salvação. Sabemos - como a maioria dos heróis da fé que perseveraram na fé e morreram sem, contudo, alcançar as suas bênçãos - que a maneira do Senhor agir, de a Palavra Dele se cumprir nem sempre é como compreendemos, e esperamos e entendemos.
 "Dizendo: Havia numa cidade um certo juiz, que nem a Deus temia, nem respeitava o homem." (Lucas 18:2). Nesta parábola existia um juiz que não tinha nenhum temor do Senhor, não tinha medo de nada, assim como existem várias pessoas pelo mundo. São pessoas que criaram as suas próprias leis pessoais e vivem por elas, e jamais aceitam falar no Poder de Deus. São escarnecedores e se julgam superiores a qualquer coisa, e só acreditam no que veem e no que podem tocar e acham que podem solucionar tudo. Apesar de que essas pessoas, quando caem em desgraças, quando enfrentam lutas sérias e se permitem a ouvir a voz de Deus e se convertem, elas são os mais fiéis e fervorosos em Cristo. Sabemos que as pessoas que não temem Deus são tolas, porque vivem um engano, e esse engano as conduz ao sofrimento, à desonra e à morte eterna. "Havia também, naquela mesma cidade, uma certa viúva, que ia ter com ele, dizendo: Faze-me justiça contra o meu adversário." (Lucas 18:3).Também existia essa pobre viúva que vivia incomodando esse juiz, pedindo que a sua causa fosse julgada. Mulheres viúvas, solteiras, casadas, desempregados, homens e mulheres são muitos os que vivem pedindo que as suas causas sejam julgadas. Pessoas vivem clamando, fazendo promessas para que uma determinada causa, uma ação judicial seja julgada, e sempre esbarram na morosidade, na burocracia natural. Pessoas vão a templos e participam de todos os tipos de campanhas e sacrifícios para ver se Deus as atende e as suas causas sejam julgadas. Mas sabemos que que nem todas têm realmente fé, não creem totalmente no Senhor e na sua Palavra. Não podemos esquecer que sem fé é impossível agradar a Deus, pois aquele que se aproxima Dele tem que saber que Ele é galardoador dos que o buscam. Mas, se não crermos, se não tivermos essa certeza, na verdade nem mesmo conseguiremos chegar perto Dele, e muito menos receber alguma coisa. "E por algum tempo não quis atendê-la; mas depois disse consigo: Ainda que não temo a Deus, nem respeito os homens, Todavia, como esta viúva me molesta, hei de fazer-lhe justiça, para que enfim não volte, e me importune muito." (Lucas 18:4-5). Mas esse juiz maldoso, esse que não tinha temor, resolveu atender a essa viúva para ficar livre do seu incômodo. Esse juiz, para não ficar sendo cobrado a toda hora, para ficar livre dessa mulher, resolveu atendê-la. Ela conseguiu a sua bênção, sua vitória, porque não esmoreceu, porque perseverou, insistiu até conseguir o que desejava. Se esse juiz, que não acreditava em nada, atendeu a um pedido somente pela perseverança dessa mulher, imagina então o nosso Deus, nosso Pai que quer e tem prazer em nos abençoar? Se perseverarmos, se tivermos fé, se estivermos fazendo os nossos pedidos de acordo com a sua Palavra, teremos a certeza de que receberemos. "E disse o Senhor: Ouvi o que diz o injusto juiz. E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles?" (Lucas 18:6-7). Não podemos esquecer que o Senhor se move na eternidade, e nós no tempo, e assim existe uma diferença enorme entre o que julgamos tempo e o tempo para Ele, porque para o Senhor um dia é como mil anos, e mil anos como um dia, mas o que faz com que sejamos vitoriosos é a nossa fé. Se tivermos fé, perseveramos e, com certeza, receberemos a Promessa do Senhor. "Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?" (Lucas 18:8).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. 
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário