NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

REJEIÇÃO A DEUS

"Digo, pois: Porventura rejeitou Deus o seu povo? De modo nenhum; porque também eu sou israelita, da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim." (Romanos 11:1)

 A promessa veio para Israel, para os hebreus, mas eles não a receberam como deveriam, porque insurgiram contra o próprio Senhor da promessa. Foram rebeldes, desobedientes, e tudo fizeram contrário à Palavra, inclusive conduzir o Filho de Deus à morte. Conhecemos a história de Israel, sabemos como Deus os libertou do cativeiro, da escravidão do Egito, e como os conduziu pelo deserto, suprindo todas as suas necessidades: a comida (maná) caía do céu todos os dias, a água saía da rocha, as roupas não se gastavam, não se estragavam, nem as sandálias eram destruídas, apesar de usadas todos os dias na dura e longa jornada. Ninguém ficava doente, não houve nem resfriado, ao contrário, havia proteção; em tempo real, o Senhor era uma nuvem que os protegia do calor escaldante do deserto e os guiava; também era o fogo nas noites frias que iluminava o acampamento. Todas as batalhas que enfrentavam venciam, saíam vencedores, porque era o Senhor quem lutava com e por eles. Mas, mesmo assim, se rebelaram contra o Senhor, quiseram voltar ao Egito, à escravidão, fizeram ídolos para si e foram adorá-los, e rejeitaram o Deus de Israel. Por esse motivo, quase todos morreram no deserto, escapando somente dois: Josué e Calebe. Mas o Senhor conduziu os herdeiros, os remanescentes à terra de Canãa, à promessa, exigindo tão somente que permanecessem fiéis à Palavra, aos mandamentos, e que não fizessem alianças erradas. Mas o povo sempre desobedecia e abandonava a Palavra. Por tal motivo, Deus, o Senhor, levantava inimigos que eram contra Israel e os levava cativos, os destruía. Mas, geralmente, no cativeiro, clamavam o Senhor, que lhes dava escape, levantavam homens valentes, corajosos para lutar e os libertar, mas tão logo estavam libertos e prosperando, esqueciam-se do Senhor, e assim vinha novamente o castigo. Isso aconteceu de maneira sistemática durante centenas de anos, até a vinda do Messias, a vinda do Filho de Deus, a Promessa. Mas eles rejeitaram, não o aceitaram, e o perseguiram, prenderam e o conduziram à morte. Jesus veio para o que era seu, mas os seus não o receberam, mas isso não quer dizer que Deus os rejeitou definitivamente.
 "Deus não rejeitou o seu povo, que antes conheceu. Ou não sabeis o que a Escritura diz de Elias, como fala a Deus contra Israel, dizendo: Senhor, mataram os teus profetas, e derribaram os teus altares; e só eu fiquei, e buscam a minha alma?"(Romanos 11:2-3). O fato de o povo ou a maioria dos hebreus ter rejeitado Jesus não quer dizer que foram todos, e assim Deus teria invalidado a sua Promessa. Sabemos que os judeus não aceitam e nem concordam com o cristianismo, ou melhor, a sua maioria não aceita que Jesus é o filho de Deus, julgam-no somente como um profeta. A bem da verdade, os judeus adoram muito mais ao rei Davi, que morreu e cujos restos devem ainda estar enterrados em Israel. Mas não creem e não aceitam aquele que morreu e ressuscitou por Israel e por todo o mundo. Elias, sendo perseguido, achou que estava só, que todos os profetas, todas as pessoas tinham se corrompido, morrido, mas o Senhor mostrou a ele que ainda havia sete mil pessoas que não tinham se corrompido, se curvado a Baal ou a outros ídolos. Também não são todos os israelenses, todos os judeus que não aceitam Jesus, porque muitos são cristãos verdadeiros e serão salvos, mesmo porque a promessa foi para Israel."Mas que lhe diz a resposta Divina? Reservei para mim sete mil homens, que não dobraram os joelhos a Baal. Assim, pois, também agora neste tempo ficou um remanescente, segundo a eleição da graça." (Romanos 11:4-5). Portanto, sabemos que muitos são os eleitos, os chamados por Deus naquele país; sabemos que a Palavra de Deus se cumpre, não é pelo mau comportamento de alguns que a promessa se invalida. Deus prometeu e, portanto, já consideramos como algo acontecido, porque sabemos que a sua Palavra não volta vazia, assim sabemos que Israel será salva, pois não é por obra, mas pela Graça, pela Palavra de Deus, portanto a promessa se cumpre, mas isso não quer dizer que Jesus seja ministro do pecado, ao contrário, porque Ele não permite e nem admite. Temos que saber que nem todos são pecadores, e que serão salvos os que não pecaram, os que vivem de acordo com a Palavra de Deus, de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo. São como aqueles sete mil que Elias pensou que não existissem, são estes os que serão salvos, e assim a Promessa se cumpre. Não pensem que por causa da Promessa de Deus os pecadores serão salvos porque não o serão.
 "Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra." (Romanos 11:6). Portanto, a Promessa de Deus simplesmente se cumpre por ser a sua Palavra e não por merecimento. Não são sacrifícios ou rituais que fazem com que a Palavra de Deus se cumpra em nossas vidas, mas porque recebemos a Graça, e receber a Graça é receber Jesus, é aceitar a Promessa e viver no Evangelho. Quando se fala em Graça, não quer dizer que podemos viver regaladamente, ou em total anarquia que seremos salvos, muito pelo contrário, ao saber que temos a Promessa, nos santificamos e permanecemos na Graça. A Graça é o favor, a vinda de Jesus para morrer em nosso lugar quando éramos todos pecadores. Não é obra, não é outra coisa a não ser viver, caminhar por esse Caminho chamado Jesus. Nem todos estão prontos para receber essa palavra, mas essa é a verdade. "Pois quê? O que Israel buscava não o alcançou; mas os eleitos o alcançaram, e os outros foram endurecidos." (Romanos 11:7). Os que são eleitos do Senhor são os que aceitam a Palavra, que se convertem, que, após abandonarem as práticas erradas, as idolatrias, vêm e passam a andar no Caminho chamado Jesus Cristo. Esses são eleitos e alcançarão a promessa, enquanto que os que simplesmente perseverarem e seguirem religiões, rituais, ídolos, viverem sem Deus, desfrutarem os prazeres do mundo com certeza serão os excluídos. Esses que desprezam a Palavra de Deus, o Senhor ainda lhes dá um coração de entorpecimento, para que não ouçam a Palavra, para que não a entendam, para que não sejam curados, para que sirvam somente de comida de vermes que nunca morrem. "Como está escrito: Deus lhes deu espírito de profundo sono, olhos para não verem, e ouvidos para não ouvirem, até ao dia de hoje." (Romanos 11:8). Quando observamos pessoas que são totalmente contrárias à Palavra de Deus, sabemos que são pessoas conhecidas como vasos de desonra, são os que pelo seu duro coração já foram escolhidos para o sofrimento e desonra eterna. Por tal motivo, o Senhor nos fala para não darmos ou atirarmos pérolas aos porcos. A Palavra de Deus são pérolas as quais quem as recebe tem que saber usá-las, guardá-las e somente presentear a quem fará bom uso delas. Muitos foram chamados, mas poucos os escolhidos, e os que foram escolhidos serão salvos se permanecerem firmes na presença do Senhor, caso contrário, serão também excluídos. "E Davi diz: Torne-se-lhes a sua mesa em laço, e em armadilha, E em tropeço, por sua retribuição; Escureçam-se-lhes os olhos para não verem, E encurvem-se-lhes continuamente as costas." (Romanos 11:9-10). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário