NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

SOBRE O CASAMENTO E SUAS RESPONSABILIDADES

"Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo." (Efésios 5:22-23)

 Vivemos em uma época em que o Evangelho de Jesus Cristo é criticado e acusado de inúmeras coisas por uma sociedade moderna e liberal. As pessoas normais, as que primam pelo Evangelho, que querem viver segundo os ensinamentos do Senhor, recebem todos os tipos de acusações. Acusam o Evangelho de homofóbico, machista, e mais um monte de coisas. Vemos uma inversão, porque vivemos em uma sociedade em que não se pode falar que um homossexual é homossexual, porque podemos ser processados, portanto, ficamos sem saber como poderemos nos referir a eles. Também não podemos falar que uma pessoa de cor negra é negra, porque é racismo. E jamais falar que uma pessoa menor de dezoito anos que mata, rouba, estupra é bandido, porque com certeza seremos processados e quiçá presos. Também não podemos falar que é obrigação do homem liderar a casa, porque seremos chamados de machistas. Mas como a nossa preocupação é somente pregar o Evangelho, não nos importamos de receber acusações, e, por este motivo, falamos de Jesus, afinal, importa-nos mais ouvir o Senhor do que os homens. Assim, falamos da Palavra de Deus e do que ela nos ensina, o que ela nos manda fazer, porque, quando obedecemos a ela, vivemos bem e, principalmente, em paz. Assim, a Palavra de Deus determina que as mulheres casadas, as esposas, aquelas que foram a um juiz de paz, a um cartório e se casaram que se submetam a seus maridos. A seriedade do casamento não é mais discutida ou ensinada em parte alguma, nem mesmo nos templos, e por tal motivo cada ano multiplica, triplica o número de divórcios. Portanto, a mulher, quando casa, tem que saber que quem lidera a relação, a casa é o marido, que tem a função de macho provedor, de sacerdote do lar. Cabe ao homem ser exemplo de buscar o Senhor, e em tudo, assim como é a responsabilidade dele manter, sustentar, a casa, pagar as contas. Se a esposa trabalhar, ela pode ajudar, mas jamais assumir o controle das contas, e nunca dividir as despesas, pois isso não é a sua obrigação. Uma vez que a esposa deve obedecer em primeiro lugar a Deus e em segundo ao marido, todas as vezes em que o comportamento do marido for conflitante com a Palavra de Deus, que ela obedeça sempre ao Senhor.
 "De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos." (Efésios 5:24). Observemos o exemplo que esse abnegado homem de Deus nos dá, porque ele compara o casamento com o relacionamento entre nós (igreja) e Jesus. Não existe a menor possibilidade de um lar, um casamento dar certo quando é a mulher quem lidera, manda ou é a responsável por tudo. Não estamos com isso dizendo que não são capazes, mas o que falamos é da Palavra de Deus que tem que ser obedecida, e que a mulher tem que ocupar o lugar reservado para ela. Por mais que a mulher, esposa ache que poderia estar fazendo algo melhor do que seu esposo, ela não pode fazer de maneira diferente, o que pode fazer é conversar, sugerir ou dar ideias a ele, mesmo porque ela é a ajudadora. O marido jamais pode exigir que a esposa divida as contas de casa, ou que as pague integralmente, porque isso é responsabilidade dele. E isto independentemente de ela trabalhar ou não, de ela ganhar mais do que ele ou não. Temos que entender sobre a submissão: em primeiro lugar a esposa cristã obedece ao Senhor, e por esse motivo é que é submissa ao marido. Mas jamais pode tolerar, aceitar o adultério, ou violência de qualquer espécie contra ela, afinal existem as leis terrenas, como a Maria da Penha, para essas situações. Havendo adultério, tem que exigir que o marido abandone o pecado, se o mesmo não concordar, que se afaste dele até que seja liberto e venha a razão. O que não pode é compactuar, porque assim estará indo contra a Palavra de Deus, estará concordando e apoiando o pecado. Antes de criticarmos ou de tentarmos justificar apresentando o modernismo, a dificuldade de viver segundo os preceitos bíblicos, temos que entender que o Caminho da Salvação continua sendo o mesmo e, se nós não passarmos por Ele, com certeza iremos padecer por todo o sempre. Não podemos ter compromisso com o mundo, não podemos trazer o mundo para o Evangelho, mas o contrário, o Evangelho tem que alcançar as pessoas no mundo e as libertar. Observamos que, quando as pessoas praticam o Evangelho no lar, o casamento dura anos, os filhos são verdadeiros homens e mulheres de caráter, pessoas de Deus. Mas quando se vive o modernismo, em que a liderança é exercida pela mulher, geralmente a presença e obediência aos preceitos do Senhor inexistem, e as consequências são visíveis a todos.
 "Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra, Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível." (Efésios 5:25-27). Entretanto cabe aos homens, maridos, aos casados agirem, se comportarem segundo as ordenanças do Senhor. E isso inclui amar a esposa com amor Divino, não com esse sentimento que dizem ser amor, mas as traem, as humilham, as exploram, isso não é amor, mas o oposto disso. Amar como Jesus amou a igreja e se entregou por ela é saber que o marido, se necessário for, tem que dar a sua própria vida pela da esposa, morrer em seu lugar. É função, dever, obrigação do marido proteger, cuidar, amar, dar carinho à esposa independentemente de qualquer situação. Também tem a obrigação de viver de acordo com a Palavra de Deus e também de orientar, para que ambos sejam dignos de alcançar a salvação, porque o marido que assim não procede irá prestar contas ao Senhor. A mulher esposa não é uma serviçal nem uma escrava sexual, e sim uma ajudadora, e o marido tem a obrigação de saber disso e conhecer as limitações dela. Deve saber que ela, por ser mulher, aquela que gera filhos, o seu corpo, suas reações e tudo mais são diferentes, assim deve compreender os momentos ou épocas em que elas se sentem mais frágeis, sentimentais ou nervosas, e nesses dias dar-lhes amor, carinho e compreensão. "Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo." (Efésios 5:28). Devem, são obrigados a amar a esposa como a si mesmos, e os que assim não procedem estão errando, estão pecando e, com certeza, prestarão contas da sua rebeldia para com a Palavra de Deus. Amar como a si mesmo, ou mais, porque deve cuidar, protegê-la até mais do que a si mesmo. Não podemos esquecer que, quando se casam, perdem a individualidade e passam a não ser mais um, dois em um só. Ou seja, são uma só carne."Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja; Porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus ossos."(Efésios 5:29-30). Assim como protegemos e cuidamos do nosso corpo, devemos ter o mesmo cuidado com as esposas e até mais, porque não é diferente, é a mesma carne. Com certeza daremos conta do nosso corpo a Cristo, e marido e mulher, esposa, são uma só carne, e não pode existir impureza entre ambos. Todos os homens que não estão amando as esposas como a si mesmos estão em pecado, e se não se arrependerem e consertarem essa situação, irão padecer por toda a eternidade. "Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne. Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja. Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido." (Efésios 5:31-33).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário