NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 19 de julho de 2016

TESTEMUNHO DE DEUS

"E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria." (1 Coríntios 2:1)

 As pessoas hoje lotam templos denominacionais, igrejas, quando é anunciada a vinda de algum pregador famoso. Geralmente, são pregadores profissionais, pessoas que são teólogas e que se esmeram em falar um português não somente correto, mas sofisticado. São pregadores que sabem conduzir a plateia para os seus objetivos. Muitos desses pregadores são especialistas em iniciar ou fazer campanhas e têm facilidade de levar as pessoas às lágrimas, pois fazem apelos emocionais muito fortes. Outros são os famosos pregadores palhaços, os que fazem graça, piada o tempo todo, transformando a pregação em um show onde todos gargalham. Mas muito poucos pregadores como Paulo existem, e os poucos que existem não são bem aceitos, uma vez que o povo quer é diversão e palavras doces e amigáveis, quer emoção. Por tal motivo, os pregadores do Evangelho de Cristo, assim como é, não são tão requisitados ou nunca o são. Paulo pregava o Evangelho de maneira natural, e com palavras simples, para que todos pudessem entender, tanto um simples camponês como autoridades, governadores e reis, pois ele pregou para todos. E, como ele mesmo cita, ele não pregava baseado em conhecimento humano, ou para agradar ninguém, ele pregava somente a verdade. Não praticava a eloquência nem ostentava sabedoria para anunciar a Palavra de Deus, mas falava de forma simples."Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor." (1 Coríntios 2:2-3). Paulo decidiu nada saber a não ser Jesus Cristo, e este crucificado, um Cristo que sofreu, foi humilhado, espancado e morreu na cruz. Paulo não pregava, não ensinava que deveriam ser prósperos, que o Senhor tinha compromisso com isso, porque ele não permitia a mentira, como muitos dos famosos pregadores da atualidade. Ele decidiu simplesmente falar de Jesus que vivia nele, e assim não falava ou expressava as suas opiniões, ele pregava o Evangelho e testemunhava o que Cristo tinha feito em sua vida. Testemunhava sobre o seu chamado, sua conversão e sobre o Poder de Deus.
 "E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." (1 Coríntios 2:4-5). Paulo não proclamava uma mensagem dele, nem fundamentada em conhecimentos humanos, mas em demonstração de poder, porque o seu objetivo era fazer ovelhas para o Senhor, era conduzir pessoas a Cristo, não a ele ou a seu templo, e não estava interessado em arrecadar dinheiro. Assim mostrava, apresentava Jesus, assim como o Senhor é e o que Ele exige de cada um de nós, e o que Ele já nos deu. Sim, porque Jesus já nos deu tudo o que é necessário, já nos deu vida, e, para o assumirmos, não bastam palavras bonitas, mas primeiramente conhecê-lo. Não existe uma só pregação de Paulo em que Ele fazia oferecimento de bênçãos, ou dizia que Deus ia dar isto ou aquilo, ele somente praticava o Poder de Deus. Citamos Paulo porque estamos meditando em um texto dele, mas, na verdade, queremos falar somente da fidelidade dele a Jesus, ao Evangelho. A verdade é que temos que nos pautar pelas pregações, pelos ensinos de Jesus, e não encontramos em nenhum momento a promessa Dele de que o Pai ou Ele mesmo iria abençoar alguém financeiramente. Ao contrário, Ele sempre deixou bem claro que riquezas e o Reino são incompatíveis, assim como a agulha e o camelo. Jesus e todos os seus apóstolos pregavam o Reino, falavam de salvação, de vida, e é isto que temos que fazer."Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam; Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória; A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória." (1 Coríntios 2:6-8).Falamos de sabedoria de Deus, e não humana, porque se a sabedoria humana valesse alguma coisa, eles teriam identificado, reconhecido Cristo como o Messias, e não teriam matado, ao contrário teriam o adorado. Se realmente a sabedoria humana tivesse valor, não criariam tantas teorias loucas, esdrúxulas para tentar justificar a Criação, a origem humana. Nem criariam tantas mentiras e deuses, santos e outras coisas que fabricam com as mãos e esperam resultados e milagres destes.
 "Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam."(1 Coríntios 2:9). O que as pessoas não entendem, não compreendem e nem nunca ouviram e nem imaginaram é o que o Senhor tem preparado para os que o amam, e esse amor só é demonstrado com obediência aos seus preceitos. Teorias várias que pregadores profissionais despejam nos ouvidos das ovelhas incautas, mas a verdade é que ninguém tem noção da grandiosidade do que o Senhor tem preparado para os seus filhos que são os obedientes a sua Palavra. Infelizmente, muitos ensinam e pregam que basta abrir levantar a mão e a boca e confessar o Nome do Senhor, que já estão salvos e têm o seu lugar garantido no Paraiso. Outros mais intrépidos dizem que basta as pessoas serem fiéis e membros de templos e devolverem os dízimos e ofertarem, participarem de campanhas, votos, irem a montes e tudo mais. Mas não é assim, o que se precisa para ser salvo é somente amar a Deus, e demonstrar esse amor com obediência aos preceitos do Senhor, ao Evangelho. "Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus." (1 Coríntios 2:10). O que falamos de forma simples e clara não é aceito pelos que não são espirituais, e nem poderia ser, porque falamos do Espirito. Os que buscam uma outra coisa, os que são religiosos, não vão aceitar e jamais aceitarão a Palavra, porque apresentamos Jesus, e, assim como Ele foi rejeitado, humilhado e crucificado, continuam até hoje rejeitando-o. Essa rejeição vemos constantemente quando se rejeita a sua Verdade, seu Evangelho, e buscam um outro evangelho, o das bênçãos, das prosperidades e da tolerância e aceitação do pecado. Mas, Jesus, o seu Espírito, o Espirito Santo de Deus que tudo sabe e conhece é quem nos convence do erro, do juízo e do pecado, e esse convencimento é aceito quando somos espirituais. Os carnais, os materialistas não aceitam, porque são terrenos, mundanos. "Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus." (1 Coríntios 2:11). Assim como o nosso espirito sabe tudo a nosso respeito, o Espirito de Deus sabe tudo a respeito de Deus, e, portanto, quem tem o Espirito de Deus sabe a sua vontade e vive em função de agradá-lo e não a si mesmo. Mas os que querem agradar a si mesmo e aos outros não conhecem o Senhor e não têm o seu Espirito. "Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo." (Coríntios 2:12-16).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário