NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

DIVIDINDO OS DESPOJOS

"Tendo, pois, os soldados crucificado a Jesus, tomaram as suas vestes, e fizeram quatro partes, para cada soldado uma parte; e também a túnica. A túnica, porém, tecida toda de alto a baixo, não tinha costura." (João 19:23)

 Jesus nasceu em uma manjedoura, que, na verdade, é um lugar para animais. Poucos dias depois do seu nascimento, teve que fugir para o Egito, porque queriam matá-lo. Viveu a maioria da sua vida como uma pessoa simples, ajudando José no serviço de carpintaria, isto até, até completar trinta anos, quando iniciou o seu Ministério. E esse Ministério terreno teve curta duração - aproximadamente três anos somente - e foi marcado por muitos milagres e prodígios, por muito poder de Deus, mas também por uma sistemática perseguição pelos religiosos, pelos fariseus e pelos doutores da lei. Jesus foi perseguido, acusado, humilhado durante o seu Ministério, e inúmeras vezes teve que fugir para não ser morto, apedrejado. Mas se dedicou a ensinar a Verdade, o Evangelho, a Palavra de Deus, e fazia isso apresentando o poder de Deus. Curava todos os tipos de enfermos que vinham até Ele, libertava as pessoas de demônios, multiplicava pães e peixes, alimentando milhares de pessoas, ressuscitando mortos e condenando o pecado. Jesus, durante o tempo de seu Ministério, trabalhou de forma incansável, não tinha descanso, e vemos que por vezes era vencido pelo cansaço e dormia em barcos entre uma travessia e outra, mas nunca negava socorrer quem quer que fosse, não deixava de pregar o Evangelho. Não tinha preocupação sequer em se alimentar. Ele dizia que a sua comida era fazer a vontade do Pai, e também disse que o Pai trabalhava sempre, e Ele também. Jesus tudo fez, mas nunca teve a preocupação de adquirir qualquer patrimônio, bens materiais aqui para Ele ou para deixar de herança para alguém. A sua herança foi nossa salvação, nossa vida, seu perdão. Mas as pessoas, como abutres na carniça, pegaram todo o seu patrimônio, que eram as suas vestes, e as dividiram entre em si. Tudo o que podiam dividir dividiram entre os soldados, os algozes, e com o que não podiam dividir fizeram apostas, jogaram sobre ela para ver com quem ficaria. Isto foi todo o patrimônio material de Jesus, mas as pessoas continuam até hoje em busca de bens materiais Dele, e também o perseguindo.
 "Disseram, pois, uns aos outros: Não a rasguemos, mas lancemos sortes sobre ela, para ver de quem será. Para que se cumprisse a Escritura que diz: Repartiram entre si as minhas vestes, E sobre a minha vestidura lançaram sortes. Os soldados, pois, fizeram estas coisas." (João 19:24). Muito se é falado nos templos modernos sobre a morte de Jesus, sobre a sua crucificação, mas as pessoas continuam explorando, atirando sorte sobre as suas vestes. Continua de maneira sistemática a perseguição a Jesus. E isso quem pratica são os religiosos, porque não são ateus, ou pessoas de outra religião que assim o fazem, mas, assim como os judeus, são os que dizem conhecê-lo, são os que primeiramente se identificam como evangélicos, gospel, crentes. Sim, porque todas as vezes em que pregam um evangelho diferente, todas as vezes em que ensinam uma doutrina contrária ao Evangelho de Jesus Cristo, estão perseguindo-o, todas as vezes em que pregam as mentiras da prosperidade, da misericórdia eterna, da tolerância ao pecado, da fé sem obras, todas as vezes em que deixam de pregar e ensinar sobre arrependimento, sobre abandono de pecado, sobre santificação estão perseguindo Jesus, estão conduzindo-o à cruz, todas as vezes em que permitem e concordam com a prática de pecados dentro do templo, ou que permitem que as pessoas continuem em pecados desde que de grandes ofertas ou que sejam dizimistas. "E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena. Ora Jesus, vendo ali sua mãe, e que o discípulo a quem Ele amava estava presente, disse a sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa."(João 19:25-27).Jesus não teve a preocupação de deixar bens, patrimônios para Maria ou outra pessoa, mas deixou o amor. Sabendo que estava partindo para o Pai, Ele fala para João que cuide de Maria como uma mãe, e pede a Maria que cuide de João como filho. Mas hoje os templos, as igrejas denominacionais estão preocupados em herdar não a vida eterna, mas patrimônios, dinheiro. Basta ver que muitas delas quase não ensinam a Palavra, pois dedicam a maior parte do tempo em pedir, melhor dizendo, exigir ofertas, falando sobre os dízimos. Fazem todos os tipos de campanhas com o objetivo de arrecadar mais e mais, criam votos e vendem de tudo, desde palito, passando por água, sal, fitas, até tijolos que dizem abençoados.
 "Depois, sabendo Jesus que já todas as coisas estavam terminadas, para que a Escritura se cumprisse, disse: Tenho sede." (João 19:28). Jesus sempre soube antecipadamente tudo o que iria lhe acontecer, mesmo porque Ele veio para cumprir as escrituras, veio para que a Palavra de Deus fosse confirmada, porque o Senhor já tinha há muito revelado tudo o que iria acontecer. Assim também tudo o que acontece hoje o Senhor já sabia, e todos os que são do Senhor, os que são servos do Senhor também o sabem, porque Ele revela, Jesus conta todas essas coisas aos seus amigos, e Ele diz que já não nos chamaria mais servos e sim amigos. Assim como os judeus o perseguiram e o levaram à morte, e Ele sabia, sabe da banalização do Evangelho, do comércio dentro do templo, sabe que as pessoas usam o seu Nome para conquistarem bens, que mentem para se enriquecerem, assim como Ele sabia que iam dividir as suas vestes. Só que Ele sabe também que todos esses serão enviados por Ele mesmo para o sofrimento e degradação eternos. Jesus sabia o momento, sabia quando tinha terminado o seu Ministério terreno, e não o mataram, Ele se entregou. "Estava, pois, ali um vaso cheio de vinagre. E encheram de vinagre uma esponja, e, pondo-a num hissopo, lha chegaram à boca. E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito." (João 19:29-30).Pensaram que o Senhor estava gritando, lamentando por causa da dor, e levaram o vinagre, que tinha a função de funcionar como anestésico e, assim, diminuir a dor, relaxar, para não resistir tanto. Mas Jesus simplesmente se entregou quando estava com todo o pecado da humanidade. O povo que tinha recebido muito, ou melhor, tudo Dele estava ali assistindo impassível a sua morte. As igrejas denominacionais modernas, os templos de hoje são especialistas em apresentarem louvorzão, muita cantoria, em despertar emoções, mas não estão preocupados com Jesus. Estão preocupados em criar eventos, shows, atrações dizendo que são um despertar, ou evangelização, mas não passam de artifícios para agradar o povo, para os atrair para a armadilha, porque infelizmente não vemos a preocupação de pregar o Evangelho da Cruz, ensinado sobre Salvação, sobre arrependimento. Hoje as igrejas modernas são especialistas em comercializar produtos e até Jesus, vendem de tudo, e não podemos nos esquecer dos inúmeros pedidos de ofertas. Os templos hoje são simplesmente empresas modernas com grandes faturamentos. Já as almas estão sendo conduzidas no engano para a destruição e morte. "Os judeus, pois, para que no sábado não ficassem os corpos na cruz, visto como era a preparação (pois era grande o dia de sábado), rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados. Foram, pois, os soldados, e, na verdade, quebraram as pernas ao primeiro, e ao outro que como ele fora crucificado; Mas, vindo a Jesus, e vendo-o já morto, não lhe quebraram as pernas. Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água. E aquele que o viu testificou, e o seu testemunho é verdadeiro; e sabe que é verdade o que diz, para que também vós o creiais. Porque isto aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz: Nenhum dos seus ossos será quebrado. E outra vez diz a Escritura: Verão aquele que traspassaram." (João 19:31-37). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário