NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 15 de junho de 2016

SENDO NÉSCIO

"Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes. Eu devia ter sido louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos, ainda que nada sou." (2 Coríntios 12:11)

 Muitas vezes, as situações nos levam a falar, a expor as questões que surgem de uma maneira que as pessoas interpretam como uma necessidade de se autoafirmar, ou de se gloriar. Mas não é esse o real motivo, e sim a necessidades de expor, comparar e apresentar um Evangelho puro, legítimo, para que as pessoas saiam do engano e da mentira. Não que sejamos melhores, superiores, na verdade nos consideramos inferiores, nos consideramos servos do Senhor e de todos, por tal motivo, quando vemos a mentira, o engano, o adultério da Palavra de Deus, levantamos a nossa voz. Não nos consideramos inferiores aos grandes pregadores, porque vivemos o Evangelho do Senhor, falamos da Verdade única, e não nos pautamos pela lógica humana. Exatamente por viver, praticar o Evangelho é que sabemos que não podemos nos permitir trazer novidades, modernizar ou alterar a Palavra de Deus. Infelizmente, as pessoas, por buscarem facilidades, ou palavras agradáveis, promessas de homens e não de Deus é que idolatram esses superapóstolos, supermissionários, superpastores, e lotam os seus templos, acatando os seus ensinos sem buscar confirmação na Palavra, na Bíblia se o que eles falam e pregam está de acordo. O analfabetismo bíblico, a ignorância da Palavra de Deus e a preguiça de ler fazem com que o povo se transforme em ovelhas não do Senhor, mas desses, que se transformem em incautos para serem explorados. "Os sinais do meu apostolado foram manifestados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas." (2 Coríntios 12:12). Não temos vergonha do Evangelho que pregamos, que citamos e ensinamos, porque é a Verdade única, é a apresentação do Senhor Jesus, que é o Verbo para sempre. Assim, por conhecer o Verbo, conhecer o Senhor, podemos fazer uma avaliação dos ensinos, muitas vezes heréticos, que são divulgados, propagados como sendo a verdade, sendo que o povo não somente aceita, mas busca e idolatra esses pregadores por falarem o que desejam ouvir, por oferecerem o que o Senhor não oferece, por falarem em coisas materiais, por falarem e apresentarem um deus bonzinho e tolerante com o pecado.
 "Pois, em que tendes vós sido inferiores às outras igrejas, a não ser que eu mesmo vos não fui pesado? Perdoai-me este agravo." (2 Coríntios 12:13). Não é por sermos pequenos, igrejas, templos pequenos, vazios, por sermos de um ministério insignificante aos olhos dos homens que somos inferiores aos grandes pregadores. Se assim pensam, que nos perdoem por não sermos grandes aos olhos dos homens, pois preferimos ser pequenos diante dos homens, mas grandes diante do Senhor. Não temos compromisso com o mundo, não vamos apresentar uma mentira, para que cresçamos diante das pessoas. Não criamos shows, festas, atrativos, campanhas, não pregamos mentiras, não obrigamos ninguém a ofertar, nem criamos campanhas com o intuito de arrecadar fundos, não conhecemos o nome oferta alçada, não vendemos produto algum, mas entregamos de graça a Graça, o que de graça recebemos, que é a Palavra de Deus. Se, por agirmos assim, nos transformamos em culpados, então assumimos o nosso erro. Se o fato de não extorquirmos as ovelhas, por não criarmos situações para que as pessoas venham deixar o seu dinheiro em nosso templo, nos transforma em apóstolos inferiores, então assumimos a nossa culpa. "Eis aqui estou pronto para pela terceira vez ir ter convosco, e não vos serei pesado, pois que não busco o que é vosso, mas sim a vós: porque não devem os filhos entesourar para os pais, mas os pais para os filhos." (2 Coríntios 12:14). Não são os filhos que devem juntar, guardar herança para os pais, ao contrário, os pais é que devem juntar para deixar para os filhos. Assim como pastores, pregadores, como pais na fé, como responsáveis espiritualmente, não buscamos explorar os nossos filhos na fé, mas, ao contrário, gastamos, e gastamos tudo o que for necessário, para que a Palavra de Deus seja ensinada, propagada e vivida. O nosso objetivo é que as pessoas venham a conhecer o Senhor, venham a aprender a viver na dependência do Senhor, venham alcançar a vida eterna. E como somos cidadãos do Reino de Deus, não falamos de coisas materiais, falamos do que conhecemos, falamos do Reino. Não falamos de prosperidade, e sim condenamos o pecado, não incentivamos as pessoas a viverem no mundo, e sim as constrangemos a saírem dele. Assim, por não falarmos ou apresentarmos aquilo que é aparente, por não agirmos ou incentivar as pessoas a agirem emocionalmente aguardando algo que não é real, somos discriminados. Temos um compromisso com a Verdade e pretendemos cumpri-lo, conduzindo as pessoas não aos nossos templos, mas ao Senhor.
 "Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado." (2 Coríntios 12;15). Portanto, tudo fazemos para que o Evangelho do Reino, a Palavra de Deus seja ensinada, apresentada e cumprida, e para isso não medimos esforços e recursos, quando os temos. Somos severos, sim, na obediência aos preceitos do Senhor, e exigimos isso de todos os que se propõem buscar o Senhor. Fazemos isso não porque odiamos as pessoas, porque temos raiva, ao contrário, porque as amamos, porque queremos que se salvem e venham desfrutar de vida eterna. Apresentamos e amamos o amor verdadeiro, assim como o Senhor nos ama, sem concordar com erros, pecados ou desobediências, porque os pregadores modernos apresentam um amor que não é bíblico, ao contrário, vai frontalmente contra o Evangelho, conduzindo as pessoas à morte, porque, quando concordam, aceitam que as pessoas vivam um divórcio e segundo casamento, quando toleram a fornicação como se fosse casamento, quando aceitam a mentira, o homossexualismo, quando permitem que as pessoas vivam e façam qualquer coisa contra a Palavra de Deus, estão induzindo-as à morte. Quando deixam de condenar o pecado, não estão amando, mas as odiando. "Mas seja assim; eu não vos fui pesado, mas, sendo astuto, vos tomei com dolo. Porventura aproveitei-me de vós por algum daqueles que vos enviei?"(2 Coríntios 12:16-17). Quando rejeitamos os desafios, as compras de bênçãos, as fogueiras santas, os propósitos milionários, não estamos amando? Ao contrário, estamos amando, porque estamos executando a Palavra de Deus, uma vez que o Evangelho não é fonte de renda para ninguém. Não nos aproveitamos do desespero de ninguém, não criamos templos faraônicos à custa de sacrifícios de ninguém. Por amarmos a Palavra de Deus, não nos permitimos amar o mundo nem as coisas que ele oferece, não incentivamos ninguém a tentar comprar bênçãos participando de campanhas em que se apresentam envelopes, pois é contra a Palavra de Deus. "Roguei a Tito, e enviei com ele um irmão. Porventura Tito se aproveitou de vós? Não andamos porventura no mesmo espírito, sobre as mesmas pisadas? Cuidais que ainda nos desculpamos convosco? Falamos em Cristo perante Deus, e tudo isto, ó amados, para vossa edificação." (2 Coríntios 12:18-19). Assim, não aceitamos ofertas para pregar, ou para visitar outros templos, porque entendemos que o que se fala hoje sobre oferta é, na verdade, uma cobrança disfarçada. Também não temos livros, Cds ou qualquer outro material para vender nos templos, porque não somos comerciantes, mas abençoadores. Somos missionários, evangelistas, pastores, somos servos de Deus, somos discípulos de Jesus, levando a mais preciosa joia, que é a Palavra de Deus. "Porque receio que, quando chegar, não vos ache como eu quereria, e eu seja achado de vós como não quereríeis; que de alguma maneira haja pendências, invejas, iras, porfias, detrações, mexericos, orgulhos, tumultos; Que, quando for outra vez, o meu Deus me humilhe para convosco, e chore por muitos daqueles que dantes pecaram, e não se arrependeram da imundícia, e fornicação, e desonestidade que cometeram." (2 Coríntios 12:20-21). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário