NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 17 de março de 2016

JESUS E PALAVRA

"O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida." (1 João 1:1)

 João, o discípulo amado, é o que mais faz questão de esclarecer que Jesus é o Verbo, é a Palavra. No Evangelho com o seu nome, no início faz a mesma afirmação, mostrando que Jesus, que é o Verbo, que é a Palavra, revestiu-se de carne e habitou entre nós. Jesus, a Palavra, se transformou em carne e viveu como uma pessoa comum, um homem normal. Durante aproximadamente trinta e três anos, Jesus foi uma pessoa comum como qualquer outra, teve as mesmas necessidades e passou por todos os tipos de provações. Mas Jesus tudo sofreu e não pecou, não caiu nas ciladas da carne e nem das do diabo. Adão, que não passou por luta alguma, que tinha tudo, vivia no Paraíso, recebendo todos os cuidados do Senhor, pecou, foi desobediente e não resistiu à tentação, e por isso veio o pecado ao mundo e nele todos morreram. Jesus, ao contrário, nasceu em uma manjedoura e, logo após o seu nascimento, teve que fugir para o Egito e começou o seu ministério sendo tentado pelo diabo; foi vencedor. Jesus Cristo enfrentou todas as diversidades desde o seu nascimento, e culminou sendo crucificado, mas foi o vencedor, foi Ele que levou os nossos pecados que recebemos através da herança adâmica. O apóstolo João faz questão de falar quem era Cristo, mesmo porque, durante três anos ininterruptos, viveu com Ele. Portanto, ele fala do que ele tinha contemplado. Ele tinha tocado, ouvido e visto milagres e maravilhas nunca dantes mencionadas. João afirma que conviveu com o verbo, com a Palavra, e sabemos que é Verdade. Portanto, é mais do que qualificado para falar sobre Cristo. "(Porque a Vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a Vida Eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada). (1 João 1 :2). João fala do que viu e ouviu, ele viu a Vida, a Fonte de Vida, e é o que ele anuncia, ensina, proclama. Não vemos João ou qualquer um dos apóstolos de Jesus falar, pregar ou ensinar sobre coisas do mundo, tipo prosperidade ou outras coisas quaisquer, eles falam em Vida, salvação.
 "O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo."(1 João 1:3). João fala do que viu e ouviu, ele fala de amor, arrependimento, salvação, conversão e, principalmente, salvação, porque Ele viveu com Aquele que veio para nos dar a salvação. O objetivo é falar do Evangelho de Jesus Cristo, que não é o evangelho da prosperidade e de bênçãos materiais, mesmo porque é incompatível e contrário com isso. O Evangelho de Jesus Cristo fala de bênçãos espirituais, já o da prosperidade, muito difundido pelos pregadores da atualidade, é terreno físico e ilusório. Assim falamos do que ouvimos, falamos do que o Senhor nos fala e nos mostra hoje pela sua Palavra, falamos do Reino, da Vida, falamos de amor, mas amor legítimo, verdadeiro, o que confronta, e não o que aceita e tolera o pecado. Mesmo porque Jesus nunca disse que amava os pecadores, Ele os chamava todos ao arrependimento. O Senhor quer que todos se convertam, que abandonem os pecados, e então sejam verdadeiros filhos e filhas de Deus. O que hoje falam que é amor, o que ensinam, na verdade, é um incentivo e aprovação do erro e do pecado. Devemos procurar entender, compreender a Palavra de Deus, o Verbo que é Jesus, para não vivermos no engano e assim sermos conduzidos à morte eterna. "Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra." (1 João 1:4). Temos a obrigação de falar do Evangelho de maneira clara e transparente assim como Ele é, para que as pessoas o conheçam e sejam salvas por Ele. Não podemos, com desculpas de um suposto amor, ficar tolerando, aceitando os erros e desmantelos, as desobediências que conduzem à morte, pois isso não é amor. Jesus mostrou o seu amor para com todos nós, vindo e sofrendo tudo em nosso lugar, mas agora é necessário que nos submetamos a Ele, caso contrário, não receberemos o seu amor. Jesus disse que aquele que não comesse da sua carne e não bebesse do seu sangue não teria parte com Ele, e comer a carne de Cristo é viver, praticar o seu Evangelho. É viver segundo as suas leis e não as do mundo, é aceitá-lo não de boca, mas de coração, é ser um discípulo da Palavra. "E esta é a mensagem que Dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é Luz, e não há Nele trevas nenhumas." (1 João 1:5). Onde está a Luz não existem trevas, não existe nada escondido, tudo é claro, é transparente, porque a luz tudo revela. Se existem dúvidas, medos, comportamento conflitante com o Evangelho, nada há com o Senhor.
 "Se dissermos que temos comunhão com Ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade." (1 João 1:6). Mas quando praticamos, citamos qualquer coisa que não é a verdade, estamos, então, assumindo as trevas, e nada temos com o Senhor. O diabo é o pai da mentira, assim, portanto, todos os que mentem, por menor que seja a mentira, estão se colocando contra o Senhor e se associando a satanás. Andar em trevas é agir em desacordo com o Evangelho, e isso nada tem com frequentar ou não um templo denominacional, e sim em viver o Evangelho, porque sabemos que muitos são os templos com crenças diferentes e praticando os mais graves erros, pessoas e templos que falam e citam o Nome do Senhor, mas vivem em total desobediência aos seus preceitos. Não adianta ninguém falar que tem comunhão com o Senhor e viver no pecado, como sempre falamos, não adianta rezar, orar, cantar, ir a templos, subir monte, ofertar, participar de campanhas, dizimar, se não obedecer, se não praticar a Palavra, se não abandonar todos os pecados. "Mas, se andarmos na luz, como Ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o Sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado." (1 João 1:7). Portanto, temos que andar, viver na Luz e, para fazer isso, é somente não aceitar ou praticar pecados. Pecados são desobediências à Palavra de Deus, portanto, se temos dúvidas sobre se algo é pecado ou não, então que consultemos a Bíblia, a Palavra de Deus. Não podemos ficar somente confiando no que outras pessoas dizem, e sim no que o Senhor nos diz pelo seu Evangelho. Quando nos submetemos ao Senhor, nos arrependemos, então o Senhor perdoa todos os outros pecados cometidos anteriormente. "Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós." (1 João 1:8). Nascemos no pecado, e assim não existe ninguém que possa dizer que não tenha pecado, mas podemos ir ao Senhor e nos limpar, nos livrar do fardo pesado do pecado. Somente Ele pode nos livrar, somente Nele tem Vida, porque Ele é a própria vida. Portanto, o que todos nós devemos fazer é deixar de ser religiosos e nos converter ao Senhor, abandonar os pecados para que tenhamos vida Nele. Não permitirmos mais os enganos, fugir dos ensinos e pregações mentirosas e voltarmos ao Evangelho, ao Verbo. "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós." (1 João 1:9-10). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino  
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário