NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

PERSEGUIÇÃO A JESUS

"E por esta causa os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo, porque fazia estas coisas no sábado." (João 5:16)

 Os judeus acharam uma desculpa para perseguir Jesus; na verdade, por inveja e outras coisas é que o queriam morto, e acharam o pretexto por Ele operar milagres, curas no dia de sábado, uma vez que a lei de Moisés condenava o trabalho no dia de sábado, apesar de que muitos dos próprios sacerdotes, líderes judeus, faziam não somente trabalhos como também o que não deviam, pois cometiam pecados. Jesus foi perseguido durante todo o seu ministério, e essa perseguição se deu pelos judeus, os fariseus, os saduceus, os Israelitas, não foram estrangeiros, mas o povo escolhido de Deus. A perseguição foi desencadeada por aqueles que tinham a promessa, pelos que viviam debaixo da promessa do Senhor. Assim também hoje os que mais perseguem o Senhor, os que denigrem o Evangelho, os que perseguem Jesus são os cristãos, os que dizem conhecê-lo. A perseguição a Jesus, ao seu Evangelho, à Verdade é feita sistematicamente pelos religiosos, pelos que dizem que conhecem Deus e o amam. "E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também." (João 5:17). Jesus sempre defendeu o trabalho e sempre condenou a preguiça, a omissão, a inatividade. Mas, assim como os religiosos daquela época, os de hoje também criam desculpas para irem contra a própria Palavra do Senhor, citando-a de maneira errada, tirando textos do contexto, para justificar as suas teorias. Os pregadores ensinam que o Senhor vai abençoar de qualquer maneira, que basta orar e pedir, mas não ensinam a verdade, que é necessário abandonar os erros e pecados, e que, se queremos obter algo, devemos trabalhar, labutar para conseguir. Não ensinam que não temos um garçom, um serviçal que fica à nossa disposição para nos atender em tudo. Não ensinam que é necessário trabalharmos, batalharmos se queremos conquistar algo. Nem ensinam que Jesus prometeu vida em abundância, e que vida em abundância é vida eterna, é vida com Ele por toda a eternidade, e que com Ele nessa nova vida nada nos faltará. Nem ensinam que Jesus não prometeu nenhum privilégio aqui, nem fartura, e que Ele não morreu para nos dar luxo ou conforto aqui. Não ensinam que Jesus disse que aqui teríamos lutas, que exigiu que fôssemos seus discípulos, andássemos, vivêssemos como Ele, que aqui passou por todos os tipos de lutas e sofrimentos.
 "Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus." (João 5:18). A inveja dos judeus, dos fariseus era tão grande que inibia o raciocínio lógico, que cegava o entendimento, porque eles tinham as Escrituras e falavam sobre Jesus, mostravam que Ele era o Messias, o enviado de Deus, que Ele era o Filho de Deus. Eles estavam presenciando milagres e maravilhas nunca antes vistos e sabiam que as Escrituras também falavam a esse respeito. Mas, a bem da verdade, eles queriam tirar o Filho de Deus do mundo, eles queriam dominar, como Jesus disse: era a hora das trevas. De igual modo vemos isso acontecer de forma alarmante, porque Jesus é o Verbo, é a Palavra, e todas as vezes em que a ignoramos, estamos ignorando o próprio Jesus. Jesus é a Palavra e, quando a repudiamos, estamos repudiando Jesus, o Filho de Deus, o nosso Salvador. Todas as vezes em que discordamos da Palavra, do Evangelho, estamos condenando e exigindo a morte de Jesus. E muitas sãos as denominações, os pregadores que citam o Nome do Senhor, mas pregam contra Ele. Mas os que seguem Jesus, os que são praticantes da sua Palavra, assim como ela é, os que não procuram mudá-la, estes são também filhos de Deus, assim como Ele. E todos os que o aceitam - e aceitar é concordar com os seus ensinamentos e praticá-los, e praticar os seus mandamentos -, todos os que assim procedem são filhos de Deus e têm o Poder que emana do Trono. "Mas Jesus respondeu, e disse-lhes: Na verdade, na verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazer o Pai; porque tudo quanto Ele faz, o Filho o faz igualmente." (João 5:19). Jesus mostra que Ele só faz o que o Pai faz, e que por Ele estar ligado ao Pai, ao trono, é que opera as maravilhas e curas que todos viam. Jesus mostra que tudo o que faz é porque o Pai também faz, assim fica claro que o Pai vive Nele e Ele no Pai. Jesus disse que teríamos o mesmo Poder se o seguíssemos, se praticássemos a sua Palavra, porque Ele nos deu o Espírito Santo. Disse ainda mais, porque falou que faríamos milagres maiores, porque Ele ia para o Pai. Assim, Jesus estabeleceu todos os seus seguidores como filhos de Deus, como co-herdeiros Dele. Mas muitos são os que o perseguem, porque todas as vezes em que perseguem um discípulo seu, um desses que praticam o que Ele manda, perseguem Ele. Ainda perseguem Jesus e o estão buscando para matá-lo. E são as mesmas pessoas, os religiosos.
 "Porque o Pai ama o Filho, e mostra-lhe tudo o que faz; e Ele lhe mostrará maiores obras do que estas, para que vos maravilheis." (João 5:20). Jesus operou todos os tipos de milagres, de maravilhas, nunca antes vistos, e muitos que jamais serão vistos ou praticados, e isso porque os seus seguidores, ou os seus discípulos não têm fé o bastante, mas Ele já lhes deu condições para isso. Assim como os discípulos Dele naquela época não conseguiram expulsar os demônios de um jovem, ainda hoje continuam sem conseguir operar muitos milagres. Jesus tinha todo o Poder e ainda tem, e nos deu esse Poder para agirmos em seu Nome, mas, para podermos ter legalidade, para a concretização dos sinais, é necessário estar vivendo como Ele determina. É necessário orar, jejuar, mas é preciso fundamentalmente obedecer em tudo os seus mandamentos, viver a sua Palavra, praticar o Evangelho de Jesus Cristo, que é o próprio Jesus Cristo. Muitos são os que não conseguem operar uma simples cura, porque não vivem o Evangelho. Assim como o Pai capacitou Jesus, Ele também nos capacitou, Jesus operou os milagres porque foi obediente ao Pai, e, se formos obedientes a Jesus, seremos mais do que vencedores. "Pois, assim como o Pai ressuscita os mortos, e os vivifica, assim também o Filho vivifica aqueles que quer."(João 5:21). Deus Pai ressuscitou Jesus após três dias morto, e isso aconteceu porque Jesus amava o Pai e foi obediente, e essa obediência foi até a morte, e morte de cruz. Assim também seremos ressuscitados se o amarmos, se lhe obedecermos até o final, independentemente do que estejamos passando ou vivendo. Jesus viveu três anos de lutas, perseguições, ameaças e sofrimentos, e não vimos nem uma vez Ele reclamar, lamentar, mas sempre agradecer ao Pai por tudo. Se somos seus seguidores, sabemos que as lutas, batalhas, perseguições e sofrimentos são uma constante em nossa vida e também não lamentamos, mas simplesmente seguimos o Senhor com alegria, porque a nossa alegria, a nossa recompensa é seguir o Senhor, é caminhar com Ele, e não ficar distorcendo a Palavra, buscando bênçãos aqui. Seremos vivificados, teremos vida novamente se estivermos no Senhor. "E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo; Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou." (João 5:22-23). Todos nós seremos julgados por Jesus, porque Deus nos entregou a Ele, uma vez que foi Ele quem nos comprou, resgatou com o seu precioso sangue. Assim seremos submetidos ao julgamento de Jesus, que é a Palavra, o Verbo, e todos os que não se submeteram a ela serão enviados para o sofrimento eterno. Todos os que amam a Deus Pai, amam também a Deus Filho, e quem não ama um também não ama o outro. Se o amarmos, então somos obedientes a Ele, porque a única maneira de demonstrarmos o nosso amor é pela obediência. "Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha Palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão."(João 5:24-25). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário