NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

GUIAS CEGOS

"E dizia-lhes uma parábola: Pode porventura o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova?" (Lucas 6:39)

 Jesus ensinava de maneira direta e clara, e só não entendia, compreendia quem não queria ou estava cego e surdo pelo adversário, porque ele sempre utilizava parábolas, que é uma maneira ilustrativa de falar de determinado assunto. Aqui, o Senhor nos fala da impossibilidade de um cego guiar outro cego, uma vez que ambos cairiam no buraco. Jesus não está se referindo exatamente ao deficiente físico, mas à deficiência dos que se dizem cristãos. Pessoas que se dizem pregadores, mestres, que gostam de orientar, ensinar, mas não sabem o que falam e ensinam. Ou os que falam, ensinam, mas não praticam; falam uma coisa, mas fazem outra. Muitos são os cegos espirituais que estão ensinando de maneira errada, e assim conduzem o povo, o rebanho do Senhor, à morte. Pregadores estão ensinando, aconselhando as pessoas a se divorciarem, a se casarem novamente, como se a Palavra de Deus permitisse. Mas, na verdade, estão ensinando contra, e os que aceitam as orientações, os conselhos desses estão indo ao encontro da morte, porque estão vivendo em adultério. Outros ensinam a barganhar com Deus, a desafiar o Senhor e a praticar uma série de coisas que são radicalmente contra o Evangelho. Pessoas se propõem a aconselhar outras, mesmo estando em pecado, talvez não naquele sobre o qual aconselham, mas em outros; em resumo, estão em pecado. Um pecador não pode salvar ou conduzir outro à salvação. Não existe comunhão entre luz e trevas, entre o certo e o errado. Antes de falarmos, é necessário nos examinar e virmos para a Luz, porque somente assim poderemos combater as trevas. "O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre." (Lucas 6:40). Ninguém pode ou consegue superar Jesus, que é o nosso Mestre. Quem teve esse desejo foi satanás, por tal motivo é o diabo. Mas devemos buscar andar nos mesmo passos do Senhor, viver segundo os seus ensinos. Ser discípulos, agir como Ele agia, fazer o que Ele fazia, mas sabendo que jamais o superaremos, porque Ele é Deus, Ele é o nosso Mestre, Ele é tudo. Temos que imitá-lo, viver como Ele para poder ensinar, aconselhar como Ele. Temos que buscar a perfeição, sermos perfeitos, sermos discípulos Dele.
 "E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho?" (Lucas 6:41). É muito fácil observar os erros dos outros, apontar, criticar, condenar, mas, para poder julgar, ou aconselhar, chamar ao arrependimento, é necessário que não estejamos em erro, porque, caso contrário, seremos envergonhados. Ao falarmos dos erros dos outros, poderemos ser confrontados com os nossos. Assim, vejo hoje muitos pastores, líderes evangélicos que condenam o homossexualismo e fazem disso uma bandeira, porque dá ibope, mas aceitam, concordam, aconselham e apoiam o divórcio e o recasamento. Condenam o homossexualismo, mas praticam o adultério e a fornicação. Deveriam saber que para Deus não existe diferença de pecado. Não que estejamos defendendo a prática homossexual, porque é pecado, e isso está claro na Palavra, assim como está claro também que o adultério e a fornicação também são pecados. Antes de citarmos este ou aquele pecado dos outros, é necessário nos examinar, porque para o Senhor não existe diferença de pecado. Não existe pecadinho ou pecadão, o que existe é somente o pecado, e por sua prática seremos conduzidos ao inferno. Outros condenam a violência, mas praticam a extorsão, a mentira e o comércio nos púlpitos. Não existe violência maior do que ir contra a Palavra de Deus. Falam de Jesus, que é a Verdade, mas praticam a mentira no altar, nos púlpitos. "Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão."(Lucas 6:42). Antes de poder criticar, apontar erros dos outros, é necessário se corrigir, se converter, abandonar todos os erros, praticar a santidade, a obediência aos preceitos do Senhor. O que não pode acontecer é escolher o que viver, o que praticar, levantar uma bandeira defendendo um determinado assunto, condenando quem os inflige, e apoiando outros erros, simplesmente não os considerando como erros, como pecado, mesmo sabendo que a Verdade, que o Verbo, que é Jesus os condena. A hipocrisia que Jesus, quando carne, combatia hoje está muito mais feroz nos templos do que naquela época. Usam a Palavra para falar e ensinar contra ela, pessoas estão dando um péssimo exemplo do Evangelho de Jesus Cristo se dizendo pastores e pregadores da Palavra de Deus.
 "Porque não há boa árvore que dê mau fruto, nem má árvore que dê bom fruto."(Lucas 6:43). Jesus, por meio dessa maneira ilustrativa, nos mostra a impossibilidade de a hipocrisia, a mentira conseguirem permanecer. Assim como em um pé de laranja sabemos que encontraremos laranjas e não abacaxi, também sabemos que quem pratica um ou outro pecado, que quem defende um ou outro erro não pode ser um praticante da Palavra de Deus. Não importa o discurso, nem a maneira macia, agradável, mansa como se fala, se não for um praticante do Evangelho de Jesus Cristo, não é um filho de Deus, são somente criaturas, feituras. Não basta falarmos em salvação se não a praticarmos, e praticar a salvação é viver de acordo com o Evangelho. Também temos que entender que não podemos discordar ou concordar, temos simplesmente que praticar a Palavra de Deus. Deus não nos pediu a aprovação do seu Evangelho, simplesmente nos mandou obedecer, cumprir as suas ordenanças."Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois não se colhem figos dos espinheiros, nem se vindimam uvas dos abrolhos." (Lucas 6:44). Exatamente por esse ensinamento é que sabemos que existem muitas pessoas que estão lotando os templos, as congregações, se dizendo filhos e filhas de Deus, mas sabemos que são simplesmente perdidos. Sabemos que não conhecem e nunca conheceram o Senhor, porque, apesar de terem palavras bonitas e citarem o Nome do Senhor, vivem em mentiras, adultérios, roubos, e outras práticas contrárias à Palavra do Senhor. Encontramos dentro dos templos mulheres que se dizem mulheres de Deus, com maridos de outras, assim como homens que se dizem homens de Deus com as esposas de outros, e, para completar, encontramos muitos dos que se dizem pastores fazendo essa união. Como vivem e praticam o que a Palavra condena, sabemos que não são filhos de Deus, independentemente de estarem agindo de maneira favorável em outras áreas. Sabemos que todos os que, conhecendo a Palavra, tentam mudar, discordar de alguma maneira são filhos das trevas. Um pé de abacaxi não produz laranja, mas somente abacaxi. "O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca." (Lucas 6:45). Só podemos mostrar o que somos, podemos tentar enganar, mas a Deus ninguém consegue, uma vez que Ele conhece o nosso interior, conhece os nossos pensamentos antes mesmo de nós tomarmos ciência deles. Conhecemos as pessoas não somente pelo que elas falam, mas, principalmente, pelo que elas fazem. As nossas práticas é que nos conduzirão à vida ou à morte. Por isso não sejamos somente ouvintes, mas praticantes da Palavra de Deus. "E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?(Lucas 6:46). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino

Nenhum comentário:

Postar um comentário