NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

domingo, 31 de janeiro de 2016

PRECEITO DO AMOR

"O presbítero à senhora eleita, e a seus filhos, aos quais amo na verdade, e não somente eu, mas também todos os que têm conhecido a verdade, Por amor da verdade que está em nós, e para sempre estará conosco." (2 João 1:1-2)

        João, o discípulo amado, agora já com certa idade e responsável por uma igreja como pastor, uma vez que os termos presbítero, ou ancião,  na bíblia, servem somente para designar o responsável por uma igreja;  assim como a senhora eleita  aqui não se refere a uma pessoa, mas à igreja com seu corpo de membros. Portanto, aqui, ele, João, escreve uma carta dirigida aos membros dessa igreja que acreditamos que seja em Éfeso. Inicia falando sobre o seu amor para com a igreja, e de todos os que conheceram a verdade, que é Jesus, e são por Ele conhecidos, lembrando em poucas palavras que, sendo conhecidos do Senhor, perseverando, serão conhecidos de Deus Pai para sempre, pois a permanência em sua presença é certa, uma vez que desfrutarão da vida eterna. "Graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, seja convosco na verdade e amor." (2 João 1:3). Após se identificar e também a quem a carta é dirigida,  João agora saúda, cumprimenta a igreja. Podemos observar que o cumprimento dele é como o Senhor nos ensina, pois ele profetiza Graça, misericórdia e paz da parte de Deus, ou seja, um cumprimento simples e direto, não se estende falando de saúde, alegrias ou prosperidade. Simplesmente ele profetiza o que Jesus mandou, pois  a igreja recebendo, tendo isto, tem todo o resto. Esse discípulo de Jesus mostra por que era um discípulo, pois realmente ele seguia os passos do Mestre, e além de profetizar paz e amor de verdade, amor de Cristo, ele passa a elogiar e exortar a igreja. Assim veremos o real motivo de essa carta ter sido escrita, saberemos o porquê dessa carta à igreja, que pode ser dirigida às igrejas de hoje, às nossas igrejas. . "Muito me alegro por achar que alguns de teus filhos andam na verdade, assim como temos recebido o mandamento do Pai." (2 João 1:4). Fala da alegria de saber, de ter conhecimento de que muitos membros daquela igreja realmente viviam na verdade, viviam segundo os preceitos do Senhor.  João  ficava feliz ao saber que muitos  membros  viviam praticando a Palavra de Deus.
            "E agora, senhora, rogo-te, não como se escrevesse um novo mandamento, mas aquele mesmo que desde o princípio tivemos: que nos amemos uns aos outros." (2 João 1:5). Mas também faz um alerta:  ele não está escrevendo para trazer um novo mandamento, mas, simplesmente, para lembrá-los de que  o mandamento que Jesus tinha deixado era que amássemos uns aos outros, ou seja, que exista amor na igreja, que os membros pratiquem o amor fraternal sabendo que todos são simplesmente membros de um corpo  cuja cabeça é o Senhor. Portanto,  João faz questão de falar, avisar que ele não trazia, não impunha doutrina nova à igreja, o que imperava era a doutrina de Cristo, e  essa é a base  do Evangelho, é o Amor. "E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nele."(2 João 1:6). Esse mandamento o Senhor exige que o cumpramos fielmente, pois, inclusive, um dos nomes do Senhor é Amor, mas amar como Ele ama, porque sem amor nada se consegue, nem ser cristão, porque ser cristão  é ser uma pessoa que ama, e não falamos  de amor de esposa, marido, filho ou qualquer outra pessoa, mas amar o próximo independentemente de quem seja, ou de que nacionalidade, ou cor, ou situação financeira, ou idade, amar a todos assim como Deus nos ama, não concordando com o pecado, amando o próximo como a nós mesmos, sabendo que o próximo é imagem e semelhança de Deus."Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo." (2 João 1:7). Assim como na época  os falsos cristãos já  faziam danos à fé  de muitos, pois esses  falsos, ou seja, o que não é original, autêntico, ensinam um falso amor, e muitos  são conduzidos à morte eterna; pessoas que amam animais, mas desprezam o ser humano, pessoas que dizem amar  os filhos,  concordando que vivam em pecado vários, como homossexualismo,  vícios, rebeldias, e dizem que  têm que aceitá-los por serem filhos, pais que apoiam e incentivam filhos a se divorciarem, dizendo que não são felizes. Esses que assim procedem não confessam que Jesus veio em carne, que veio como homem, como ser humano, e que viveu a maior parte da sua  vida aqui como uma pessoa normal e venceu todas as tentações e provações e saiu vitorioso nos dando a vitória,  e que  o tempo que Ele estava aqui  Ele não agiu ou viveu como Deus, mas como ser humano normal. Todos os que incentivam esse falso amor e não pregam ou vivem o Amor verdadeiro são anticristos.
         "Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão."(2 João 1:8). Portanto, devemos vigiar para não sermos enganados, e não perdermos o que conseguimos até agora;  sabermos com que tipo de amor estamos amando, se é um amor destrutivo, amor com concordância de pecado, ou amar o animal e desprezar   o ser humano à imagem e semelhança de Deus, isso não é amor, é heresia, engano e práticas anticristãs. "Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho." (2 João 1:9). Todos os que  pensam que podem acrescentar ao Evangelho, que tentam trazer outra espécie de amor que não o bíblico ou o do Mestre, ou que  preferem ouvir os seus corações sabendo que eles são enganadores,  e se afastam da doutrina de Cristo querendo que os Ele aceite, na verdade essas pessoas não têm Deus  nem Jesus nas suas vidas, e o deus delas é outro. Se temos Jesus, se amamos Deus, se temos compromisso com a vida, então praticamos o autêntico e genuíno amor de Jesus. "Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. Porque quem o saúda tem parte nas suas más obras." (2 João 1:10-11). A coisa é tão séria que somos alertados a não concordar, nem aceitar ou participar de algo com pessoas que não têm esse entendimento, pois, quando estamos com as pessoas que não praticam a doutrina do Amor, amor bíblico, devemos nos afastar totalmente delas, pois, caso contrário, estamos pecando também. "Tendo muito que escrever-vos, não quis fazê-lo com papel e tinta; mas espero ir ter convosco e falar de face a face, para que o nosso gozo seja cumprido. Saúdam-te os filhos de tua irmã, a eleita. Amém." (2 João 1:12,13).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
                                      Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário