NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

DISCÍPULOS DE PÉ

"Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a sua voz, e disse-lhes: Homens judeus, e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras." (Atos 2:14)

 Temos que observar a pregação de Pedro e dos outros apóstolos; devemos aprender com eles para que possamos imitá-los e não sermos enganados por essas pregações heréticas muito comuns no meio denominado pentecostal. Pedro inicia a sua pregação dirigindo-se a todos os que estavam ali observando-o para ouvirem a sua exposição, não os chamando para receber milagres, não oferecendo prosperidade, nem bênçãos desmedidas. Chama-os para ouvir as suas palavras, simplesmente sem fazer alarde nem oferecimentos, nem barganhas. Ao contrário, vemos os pregadores da atualidade que convocam o povo para ir aos seus templos assistir a shows de cantores, de pregadores famosos, ou participar deste ou daquele evento, campanhas, enfim fazem oferecimentos que nada têm com a Palavra de Deus. "Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo a terceira hora do dia." (Atos 2:15). Primeiro, Pedro explica o que lhes está acontecendo, mostrando-lhes que não estão bêbados, mesmo porque é cedo, e segundo porque o que está acontecendo é uma ação do Espírito Santo. Esse apóstolo inicia pregando e falando sobre o que eles conheciam bastante: as Escrituras. Fala dos profetas, mais especificamente do Joel, que tinha profetizado exatamente o que estava acontecendo naquele momento. "Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel: E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos sonharão sonhos; E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão; E farei aparecer prodígios em cima, no céu; E sinais em baixo na terra, sangue, fogo e vapor de fumo. O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor; E acontecerá que todo aquele que invocar o Nome do Senhor será salvo." (Atos 2:16-21). Pedro simplesmente citou, repetiu o que o profeta Joel tinha dito. Vemos a pregação legítima de acordo com a Palavra na Palavra.  "Homens israelitas, escutai estas palavras: A Jesus Nazareno, homem aprovado por Deus entre vós com maravilhas, prodígios e sinais, que Deus por Ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis."(Atos 2:22). O discípulo começa mostrando-lhes que aconteceu simplesmente o que Deus, através dos seus profetas, já tinha revelado há muito, e que tudo estava registrado nas Escrituras. Fala, explica sobre Jesus, mas não fala de maneira encoberta ou com histórias e teorias, fala de maneira clara. Mesmo porque quase todos ali sabiam o que tinha acontecido com Cristo, ficaram sabendo, viram, presenciaram os seus milagres, e também a sua prisão, crucificação e morte. A sua pregação é simplesmente uma exposição de fatos reais acontecidos e esclarecimentos sobre quem é Jesus e o que está acontecendo com eles e por quê. "A este que vos foi entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus, prendestes, crucificastes e matastes pelas mãos de injustos" (Atos 2:23). Vemos que é uma pregação de exortação, acusação e bem direta, porque Pedro fala sobre Jesus Cristo, que foi entregue por Deus Pai, e eles o prenderam e o crucificaram. Pedro não usa meias palavras, fala de maneira direta que eles apoiaram, ajudaram a prender e a matar Cristo, mas que isso aconteceu porque foi a vontade do Senhor. Portanto, mostra-lhes o erro, o pecado, a conveniência com um assassinato de um inocente. Que maravilha de pregação, confrontação, não essas de bajulação e engano, que estão conduzindo o povo à morte! "Ao qual Deus ressuscitou, soltas as ânsias da morte, pois não era possível que fosse retido por ela." (Atos 2:24). Mostra-lhes que Jesus foi morto por eles com participação direta ou indireta, mas que Deus Pai o ressuscitou dentre os mortos. Mostra-lhes que a morte não teve poder sobre Cristo e que isso também estava prescrito nas Escrituras. Pedro fala de algo que todos sabiam sobre a ressurreição de Cristo, pois foi notório, uma vez que Ele apareceu onze vezes após a sua morte. E em uma dessas vezes apareceu para mais de quinhentas pessoas juntas. E, quando apareceu, comeu, bebeu com os discípulos para deixar bem claro que não era um fantasma. Assim, muitos sabiam da ressurreição de Cristo, e Pedro explica que era para acontecer assim, porque estava tudo declarado nas Escrituras, pelos profetas.
 "Porque Dele disse Davi: Sempre via diante de mim o Senhor, Porque está à minha direita, para que eu não seja comovido; Por isso se alegrou o meu coração, e a minha língua exultou; E ainda a minha carne há de repousar em esperança; Pois não deixarás a minha alma no inferno, Nem permitirás que o teu Santo veja a corrupção;
Fizeste-me conhecidos os caminhos da vida; Com a tua face me encherás de júbilo." (Atos 2:25-28).
 
Pedro cita Davi, que era amado, admirado por todos os judeus, e ainda nos dias de hoje, em Israel, existem possivelmente mais adoradores do rei Davi do que de Cristo. Mostra que o próprio rei Davi, ídolo deles, tinha dito, profetizado a respeito de Jesus. Mas não é uma simples menção, observamos que Pedro cita textualmente o que consta nas Escrituras, a fala do rei Davi. Que Davi, pelo Espírito, tinha não somente falado sobre a vinda de Jesus como de sua morte e ressurreição por Deus Pai, e isto há centenas de anos. Pedro pregou, ministrou na Palavra, e não trouxe nenhuma novidade para despertar emoção ou empolgação, ao contrário dos pregadores atuais que apanham um verso, ou parte dele, e transformam em pregações enganadoras. Temos que simplesmente falar o que Deus nos fala pela Palavra e não temos que acrescentar nada para agradar ou para motivar as pessoas a buscarem o Senhor, porque a motivação tem que ser Jesus, e somente falar sobre Ele é o suficiente, e quem é Dele aceitará."Homens irmãos, seja-me lícito dizer-vos livremente acerca do patriarca Davi, que ele morreu e foi sepultado, e entre nós está até hoje a sua sepultura." (Atos 2:29). O discípulo ainda mostra que esse Davi, que foi rei, e todos sabiam quem era e o tinham admirado, tinha morrido e sido sepultado, e a sua sepultura com os seus restos mortais estava lá onde todos sabiam. Que Davi morreu, e os seus restos estavam lá até aquela data, mas Cristo - como o próprio Davi tinha profetizado - tinha sido morto recentemente, mas o seu corpo não estava ali, porque Deus o tinha ressuscitado de entre os mortos, que a sua morte não teve poder sobre Ele. Que tinha acontecido exatamente o que tinha dito a seu respeito. "Sendo, pois, ele profeta, e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos, segundo a carne, levantaria o Cristo, para o assentar sobre o seu trono, Nesta previsão, disse da ressurreição de Cristo, que a sua alma não foi deixada no inferno, nem a sua carne viu a corrupção. Deus ressuscitou a este Jesus, do que todos nós somos testemunhas."(Atos 2:30-32). Pedro repete a fala de Davi e mostra que Jesus é o Messias, é o Salvador, e fez isso sem trazer nenhuma novidade, simplesmente citando as Escrituras. Falou abertamente que Davi não subiu aos céus, e Jesus sim, e falou isso para os adoradores do rei Davi. Deveríamos todos nós que pregarmos o Evangelho nos esmerar somente em pregar a Palavra, e não nossas teorias. "De sorte que, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis. Porque Davi não subiu aos céus, mas ele próprio diz: Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, Até que ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés.
Saiba, pois com certeza toda a casa de Israel que a esse Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo."(Atos 2:33-36).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário