NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

O QUE SE DEVE PREGAR

"Como te roguei, quando parti para a macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns, que não ensinem outra doutrina." (1 Timóteo 1:3)

 Paulo escreve a Timóteo após tê-lo deixado em Éfeso com a recomendação de alertar, chamar a atenção dos pastores locais para que não ensinassem uma doutrina diferente do Evangelho de Jesus Cristo. A recomendação expressa de Paulo era de que não se mudasse o ensino, que só se falasse do Evangelho, daquilo que o Senhor tinha falado. Não era permitido trazer novidades, criações para dentro do ensino, porque a única doutrina que tem de ser ensinada é a de Jesus Cristo. Não podemos ultrapassar limites declarados pelo Senhor. Infelizmente, o que Paulo combatia de maneira fervorosa hoje tomou conta do universo denominado gospel, evangélico. As igrejas denominacionais criaram e criam a cada dia inovações, doutrinas estranhas e preceitos que nada têm a ver com o Senhor. Exemplo disto é o modismo que tomou conta dos templos supostamente evangélicos, as festas mundanas, os inúmeros atrativos para trazer as pessoas aos seus interiores. São oferecidos todos os tipos de diversão, shows, presentes, brindes, para que as pessoas passem a frequentar as suas reuniões. As pregações são mentirosas, pois é um ensino, ou melhor, um oferecimento de bênçãos, uma negociação declarada. Dizem que para as pessoas receberem as bênçãos, os milagres, a mudança, basta irem aos seus templos, participarem de correntes, campanhas, ofertarem, jejuarem, dizimarem. Infelizmente, hoje, encontramos de tudo, doutrinas de total liberalismo, assim como duras, rígidas, cobrando e exigindo o que o Senhor não mandou. "Nem se deem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora." (1 Timóteo 1:4). As doutrinas criadas a partir do ensino de parte da história de Israel, ou tentando incutir nas mentes das pessoas que o que aconteceu com alguém naquela época acontecerá também agora com elas, ensinam sobre a lei, mas não o Evangelho de Jesus Cristo, falam da Graça, mas não a ensinam. Os preceitos praticados são partes que tiram de fatos ocorridos em Israel. Os teólogos gostam de falar quem foi quem, épocas e tudo mais, só que nada disso serve ou ajuda na salvação das pessoas. Temos que nos ater ao Senhor, falar daquele que é vivo e eficaz, falar do único que conduz à vida.
 "Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida." (1 Timóteo 1:5). Jesus é o verdadeiro Amor, portanto o mandamento é amor, e, sendo amor, o que ensinamos tem que ser amor, e não há amor maior do que o de desejar, ensinar a vida. Manter um coração puro, amar o próximo é exortar, admoestar, é ensinar o caminho da salvação, e não ficar oferecendo facilidades somente para as pessoas frequentarem um templo, não mandar que abandonem os pecados, não exigir santificação, conversão, quem age assim não está amando. Nossa fé tem que estar em Jesus, porque, sendo assim, sabemos o que temos que fazer e ensinar. Se amamos Deus em primeiro lugar, então pratiquemos o segundo mandamento, que é amar o próximo. E quem ama não engana e nem busca proveito próprio, como também não dificulta a entrada no Reino. A fé verdadeira não fingida é aquela que gera obediência, que faz com que as pessoas desejem caminhar em direção ao Reino, queiram ter vida no Senhor. Faz com que a pessoa tenha a consciência tranquila de estar sendo justa, e amando o próximo como a ela mesma. A doutrina do Senhor é a de salvação e não essas várias praticadas atualmente, porque sabemos que Ele veio ao mundo e morreu somente para nos dar salvação e não outra coisa qualquer. "Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas; Querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam."(1 Timóteo 1:6-7). Muitos têm se levantado pelo mundo como grandes homens de Deus e têm ensinado contra o próprio Evangelho. São pessoas que querem ter a atenção; além de estarem preocupadas em obter vantagens, querem poder e dinheiro. Criam doutrinas opostas ao Evangelho, fazendo afirmações que induzem as pessoas para longe do Senhor, afastam-se do caminho da salvação. Essas pessoas se transformam em religiosas, pois acreditam em uma pessoa, uma denominação, vivem em templos e fazendo campanhas, negociando, comprando, porém nunca recebem. Isso porque o Senhor não vende e não comercializa nada, e todos os que fazem isso estão pecando e se afastam Dele. As pessoas estão indo a templos por vários motivos, mas muito poucos vão em busca da Verdade, de aprender o Evangelho. Estão indo por causa de um show, um cantor, um pregador, uma bênção, milagres, uma campanha, uma obrigação, imposição, mas não em busca do Senhor.
 "Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente." (1 Timóteo 1:8). A lei de Deus é perfeita, mas, para desfrutarmos das promessas do Senhor, é necessário obedecer, praticar os seus mandamentos. E eles existem por causa das desobediências, para que todos saibam como se deve viver, como se pode agradar ao Senhor. Quando criamos adendos, queremos ultrapassar os preceitos do Senhor, achamos que podemos agradar a Ele de outra maneira, fazendo o que Ele não mandou fazer, porém estamos errando, pecando. Recebemos todas as promessas do Senhor em nossas vidas, mas, se agirmos segundo as suas determinações, temos que fazer uso dos seus mandamentos. Não podemos criar doutrinas e preceitos de tolerância aos pecados e erros, não podemos concordar com o que o Senhor não permite e condena. Infelizmente, os templos e os pregadores modernos têm criado doutrinas de aceitação de adultério continuado, de fornicação, e de tudo o mais, ensinando um falso amor. Isto é, querendo fazer crer que o Senhor aceita e permite isto, mas Deus perdoa e aceita o pecador quando ele está disposto a largar o pecado, caso contrário, não. "Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas." (1 Timóteo 1:9). A Palavra de Deus condena os pecados e mostra o que acontece com os praticantes; a lei foi criada exatamente para fazer com que as pessoas larguem as práticas erradas. Não podemos infringir as leis, pois recebemos a devida punição, prova tal é que pessoas estão há anos, décadas, dentro de templos e continuam nas mesmas derrotas e fracasso, e espiritualmente mortas. Isto porque, apesar de serem religiosas, são praticantes de inúmeros pecados. E o que é pior: estão sem salvação, se não se arrependerem logo, se não se converterem com urgência. Todos os que teimam em viver nas práticas contrárias à Palavra de Deus, com certeza, não alcançarão a salvação. Não importa se denominações, pregadores estão afirmando que Deus, pelas suas misericórdias, salvará os que estão em práticas erradas. Não basta estar em templos, é necessário mudança, caso contrário, irão para o sofrimento e morte junto com esses criadores de doutrina de tolerância ao pecado. "Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina." (1 Timóteo 1:10). Podem ser pregadores, pastores, ovelhas, cantores, quem quer que seja, todos os que vivem em práticas contrárias à Palavra de Deus, temos que condenar o pecado, pois o Senhor condena. A Palavra de Deus é clara, os praticantes de tais atos não herdarão o Reino de Deus, a não ser que se convertam e abandonem os pecados. Os pregadores de conveniências, os mentirosos, os falsos mestres ainda podem se arrepender enquanto há tempo. "Conforme o evangelho da glória de Deus bem-aventurado, que me foi confiado." (1 Timóteo 1:11). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr. Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário