NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

O QUE VIMOS E OUVIMOS

"O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida." (1 João 1:1)

 Veja que ensino, pregação, que testemunho o apóstolo João nos dá. Ele fala do que ele viu, ouviu, tocou, com que conviveu, o que era desde o início do mundo, antes de tudo já era, já existia. Aquilo que sempre existiu, porque Jesus é coexistente e se manifestou em carne como homem, para que pudesse salvar toda a humanidade. Jesus é o Criador de tudo, Ele tudo formou porque Ele é Deus, uma vez que Deus é Deus Pai e Deus Filho e Deus Espírito Santo, e os três são um, e não se dividem. Assim como somos três: corpo, alma e espírito, também não é possível fazer a separação. Esse apóstolo, no Evangelho, com o seu nome, ele fala bem claro sobre isso e ainda ressalta que o Criador veio para o que era seu, o que construiu, mas os seus, as suas criaturas não o receberam. Jesus, para vencer, para nos comprar, nos remir, nos libertar do jugo do pecado, para que pudéssemos ter direito, chance de termos vida, sermos salvos, foi necessário viver como qualquer uma pessoa. O diabo era um anjo, e pela soberba e desobediência foi atirado para baixo, mas não entrou pela porta. Jesus entrou pela porta, teve um nascimento comum como qualquer ser humano, viveu como uma criança normal sem privilégios ou poder. Muito pelo contrário, nasceu na pobreza e foi perseguido desde o seu nascimento, porque com pouco tempo de nascido José teve que fugir com Ele para o Egito, para não ser morto por ordem de Herodes. Jesus não fez nada excepcional até os trinta anos e só se revestiu de Poder após o batismo nas águas com o profeta João Batista. A partir daí iniciou o seu ministério terreno, que teve uma curta duração, três anos, e foi encerrado com a crucificação e morte, mas Deus Pai o ressuscitou, não o deixando na morte, e então se iniciou a Nova aliança, a vinda do Espírito Santo. Jesus teve que passar por todas as lutas e vencê-las, vencer todas as tentações e superá-las. O seu ministério teve início com Ele sendo levado pelo próprio Espírito para o deserto, para ser submetido às tentações do diabo. Ele venceu, assim nos ensinando que, se estivermos firmes Nele, também poderemos superar, vencer todas as tentações. Jesus, que é o Verbo, a Palavra, que hoje só o vemos na Palavra, revestiu-se de carne para que todos pudessem ver, sentir, ouvir e tocar.
 "(Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada); O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo."(1 João 1:2-3). O que João anunciava, o que pregava, ou melhor, o que prega, o que ensina através dos seus escritos não é uma lenda, fábula ou qualquer coisa, é o testemunho daquilo que viu, viveu. Fala do que conhece, teve o privilégio de andar com Jesus desde o início do ministério e assistir a tudo o que aconteceu. Hoje vemos Jesus na Palavra, esse apóstolo esteve com ela (a Palavra) pessoalmente, em carne, como pessoa. João tinha a comunhão com o Pai e por isso desejava que todos também a tivessem, por esse motivo pregava, prega e testemunha. O objetivo do Evangelho é nos mostrar o Caminho, que é Jesus, para nos aproximarmos Dele e desfrutarmos de comunhão. Se concordarmos com João, se buscarmos ter comunhão, viver da maneira que Ele nos ensina, com certeza estaremos no Caminho, que é Jesus. Não tivemos a oportunidade de ver Jesus com os nossos olhos físicos, mas o vemos e ouvimos com os nossos olhos espirituais, porque, se guardamos os seus mandamentos, a sua Palavra, Ele vive em nós e se manifesta em cada um. Hoje temos a oportunidade de ter Jesus e apresentarmos, mostrarmos, revelarmos Ele ao mundo através da nossa maneira e obediência a sua Palavra."Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra. E esta é a mensagem que Dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há Nele trevas nenhumas." (1 João 1:4-5). João escreveu que teremos vida em abundância se observarmos, obedecermos o que Ele prescreve. Jesus é luz, e Nele não existe escuridão, nada escondido, nada que não foi revelado, obscuro. Luz é conhecimento. Quando estamos no escuro, nada enxergamos, mas, quando acendemos a luz, tudo vemos e conhecemos. Assim é quando estamos no mundo, estamos trevas, e nada vemos. O pecado é trevas, e tudo o que é pecado, quando cometido, é desobediência, rebelião ao Senhor, e, consequentemente, trevas, e quem o comete não vê nada. Quando mentimos, estamos em trevas, porque estamos omitindo, escondendo, e por isso estamos longe do Senhor, porque Ele é Luz.
 "Se dissermos que temos comunhão com Ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade." (1 João 1:6). Falamos que somos luz, crentes, que amamos o Senhor, mas, se mentimos, odiamos, somos desonestos, se enganamos, adulteramos ou cometemos qualquer outro ato contrário à sua Palavra, estamos sendo mentirosos, e somos trevas. Toda mentira é treva, é escuridão, quando a pessoa está totalmente nas trevas e praticando trevas, ela quer manter escondidas as coisas de outros. Mentira é manter, preservar a escuridão, e escuridão é território do diabo, ele é a própria treva, é o pai da mentira. Tudo o que escondemos é mentira, e tudo o que é mentira é rejeição a Jesus e compromisso com satanás, que é pai da mentira e líder da escuridão. Assim, quando alguém que faz uso da mentira fala que está na luz, no Senhor, está mentindo e aumentando cada vez mais o seu fardo. A Palavra diz que um abismo chama outro abismo, uma mentira chama outra, são cada vez trevas mais densas e elas conduzem à morte. "Mas, se andarmos na luz, como Ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o Sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado." (1 João 1:7). Se formos praticantes da sua Palavra, se formos sempre verdadeiros, andaremos na Luz, que é Jesus, é o Caminho. Quando assim procedemos, temos comunhão também com os crentes verdadeiros, com os que são luzes, com os que vivem de acordo com os preceitos do Senhor. Esse procedimento, essa prática da Palavra faz com que a Palavra se cumpra em nossas vidas, que a promessa se cumpra, e somos perdoados de todos os nossos pecados, porque o sangue de Jesus nos purifica. O sangue de Jesus foi derramado para perdão dos nossos pecados, para nos dar a salvação, mas só desfrutaremos dessa bênção, dessa dádiva, dessa promessa se andarmos na verdade. "Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós." (1 João 1:8). Todos nós somos pecadores, nascemos no pecado, através da nossa herança adâmica, mas, quando reconhecemos o Senhor como o único Salvador e pedimos perdão, nos convertemos a Ele, somos libertos do fardo do pecado. Mas não é somente confessar, aceitar e voltar para as práticas antigas, para a mentira, são necessárias a mudança e a conversão legítima, caso contrário, continuaremos sendo trevas. Quando afirmamos que somos santos sem pecados, na verdade somos trevas, pois estamos mentindo, porque a Palavra diz: "Todos pecaram e destituídos estão do seu poder". (...) "Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça." (1 João 1:9).Quando entendemos que somos pecadores, que somos falhos e confessamos, clamamos o Senhor pelo perdão, então recebemos. Mas é necessário que haja sinceridade, vontade e desejo real de ser perdoado, porque, caso contrário, nada receberemos. Jesus não só nos perdoa, como nos purifica, nos transforma, e passamos da condição de criaturas para a condição de filhos herdeiros de Deus, isto se existir verdade, se não houver mentiras ou trevas em nossas vidas. "Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua Palavra não está em nós." (1 João 1:10). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário