NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sábado, 12 de setembro de 2015

NÃO SOMOS INFERIORES

"Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes. Eu devia ter sido louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos, ainda que nada sou." (2 Coríntios 12:11)

 Não é por não falar um português sofisticado, refinado, por não ser líder de um grande ministério, por não usar roupas caras, ou carros importados, que um pregador, um pastor pode ser avaliado. Temos muitos homens de Deus que pregam e ensinam a Palavra de Deus, que operam milagres e maravilhas em Nome do Senhor, mas, por não serem aduladores, por não serem animadores de auditório, não terem a verborragia de muitos teólogos, por não pregarem emoção, são desprezados. O que importa não é a fama de nenhum pregador, e sim se a Virtude, se o Poder de Deus está sobre ele. Muitos são desprezados exatamente por agirem segundo as determinações do Senhor, por fazerem exatamente o que o nosso Deus manda. Nada somos, mas temos a obrigação, como homens de Deus, de cumprir a missão que nos foi dada, com amor e sinceridade. Mas, infelizmente, as pessoas têm buscado emoções, barganhas, alegrias e respostas imediatas, magias, truque, e não a verdade. "Os sinais do meu apostolado foram manifestados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas." (2 Coríntios 12:12). Os verdadeiros homens de Deus têm que ser avaliados não pelas vestes ou pelo seu português, mas pelo seu ensinamento, modo de vida e pelo Poder de Deus presente ou não em sua vida. Não magias, mas Poder, pregando a Verdade; não bajulações ou mentiras, mas expulsando os demônios, curando os enfermos, libertando os cativos. Aconselhando, orientando de acordo com a Palavra de Deus, não de acordo com lógica humana ou sentimentos estranhos. Não podemos avaliar por aparência, e sim pela Palavra de Deus; não podemos ficar impressionados com a suntuosidade de templos, mas com a simplicidade do Evangelho. Manifestar os sinais do nosso ministério é curar enfermos, é libertar, é pregar a Verdade todo o tempo com a boca e, principalmente, com o seu modo de vida. Não é com oferecimento de bênçãos, com pregações de prosperidade, mas simplesmente apresentando o Evangelho. Não se oferecem bênçãos e nem milagres urgentes, mas simplesmente que se façam acontecer, e sem desculpas de que as pessoas não tiveram fé para recebê-los.
 "Pois, em que tendes vós sido inferiores às outras igrejas, a não ser que eu mesmo vos não fui pesado? Perdoai-me este agravo." (2 Coríntios 12:13). As pessoas nos criticam por não as extorquir, sim extorqui-las, porque, como são religiosas, gostam de ir a templos tentar negociar com o Senhor. Acham que devem fazer sacrifícios, doar, ofertar o que têm e o que não têm para conseguirem bênçãos. E os pregadores profissionais, os espertos na arte de enganar, de pregar emoções, de fazer promessas, de fazer magias e encantamento, que abundam os templos, com o seu carisma enganam muitos. Assim o povo quer, deseja, busca por campanhas em que no final tenha que ofertar valores, busca desafios de dar o seu melhor, busca as fogueiras santas, busca compras. E rejeita a Verdade, a simplicidade do Evangelho, dos pregadores do Evangelho de Jesus Cristo, dos que não pedem nada. Sim, são criticados e avaliados como medíocres, inferiores aos grandes que, segundo eles, são abençoados por serem ricos. "Eis aqui estou pronto para pela terceira vez ir ter convosco, e não vos serei pesado, pois que não busco o que é vosso, mas sim a vós: porque não devem os filhos entesourar para os pais, mas os pais para os filhos." (2 Coríntios 12:14). Como pastores, pregadores da Verdade, não podemos ser pesados para as ovelhas, assim, o que é determinado pelo Senhor é somente a devolução dos dízimos, que são os dez por cento da renda, e oferta é se quiserem e o valor que Deus tocar no coração das pessoas. Não pode, em hipótese alguma, acontecerem exigências, pedidos de valores por parte de pregadores, e muito menos comercialização de quaisquer coisas. E a função dos dízimos e ofertas é manter os ministérios e também ajudar, socorrer a quem necessita, se há ovelhas passando por lutas, necessidades reais, é obrigação do pastor socorrê-las. Não é ficar pedindo para as outras ovelhas ajudarem, eles mesmos é que têm que fazer isso, pois essa é obrigação deles, é mandamento do Senhor. Não podemos extorquir, mas socorrer. Não podemos ser pesados a ninguém, é pecado, é afronta ao Nome do Senhor exigir ofertas das ovelhas, obrigando-as a dar o que não têm. Amar ao próximo como a nós mesmos, temos que ensinar isso não só de boca, mas praticando o amor ao próximo. As pessoas têm que aprender a viver e a praticar o Evangelho de Jesus Cristo, e não ensinos heréticos, em que os profissionais usam espertezas para adulterarem a Palavra de Deus.
 "Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado." (2 Coríntios 12:15). Portanto, devemos ter prazer em ensinar a Verdade, o Evangelho de Jesus Cristo, ter prazer em socorrer a quem necessita, e orgulho de fazer parte dos poucos pregadores que não são criadores de campanhas ou eventos para arrecadar fundos. Orgulho em fazer o trabalho de um servo, de ser discípulo de Jesus, de receber crítica e abandono por parte de ovelhas e também de falsos pastores, porque não pregamos mentiras e nem ensino favorável a quem quer que seja; fazemos questão de viver a Palavra de Deus. Portanto, o Evangelho da simplicidade, o Caminho do Reino, continuaremos sempre pregando, ensinando, e fundamentalmente exortando todos, porque muitos estão enganados e entrando pela porta larga. Apesar de estarem dentro de templos, em púlpitos, estão correndo pela porta larga que conduz à morte, mas nós falamos e apresentamos a porta estreita, apertada, mas que conduz à vida, que é em Jesus. "Mas seja assim; eu não vos fui pesado, mas, sendo astuto, vos tomei com dolo. Porventura aproveitei-me de vós por algum daqueles que vos enviei?" (2 Coríntios 12:16-17). Não podemos convidar outros pregadores e depois pedirmos ofertas ao povo com a desculpa de passá-las aos pregadores. Não podemos vender materiais, livros, CDs, DVDs com a desculpa de dar ofertas ao convidado, porque, quando se convida alguém, é obrigação do ministério bancar todas as despesas, se necessário for, mas sem pedir nada às ovelhas. Não se podem criar eventos nas igrejas e cobrar das ovelhas, apresentar as contas, pois isso se chama exploração. A função de pastor é cuidar de ovelhas, e não comercializar a sua lã. "Roguei a Tito, e enviei com ele um irmão. Porventura Tito se aproveitou de vós? Não andamos porventura no mesmo espírito, sobre as mesmas pisadas?" (2 Coríntios 12:16-18). Viver o Evangelho, praticar, ensinar, porque Ele é o Caminho que nos conduz à vida. Nunca despreze um pregador, um pastor por não ser homem de posse e nem ser um grande orador, e muito menos por não pedir ofertas, ao contrário, louve e ore por ele, porque é um homem de Deus. "Cuidais que ainda nos desculpamos convosco? Falamos em Cristo perante Deus, e tudo isto, ó amados, para vossa edificação." (2 Coríntios 12:19). Infelizmente nos decepcionamos quando vemos pessoas que começaram bem no Evangelho, mas se deixaram corromper por pregações mentirosas, e hoje são defensores de erros. "Porque receio que, quando chegar, não vos ache como eu quereria, e eu seja achado de vós como não quereríeis; que de alguma maneira haja pendências, invejas, iras, porfias, detrações, mexericos, orgulhos, tumultos; Que, quando for outra vez, o meu Deus me humilhe para convosco, e chore por muitos daqueles que dantes pecaram, e não se arrependeram da imundícia, e fornicação, e desonestidade que cometeram." (2 Coríntios 12:20-21). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário