NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

RESISTINDO AS TENTAÇÕES

"E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto; E quarenta dias foi tentado pelo diabo, e naqueles dias não comeu coisa alguma; e, terminados eles, teve fome." (Lucas 4:1-2)

 Jesus Cristo, o Filho de Deus, após receber o batismo nas águas pelo profeta João Batista e receber o Espírito Santo, que veio sobre Ele de forma visível a todos em forma de uma pomba, e Deus Pai no Céu falar de forma audível para todos que aquele era o seu Filho amado que lhe dava prazer, foi conduzido pelo próprio Espírito de Deus ao deserto para ser tentado, lá permanecendo durante quarenta dias sem comer e sem beber nada. O que devemos observar é que Ele só teve fome depois de vencidos os quarenta dias de consagração, a fome veio depois, não durante. Jesus, para ser o nosso Salvador, teve que vencer na carne, e enfrentou as piores tentações e provações, para de maneira clara nos mostrar que devemos confiar no Senhor, e que, se confiarmos, venceremos todas as tentações. Jesus venceu, abriu o caminho para todos vencerem, se confiarem Nele. Mas isso não quer dizer que, por Ele ter vencido, nós não teremos lutas, ao contrário, é uma afirmação Dele que teremos lutas, mas, se confiarmos Nele, as venceremos, porque Ele já as venceu. Vencer as lutas é passar pelas provações sem reclamar, sem lamentar, sem ficar chorando, mas passar de cabeça erguida olhando para o Autor e Consumador da fé. Os cuidados de Deus durante as provações, as lutas, impedem de sermos consumidos e derrotados se confiarmos Nele. Temos que entender que não foi o diabo que levou Jesus ao deserto, mas foi o Espírito de Deus; lá veremos que Ele enfrentou o diabo. Deus permite, autoriza e concorda com várias lutas em nossas vidas, e por vários motivos, mas todos elas servem para o nosso crescimento e fortalecimento. Ser vencedor ou derrotado é uma opção nossa, lutar ou se entregar a decisão é nossa. Se observarmos bem, veremos que todos os vencedores da Bíblia passaram por grandes provações, Abraão, Jacó, José, Davi; enfim, para alcançar a vitória, é necessário estar capacitados para desfrutá-la. Davi vivia bem e em paz cuidando de ovelhas, mas, após ser ungido rei, começou a sua luta, e durante onze anos foi perseguido por Saul. Não vemos Davi esbravejar ou reclamar, mas respeitar o ungido de Deus.
 "E disse-lhe o diabo: Se tu és o Filho de Deus, dize a esta pedra que se transforme em pão." (Lucas 4:3). Após quarenta dias interruptos sem comer ou beber nada, Jesus teve fome. Vemos o cuidado de Deus Pai, pois não permitiu que a fome o consumisse nesse tempo, assim como o Senhor tem cuidado de cada um dos que confiam Nele. O maná Dele é real, e os servos experimentam isso constantemente, pois, quando estão em aperto, lutas, quando acham que não há solução, ela aparece. Quando Jesus, agora, estava com uma tremenda fome, o diabo, o adversário da nossa alma, vem até Ele oferecendo o alimento, o pão, porque Jesus era o Filho de Deus, e estava em plena consagração e união com o Pai, e, se desse a ordem, com certeza a pedra se transformaria em pão, Ele se alimentaria, alimentaria a sua carne. Mas também seria derrotado espiritualmente, não seria o nosso Salvador, o diabo teria frustrado os planos de Deus. Jesus rejeitou o caminho mais fácil. Deus não impede de sermos tentados, mas cairmos, aceitar a decisão é nossa, e, quando nos deixamos seduzir pelas oferendas do diabo, sabemos que não confiamos no Senhor. O diabo nada tem a oferecer, ele simplesmente tenta, mas somos nós mesmos que cometemos o erro e o pecado e o consumamos. "E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus." (Lucas 4:4). Devemos responder assim como Jesus na Palavra, responder e praticar, resistir ao diabo, que ele fugirá. Jesus estava com fome, mas rejeitou o alimento sugerido pelo diabo. Não são alimentos, bens materiais ou outra coisa qualquer que podem nos atrair, nos conduzir ao afastamento do plano de Deus para as nossas vidas. O objetivo não é ter o melhor, se fartar aqui, pois aqui não é o Paraíso, e, se formos dependentes do Senhor, seremos por Ele alimentados na Palavra e seremos fartos. Devemos saber que atrás de uma tentação sempre virá outra, o diabo não desistiu de Jesus na primeira e não vai desistir de nós "E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo. E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero. Portanto, se tu me adorares, tudo será teu." (Lucas 4:5-7). O diabo agora oferece o mundo, as riquezas, os prazeres do mundo e tudo o mais, e afirma que tudo é dele, que ele pode dar, porque é dele, porque tudo foi entregue a ele, por isso ele o dará a quem ele assim decidir. Assim a glória deste mundo não é do Senhor, mas do nosso adversário.
 "E Jesus, respondendo, disse-lhe: Vai-te para trás de mim, Satanás; porque está escrito: Adorarás o Senhor teu Deus, e só a Ele servirás." (Lucas 4:8). Portanto, sabemos que o diabo pode dar riquezas e poder aos seus servos, pode dar domínio e poder, porque aqui é seu território. Neste mundo somos estrangeiros, não pertencemos a este mundo, mas, enquanto estivermos aqui, devemos saber que estamos em território inimigo e, portanto, temos de vigiar sempre. O diabo ofereceu o mundo, os reinos, e não foi somente aqui, mas durante todo o ministério de Jesus ele tentou fazer o povo o levantar como rei de Israel. Jesus respondeu na Palavra, não somente citou, mas colocou em prática e rejeitou as oferendas de satanás. Jesus sabia que só um é digno de adoração, que é Deus Pai, que vive em Jesus. Todos nós devemos entender que só podemos adorar Deus, e não adorar mais ninguém e nada, assim saberemos que não podemos desejar coisas grandes demais, ou desejar as grandezas deste mundo, porque elas pertencem ao diabo, porque o Senhor as lhe entregou. Temos que aprender com Jesus e repreender o diabo com as suas oferendas. "Levou-o também a Jerusalém, e pô-lo sobre o pináculo do templo, e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; Porque está escrito: Mandará aos seus anjos, acerca de ti, que te guardem, E que te sustenham nas mãos, Para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra." (Lucas 4:9-11). O diabo sempre vai nos tentar, insistir em várias áreas, como fez com Jesus. Agora tenta fazer Jesus desafiar Deus, e para isso usa a própria Palavra, usa o Salmo noventa um, que é muito citado por todos. Nesse salmo, os religiosos fazem questão de deixar as suas bíblias abertas, mas não sabem que isso de nada vale. O diabo é profundo conhecedor da Palavra de Deus, mas não praticante. O fato de alguém conhecer toda a Bíblia, citar versículos ou toda ela de cor não o transforma em uma pessoa fiel ao Senhor. Conhecer e não praticar isso o nosso adversário faz e conhece, mas é rebelde, por isso é o diabo. O diabo manda Jesus desafiar Deus, de igual maneira vemos templos, igrejas, supostos pastores mandarem desafiar Deus, determinar, mandar no Senhor, assim como o diabo distorce a Palavra. Não podemos desafiar e nem exigir nada do Senhor, pois somos suas criaturas e Ele, o Criador. Não podemos tentar Deus, temos que lhe obedecer e nos submeter a sua vontade, e então Ele cuidará de nós. Mas, se o tentarmos, seremos consumidos. "E Jesus, respondendo, disse-lhe: Dito está: Não tentarás ao Senhor teu Deus." (Lucas 4:12). Não podemos provocar Deus, exigir, determinar ou confrontá-lo, porque somos servos e dependentes Dele. A Palavra do Senhor se cumpre, mas, se o tentarmos, sucumbiremos. Temos que andar vigilantes todo o tempo porque o diabo, o nosso adversário, anda ao nosso derredor, e suas tentações são inúmeras. Assim como não desistiu de Jesus, não desistirá de nós, durante todo o ministério de Jesus, o satanás o estava tentando e perseguindo, e, quando pensou que tinha vencido, foi derrotado. Sejamos sábios, sejamos vigilantes, sejamos praticantes da Palavra, e não permitamos o engano. "E, acabando o diabo toda a tentação, ausentou-se Dele por algum tempo." (Lucas 4:13). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário