NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

PODER SOBRE OS ESPÍRITOS

"E, chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal." (Mateus 10:1)

 Jesus tinha vários discípulos, mas para essa missão escolheu somente os doze que o acompanharam durante todo o seu ministério, até aquele que o traiu. Jesus os chamou e os capacitou para a missão, dando-lhes poder para operar milagres, maravilhas no seu Nome, e os enviou para curar todo o tipo de enfermidade e todo o mal. Esses doze representavam as doze tribos de Israel, o povo de Deus, todos os que criam no Senhor. Todos os que Jesus enviou foram capacitados por Ele para curar as enfermidades e todo o mal. Mas, para ser enviado em missão pelo Senhor, é necessário ser discípulo Dele, caso contrário, não é enviado, pode até se enviar, mas não tem poder. Os que não são enviados, que não são discípulos, podem falar muito e até muito bem, podem cantar, gritar, mas, como não têm poder e não foram enviados pelo Senhor, não podem operar nenhuma espécie de milagres. Claro que devemos tomar cuidado com os enganadores, com os imitadores, pois o diabo tem poder para operar prodígios também. Identificamos os verdadeiros pela maneira como seguem o Senhor, os legítimos são discípulos de Jesus todo o tempo. "Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: O primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Lebeu, apelidado Tadeu;Simão, o Cananita, e Judas Iscariotes, aquele que o traiu." (Mateus 10:2-4). Desses doze discípulos nós sabemos a sua história, pois está nas Escrituras, e um deles, Mateus, é o autor desse evangelho, todos os outros sabemos que viveram até o final na missão do Senhor. Somente um faleceu antes de Jesus, que foi o traidor Judas, e se perdeu por toda a eternidade. Mas sabemos do empenho e trabalho de cada um deles. Até mesmo Judas Iscariotes representa o povo, pois, assim como Ele traiu Jesus, muitos são os traidores do Senhor, que o negam e ensinam o erro. Mas esses também como Judas morrem e padecem por toda a eternidade. O exemplo que devemos seguir é dos outros onze discípulos de Jesus, praticando as mesmas obras.
 "Jesus enviou estes doze, e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelo caminho dos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos;Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel; E, indo, pregai, dizendo: É chegado o Reino dos céus." (Mateus 10:5-7). Jesus enviou os discípulos não para o estrangeiro, mas para o povo separado de Deus, povo que o conhecia, sabia do Poder de Deus. Enviou-os para aquele povo que se dizia servos e propriedade de Deus, apesar de viverem em pecados e desobediências. Jesus orientou sobre a pregação, sobre o que eles deveriam ensinar, não os mandou oferecer bênçãos, mas praticar e ensinar a palavra com Poder. Jesus mandou dizer que o Reino de Deus havia chegado, e, portanto, as pessoas teriam que viver segundo as leis do Reino. A mesma pregação e o mesmo ensino têm que ser praticados pelos seus discípulos, mostrar que o Reino de Deus já chegou e, portanto, devemos viver segundo as suas leis. Viver segundo as leis, a Carta magna, a Constituição do Reino de Deus, que é a Bíblia, porque nesta está a Palavra de Deus. Não temos que oferecer bênçãos nem ficar falando sobre elas, e sim pregar a verdade, e, se houver pessoas doentes, simplesmente curarmos, libertarmos os oprimidos e pronto. "Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai." (Mateus 10:8). Curar enfermos, libertar os cativos, expulsar os demônios é obrigação de todos os discípulos de Jesus. Ressuscitar os mortos, operar milagres, maravilhas e prodígios no nome de Jesus é dever de todos os seus discípulos. A recusa em praticar tais atos é a confirmação de que não é discípulo Dele, portanto, se não é discípulo de Jesus, não é imitador dos onze discípulos, mas de Judas Iscariotes, e terá fim semelhante. O poder não é nosso, mas do Senhor, e ser enviado é receber a capacitação necessária para executar a missão. E isso devemos fazer de graça, de maneira gratuita, sem pedir nada em troca. "Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos, Nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordões; porque digno é o operário do seu alimento." (Mateus 10:9-10). Jesus determinou que os discípulos não levassem nada na missão, mas que fossem alimentados e supridos onde estivessem. Jesus simplesmente mandou que não se preocupassem com o que comer e beber, pois seriam alimentados no caminho e durante toda a missão. Ser alimentados, supridos somente, não cobrar ou ficar pedindo ofertas.
 "E, em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, procurai saber quem nela seja digno, e hospedai-vos aí, até que vos retireis." (Mateus 10:11). Em missão, os discípulos recebem hospedagem, alimentos e cuidados necessários para a sua sobrevivência, e o Senhor usa os próprios irmãos para receber e cuidar dos seus discípulos. Mas os discípulos não podem extorquir, cobrar, pedir ofertas, nem buscar luxo. Podem e devem ser acolhidos em casas, lares simples, então que abençoem o local, a família e comam o que lhe derem sem reclamar. Não reclamem nem critiquem a falta de conforto ou luxo, mas agradeçam ao Senhor por tudo. Que fiquem em casa de crentes, de pessoas tementes ao Senhor, e não em casa de ímpios por causa de conforto. A função de discípulos de Jesus não requer nem disponibiliza conforto ou luxo. O dever é falar sobre o Reino, anunciá-lo e com poder curar enfermos e libertar os cativos de maneira gratuita, pois assim recebemos. "E, quando entrardes nalguma casa, saudai-a; E, se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; mas, se não for digna, torne para vós a vossa paz." (Mateus 10:12-13). Os discípulos de Jesus têm a obrigação de saudar todas as casas, lares em que entrarem com a paz do Senhor Jesus. Independentemente de quem mora ou ali vive, se entrarmos, devemos saudá-las, mas, se os moradores não receberem, não aceitarem, que a paz do Senhor volte para nós. Somos enviados como representantes, embaixadores do Reino, que é o Reino de Jesus, e como representantes do nosso governo, que é Jesus, levamos a paz. "E, se ninguém vos receber, nem escutar as vossas palavras, saindo daquela casa ou cidade, sacudi o pó dos vossos pés." (Mateus 10:14). Não podemos obrigar ou insistir para que as pessoas nos ouçam ou aceitem a Palavra de Deus, mesmo porque o que levamos é joia valiosíssima, e, se não a receberem, devemos simplesmente seguir em frente. A insistência não é mandamento do Senhor, temos que apresentar o Reino, e, quando nos depararmos com a rejeição, devemos seguir em frente, porque sempre encontraremos pessoas ávidas pela Verdade. "Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para o país de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade." (Mateus 10:15). Mas as pessoas que se recusam a ouvir e aceitar a palavra, o Reino de Deus, receberão punição severa por toda a eternidade. Todos os que rejeitam a Água Viva, a Palavra, que não concordam com as leis do Reino serão por ela condenadas e enviadas para o sofrimento. "Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas. Acautelai-vos, porém, dos homens; porque eles vos entregarão aos sinédrios, e vos açoitarão nas suas sinagogas; E sereis até conduzidos à presença dos governadores, e dos reis, por causa de mim, para lhes servir de testemunho a eles, e aos gentios. Mas, quando vos entregarem, não vos dê cuidado como, ou o que haveis de falar, porque naquela mesma hora vos será ministrado o que haveis de dizer. Porque não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós."(Mateus 10:16-20). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário