NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

O VERBO É DEUS

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus." (João 1:1)

 No princípio de tudo, no início da Criação, era a Palavra, quando nada existia, a não ser aquele que é autoexistente, aquele que não tem princípio de dias. O Verbo, a Palavra, estava lá com Deus, com o Criador, porque Ele é Deus, Ele é o Criador. Jesus é a Palavra e sempre existiu. Ele veio ao mundo e se apresentou como homem para nos dar a vitória, mas Ele já existia, na verdade Ele sempre existiu. Jesus Cristo é a Palavra, e fora dela não há nada. Ele não é uma figura humana, uma imagem qualquer, Ele é Deus, o Criador, e tudo sabe porque tudo, absolutamente tudo é criação Dele. Hoje encontramos Jesus somente na Palavra, e fora dela não há nada, Ele não existe. Jesus não é emoções, descontroles, visões, Ele é somente a Palavra, e tudo o que quisermos saber Ele nos responde pela Palavra. Jesus, que é a Palavra, não é contraditório, por isso Ele não fala nada que não esteja de maneira explícita em sua Palavra. Qualquer revelação contrária à sua Palavra, que é Ele mesmo, é mentirosa, demoníaca e carnal. "Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez." (João 1:-3). Jesus estava no início de tudo com Deus, porque Ele é Deus, e tudo foi feito foi por intermédio Dele. Tudo o que existe é criação Dele, e sem a sua participação nada existiria. Jesus, o Verbo, é a própria Criação, e assim sabemos que não existe nada que não seja Dele, até mesmo o diabo é criação Dele, porque o que é hoje o diabo antes era um anjo. Também tudo o que o ser humano usa de maneira errada, e para o mal, é Criação do Senhor, mas nós é que utilizamos de maneira errada, porque temos o livre arbítrio, que é criação Dele. Fomos feitos por Ele à sua imagem e semelhança, e nos deu poder de decisão, de escolher o bem ou o mal, o certo ou o errado. Tudo é Jesus, tudo é o Verbo, e somos imagens e semelhança Dele, mas, para vencermos, temos que ser como Ele, obedientes a Ele, como Ele foi ao Pai. "Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam."(João 1:4-5). No Verbo, na Palavra é que estava a Vida e a Vida é o Caminho e a Verdade. Ele é a única Luz verdadeira autêntica, a única que ilumina para sempre, para a eternidade. Essa luz ilumina qualquer treva, não deixa nada escuro, omitido, escondido, porque tudo revela. Mas a sua Criação, que somos nós, não o compreendemos, não o aceitamos como deveríamos, fizemos escolhas erradas de acordo com a nossa carne.
 "Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.
Este veio para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele. Não era ele a luz, mas para que testificasse da luz."(João 1:6-8).
 
João Batista foi um homem escolhido e preparado por Deus e enviado para testemunhar sobre Jesus, sobre a Palavra. O profeta João Batista era somente um profeta escolhido para falar, revelar quem era Jesus, para preparar o povo, alertá-lo sobre a vinda do Filho de Deus, sobre a vinda do Criador, sobre a vinda do Reino, e alertar o povo para que se arrependesse, e assim inaugurasse uma nova era, porque, como a própria Palavra encarnada disse: "E, desde os dias de João o Batista até agora, se faz violência ao Reino dos céus, e pela força se apoderam dele." (Mateus 11;12). O profeta alertou sobre a vinda de Jesus e, desde então, para alcançarmos o Reino de Deus, é necessário utilizarmos a força contra a nossa vontade carnal, é necessário lutarmos contra nós mesmos. Não é mais por religiosidade ou qualquer sacrifício, mas é questão de submissão, temos o direito de escolha, mas, para alcançarmos o Reino, devemos escolher andar em espírito. É por fé, temos que crer, aceitar e viver na prática da Palavra, viver exclusivamente pela Palavra, ser violentos contra os nossos entendimentos ou intelecto. João Batista anunciou a vinda da Palavra, ele mesmo não era nada, somente um profeta, um homem servo do Senhor, mas o Verbo disse que nascido de mulher não houve nenhum maior do que ele. "Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo."(João 1:9). A função de João foi testemunhar,anunciar a vinda do Verbo, chamar o povo ao arrependimento, à mudança de hábitos. Veio mostrar a direção, veio para batizar nas águas o Verbo, mostrando que todos devem se submeter ao batismo nas águas, porque sem batismos não há salvação. Jesus se submeteu ao batismo de João para servir de exemplo, mostrando como deveríamos ser batizados por imersão, e não por aspersão. O Verbo, a Palavra se abriu para o mundo, mostrando tudo o que devemos fazer para termos vida, e tudo está revelado, hoje temos a oportunidade de cumpri-la e termos vida Nele. Tudo é a Palavra, é o Verbo, todas as respostas estão lá, porque tudo é criação dela.
 "Estava no mundo, e o mundo foi feito por Ele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam." (João 1:10-11). Jesus Cristo, o criador, o filho de Deus, o próprio Deus, veio para o que criou, construiu, formou, mas a sua criação o rejeitou. Jesus veio para o que é seu, mas a criação se rebelou e o expulsaram, não o aceitaram e ainda mataram a sua carne, pensando que poderiam matar, acabar com a Palavra. Nem a morte tem poder sobre a Palavra, e ela reina para sempre, mas os rebeldes, os desobedientes experimentarão o sofrimento e morte por toda a eternidade. A criação, o mundo não o recebeu e ainda continua não o recebendo, não aceitando a Palavra e vivendo segundo as suas escolhas. Por essa rejeição, essa rebelião, pagarão o mais alto preço, porque se insurgiram contra o Criador. Rebelar-se ou rejeitar a Palavra em quaisquer circunstâncias é insurgir contra o Criador."Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus." (João 1:12-13).Mas os que aceitaram e aceitam a Palavra, o Verbo, os que se submetem a ela recebem os direitos de filhos. Todos são criaturas de Deus, mas filhos somente são quem recebe a Palavra, quem pratica e vive segundo os ensinamentos do Senhor. Não é por se pronunciar o nome do Senhor ou frequentar um templo qualquer que se transforma alguém em filho de Deus, mas por submissão à Palavra. E aceitar a Palavra é viver um novo nascimento, um renascimento que não é de maneira carnal, mas nascer de novo Nele, em novidade de vida. É quando se submetem primeiro ao batismo nas águas, pois sem ele ninguém será salvo, e depois viver exclusivamente pela Palavra. Não mais viver segundo a vontade própria, ou desejos carnais, mas simplesmente fazer, falar, somente o que a Palavra permite. É ser dependente do Senhor. Ser filho de Deus é não ser rebelde nem religioso, mas ser discípulo de Jesus, viver no Verbo. "E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade." (João 1:14). O Verbo, a Palavra se revestiu de carne e habitou entre nós, viveu como homem, sentindo as mesmas vontades, necessidades que qualquer um. A Palavra se revestiu de fraqueza para vencer a própria fraqueza Nele, e assim vencer por todos nós, para nos reconciliar com Ele. A Palavra de Deus habitou no nosso meio, mas foi perseguida, traída, presa, espancada crucificada e morreu. Mas a Palavra não morre, vive para toda a eternidade, e aquela morte está preparada para os rebeldes, os seus perseguidores. "João testificou Dele, e clamou, dizendo: Este era aquele de quem eu dizia: O que vem após mim é antes de mim, porque foi primeiro do que eu. E todos nós recebemos também da sua plenitude, e graça por graça. Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou." (João 1:15-18). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário