NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

O REINO DOS CÉUS

"Então Jesus, tomando a palavra, tornou a falar-lhes em parábolas, dizendo: O Reino dos céus é semelhante a um certo rei que celebrou as bodas de seu filho; E enviou os seus servos a chamar os convidados para as bodas, e estes não quiseram vir." (Mateus 22:1-3)

 Jesus deu inúmeros exemplos, contou várias parábolas para mostrar como é o Reino de Deus. Em quase todas as pregações e ensino, Jesus explicava como era o Reino de Deus e o que se deveria fazer para alcançá-lo. A prioridade do Senhor sempre foi o de apresentar o Reino e como alcançá-lo, apesar de que as pessoas buscam realizações no reino terreno. Temos que compreender que, mesmo estando aqui, devemos viver no Reino e segundo as suas leis. Nessa parábola, Jesus mostra a rejeição do povo ao Reino de Deus, ao seu Reino. Aqui Ele conta uma história de um rei que, por ocasião do casamento do seu filho, fez uma grande festa e mandou convidar todas as pessoas. Mas elas foram indelicadas e se recusaram a ir à festa, rejeitaram o convite. Assim também o Senhor preparou tudo e enviou seu Filho para sofrer, morrer em nosso lugar, mas a maioria tem rejeitado esse convite. Temos o chamado para viver, desfrutar de alegria na presença do Pai por toda a eternidade, mas não o aceitamos. Tudo está preparado, basta nossa aceitação, nos rendermos a Ele e desfrutarmos da festa, pois tudo já está preparado. "Depois, enviou outros servos, dizendo: Dizei aos convidados: Eis que tenho o meu jantar preparado, os meus bois e cevados já mortos, e tudo já pronto; vinde às bodas." (Mateus 22:4). Nesse caso, nessa história, o rei insistiu, mandou mais servos convidarem as pessoas e dizerem que o banquete já estava pronto. Deus tem insistido com todos nós, o tempo todo recebemos convites para nos entregarmos ao Senhor, para participarmos do banquete da vida. Mas a recusa em ir à festa do Senhor, em receber a alegria, em se alegrar com o seu Filho tem prevalecido. As pessoas se recusam a festejar a festa do Senhor, querem se divertir no banquete oferecido pelo adversário. As pessoas querem ser servidas sem irem à festa, querem simplesmente receber onde estão, não querem mudar as vestes, não querem se dar ao trabalho de se arrumar para esse grandioso evento.
 "Eles, porém, não fazendo caso, foram, um para o seu campo, outro para o seu negócio; E os outros, apoderando-se dos servos, os ultrajaram e mataram." (Mateus 22:5-6). Nessa parábola, as pessoas foram cuidar dos seus afazeres, de seus negócios, e outros ainda espancaram e mataram os servos do rei. Mataram aqueles que por ordem do rei tinham ido somente convidá-los para uma festa, para um banquete. Deus tem nos chamado o tempo todo para irmos à festa do seu Filho, para irmos desfrutar do banquete. Mas muitos, por que não dizer a maioria, não aceitam porque estão preocupados com trabalho, negócios, com diversão, com família, com qualquer coisa. As pessoas não querem ir a um templo, a uma igreja ouvirem a Palavra verdadeira, não querem tirar tempo para orar, para meditar na Palavra, para conhecerem o Senhor. As prioridades delas são outras, elas têm muitos afazeres, buscam diversão em toda parte e de todas as maneiras, em bebida, jogos, drogas, prostituição, mas não aceitam ir à festa, ao banquete do Senhor. Têm tempo para cuidar dos negócios, obedecem a um patrão, mas não obedecem ao Senhor, não recusam o convite de um amigo, mas recusam os convites do Senhor. As pessoas se irritam, se ofendem, brigam, quando alguém insiste em falar de Deus, de salvação, de convidá-las para a festa do Senhor. São feitos gracejos, piadas, ofensas e ataques quando se insiste em tentar levá-las à festa do Filho de Deus. Muitas vezes, e em vários lugares, espancam os enviados do Senhor, batem, ferem, machucam e matam os portadores de convites para o banquete do Senhor. "E o rei, tendo notícia disto, encolerizou-se e, enviando os seus exércitos, destruiu aqueles homicidas, e incendiou a sua cidade." (Mateus 22:7). O rei dessa história contada por Jesus se encolerizou e mandou destruir essas pessoas e suas cidades. E Deus, da mesma forma, não permitirá, não aceitará tal ofensa. Ele enviou seu Filho para sofrer e morrer em nosso lugar e não vai tolerar, concordar que se escarneça desse sacrifício. Por tal motivo vemos tantas mortes, sofrimentos, dores, falta de paz, porque quem tudo permite e envia é o Senhor. Tudo está sob o controle de Deus, o bem e o mal, e, quando rejeitamos ir à festa do seu Filho, Ele autoriza, envia o mal, envia o destruidor. As pessoas passam por sofrimentos aqui e, se não se arrependerem, se converterem e resolverem participar do banquete do Senhor, sofrerão por toda a eternidade. O Senhor as enviará para o sofrimento, para a dor e morte eterna.
 "Então diz aos servos: As bodas, na verdade, estão preparadas, mas os convidados não eram dignos. Ide, pois, às saídas dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes." (Mateus 22:8-9). Esse rei, após mandar matar e destruir as cidades daqueles que se recusaram a ir à festa do seu filho, manda os seus servos convidarem todos os que encontrarem pelos caminhos. Deus mandou convidar todos, mas muitos têm se recusado, e então estendeu seu convite a todos os desfavorecidos, e o convite tem chegado às prisões, às penitenciárias, aos hospitais, aos manicômios, a lugares distantes e abandonados; tem chegado a pessoas que são rejeitadas pela sociedade e por todos. O Senhor convida todos os que são abandonados, os que têm fome, os desvalidos, os rejeitados e os recebe em seu banquete com alegria. Os convidados do Senhor desfrutam de segurança, paz, alegria e, principalmente, vida eterna. "E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial foi cheia de convidados." (Mateus 22:10). Todos foram convidados para a festa de casamento do filho do rei, não houve exceção de pessoas, vieram os bons, os ruins. Por tal motivo, encontramos ex-drogados, ex-presidiários, ex-homossexuais, ex-assassinos, ex-prostitutas, ex-tudo, pessoas que eram consideradas escória hoje são verdadeiros homens e mulheres de Deus. Pessoas que eram enfermas, doentes, hoje estão curadas e na presença do Senhor, glorificando o nome do Noivo, do Senhor Jesus Cristo. Pessoas que viviam em dores e sofrimentos, mas receberam e aceitaram o convite, hoje desfrutam de paz. E também vemos as pessoas que rejeitaram o convite sendo destruídas, vivendo ou vegetando em todas as enfermidades, e mortes. Pessoas que achavam que eram superiores, que não deveriam ir à festa, pessoas que acham que estão muito ocupadas cuidando das coisas do mundo, essas padecem e padecerão para sempre se não se converterem e virem correndo implorar pelo convite, para o banquete do senhor."E o rei, entrando para ver os convidados, viu ali um homem que não estava trajado com veste de núpcias." (Mateus 22:11). Mas para ir à festa do Senhor tem que trocar as vestes, tem que abandonar as práticas erradas, abandonar o pecado. Para ir à festa, ao banquete do Senhor, é necessário nos vestirmos adequadamente, porque não adianta tentar entrar na festa com a mesma roupa, vestido de pecado, se não quiser abandonar os pecados, o Senhor o expulsará da de festa. "E disse-lhe: Amigo, como entraste aqui, não tendo veste nupcial? E ele emudeceu. Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes." (Mateus 22:12-13). Muitos têm entrado no meio do povo de Deus, se fantasiando de convidados, mas não o são, e já foram identificados pelo Senhor. Algumas pessoas falam o nome do Senhor, vão a templos, mas continuam nos pecados e nos erros. Essas pessoas já estão sentenciadas a um lugar de sofrimento e dor por toda a eternidade. É necessário trocar as vestes, se revestir de pureza, abandonar todas as práticas erradas. "Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos." (Mateus 22:14). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário